Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador fotografia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador fotografia. Mostrar todas as postagens

5 softwares para tratamento de fotos para Ubuntu e Linux Mint

Nenhum comentário

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Muitos fotógrafos e artistas fotográficos que chegam ao mundo Linux procuram sobre como instalar e rodar o Adobe Lightroom, afinal, é uma das ferramentas mais populares do setor, em muitos casos não conseguem instalar corretamente a ferramenta e assim acabam se frustrando com o sistema, achando que o mesmo não pode desempenhar o trabalho. Nesse artigo vamos mostrar que é possível realizar essa tarefa, lhe mostrando 5 softwares de manipulação e  tratamento de fotos que vão desde do mais básico, até o mais fino trato profissional.

 5 softwares para  tratamento de fotos para Ubuntu e Linux Mint







Ainda se tem muita desinformação e preconceito sobre as ferramentas profissionais que existem para o Linux e que as pessoas da área podem sim trabalhar com o sistema sem maiores problemas ou dificuldades, basta alguns ajuste aqui e outros ali, mas nada que seja “um bicho de 200 cabeças”. Algumas destas ferramentas são pagas, outras são grátis, outras são grátis e Open Source. E como dizia o Goulart de Andrade “Vem comigo”. Agradecimento especial ao nosso amigo Elias, do canal Araras Studio, depois deem uma olhadinha lá 😉.


1- RawTherapee
O primeiro aplicativo da nossa lista foi desenvolvido por Gábor Horváth sob a licença GNU GPL v3, usando o C++ e o GTK+ como bases, ele é um processador de imagens raw multiplataforma (Linux, Windows e macOS) e tem o foco voltado para a pós-produção não-destrutiva de imagens RAW, onde toda a edição feita pelo profissional é refletida imediatamente na pré-visualização da imagem e guardado em um arquivo separado, somente na hora da exportação é que os ajustes são aplicados, utilizando um processo interno de alta precisão com pontos flutuantes de 32 bits.



Para baixar ele você pode acessar este link e escolher a forma que melhor lhe atende,  para maiores informações técnicas sobre o RawTherapee você pode consultar a Wiki do projeto.

2 - DarkTable

Próximo da nossa lista é um verdadeiro “peso pesado” da manipulação de imagens. Projetado por fotógrafos profissionais, o Darktable conta com várias ferramentas voltadas para essa finalidade,ara quem está vindo do Adobe Lightroom, o Darktable vai cair como uma luva,ele também é multiplataforma, tendo versões para Linux, Windows e macOS.



Para baixar ele você pode acessar este link e escolher a forma de instalar ele que melhor lhe atende, para maiores informações técnicas sobre o Darktable pode consultar o site dele.

3 - Lightzone

O terceiro software da nossa lista era um software comercial feito pela empresa Light Crafts e tendo o seu CEO e fundador Fabio Riccardi. Deixando o cargo na empresa para trabalhar na divisão de câmeras da Apple, hoje em dia trabalha na Google, como você pode ver no seu Linkedin. Como nos outros aplicativos, o Lightzone manipula imagens no formato RAW e JPEG segue a linha de edição não-destrutiva,com as modificações sendo aplicadas na pós-edição e na exportação das imagens.




Para baixar ele você pode acessar este link, observe a versão ideal para o seu sistema.

4 - AfterShot

Uma grata surpresa é saber que o software da Corel, a mesma empresa que mantém o CorelDraw, tem uma versão para Linux de seu software de edição e manipulação de fotos. O AfterShot Pro 3 é multiplataforma (Linux, Windows e macOS) sendo que na versão de Linux está disponível nos formatos .deb e .rpm. Para quem escolher o formato .deb, existem as versões para Ubuntu até o 16.04 LTS ou superior, o que traz compatibilidade para o Linux Mint por tabela., Nesse caso ele é pago, mas há uma versão de 30 dias para “degustar” e se você gostar e desejar comprar, basta pagar R$179,00 em média, eventualmente há promoções e o preço cai um pouco.



Para baixar o AfterShot você pode acessar este link.

5 - DigiKam

A nossa última dica de aplicativo para manipulação e edição de fotos vem da família KDE, com o Digikam, que é compatível com os arquivos RAW graças a lib LibRaw, que está em constante atualização e com melhorias sendo implementadas. O Digikam segue a mesma linha dos outros softwares apresentados até então, contendo a tão desejada edição não-destrutiva nas imagens, além de poder também organizar as imagens e vídeos importados de cartões SD, HDs externos via USB, entre outros. Para saber mais detalhes, acesse o Sobre dele.



Você pode baixar o DigiKam no formato AppImage e ter a versão mais recente ou então baixar a versão compilada na sua distro, ainda que ela possa estar desatualizada. O AppImage está na versão 5.9.0 no momento.

Essas são as ferramentas indicadas para quem está migrando para Linux e que trabalhar com tratamento fotográfico em maiores problemas. Confira o canal do Elias, que nos ajudou a produzir essa lista.

Espero você no próximo post, forte abraço. 

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Mulheres no Linux - Entrevistamos Barbara Tostes

Nenhum comentário

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

A presença feminina no mundo Linux não chega a ser uma raridade, mas comumente as garotas que gostam de utilizar o sistema não costumam se fazer presentes em grupos de discussão nas redes sociais, pelo menos não de forma muito intensa, o que é realmente uma pena. Para incentivar que mais mulheres entrem para o mundo da informática e para o mundo Linux é que nós falamos com uma das grandes representantes desta atitude participativa, que na minha opinião deveria ser copiada por toda mulher que gosta de tecnologia, envolvendo Linux e Sofware Open Source ou não, que é a Barbara Tostes.

Diolinux Entrevista Barbara Tostes




Eu tive o prazer de conhecer a nossa convidada para a entrevista de hoje na última Latinoware, evento o qual eu documentei em vídeo e também tive a oportunidade de palestrar, inclusive, você pode assistir a minha palestra completa aqui.

Além de representar as mulheres no mundo Linux, a Barbara também é proprietária de um gráfica que utiliza software livre para os trabalhos de design e impressão. Na entrevista ela tirou várias dúvidas sobre a profissão e respondeu várias perguntas que os nossos leitores deixaram na nossa fan page. Confira agora e se inspire para realizar as atividades da sua vida:



Confira as informações da descrição do vídeo diretamente no YouTube.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




FotoJet - Uma maneira simples e fácil de fazer montagens com as suas fotografias

Nenhum comentário

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Procurando uma forma simples de fazer montagens? Acho que eu tenho uma boa dica para você. Hoje você vai conhecer o FotoJet, um editor de imagens online que permite que você faça colagens e montagens com poucos cliques sempre com uma aparência muito bacana, aposto que a até a sua mãe consegue usar um desses? Vamos conhecer a ferramenta?

Faça montagens com  Fotojet no Ubuntu
Este é um artigo patrocinado.





Existem diversos programas para editar imagens, alguns pagos e outros gratuitos, Photoshop e GIMP talvez seja dois dos melhores exemplos, e é claro, temos o Pixlr também, que se tornou muito popular, porém o FotoJet é especial, não só porque ele é online e você pode acessar de qualquer computador ou dispositivo, mas porque ele é muito fácil e intuitivo e tem vários templates que permitirão que você crie coisas bacanas mesmo sem ser um especialista em design.

Quer fazer capaz para o Facebook ou para o YouTube com facilidade?


Recursos do FotoJet



O FotoJet possui alguns templates para as redes sociais mais comuns. Se você ainda não tem muita habilidade com edição para criar a sua própria capa para o Facebook, sua Fan Page ou canal no YouTube, você pode deixar o FotoJet te ajudar, o seu único trabalho vai ser escolher as imagens que você quer estejam na montagem, depois é só baixar, compartilhar ou imprimir.

O FotoJet ainda tem a capacidade de importar as suas fotos do Facebook, o que já facilita muito as coisas.


FotoJet Editor


Além dos templates prontos, há também um editor muito simples de operar semelhante aos que você encontra para dispositivos móveis, dá até pra se arriscar e fazer as Thumbnails do canal nele.

FotoJet Editor


Collages


Outro recurso bacana do FotoJet são as fotocolagens, muita gente gosta de agrupar as fotos para mostrar um determinado momento de suas vidas de vários ângulos diferentes, no FotoJet é muito simples fazer isso. 

FotoJet Collages


Existem vários tipos de texto para serem inseridos, cliparts e formas que podem complementar a sua colagem, eu curti pra caramba!

Para conhecer esta incrível aplicação acesse o site www.fotojet.com, outra forma bacana de utilizar o aplicativo é através do seu App no Google Chrome, eu estou utilizando ele assim no meu Ubuntu, olha só:

FotoJet no Ubuntu


Espero que ele possa ser tão útil para você, quanto tem sido para mim nos últimos dias. Curtiu a dica? Então ajude mais pessoas compartilhando o post com os seus amigos! :)

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Como instalar as ferramentas do Ubuntu Studio no Ubuntu "normal"

Nenhum comentário

terça-feira, 31 de maio de 2016

O Ubuntu Studio é a versão do Ubuntu para produtores musicais, produtores de vídeo e designers gráficos; é o Ubuntu para pessoas criativas, como diz o lema da distro. Ele usa o ambiente gráfico XFCE por padrão e traz uma série de ferramentas pré-instaladas para todas essas finalidades. Hoje você vai aprender a instalar os recursos do Ubuntu Studio no seu Ubuntu "normal" ou qualquer outra versão com interface diferente (Kubuntu, Xubuntu, Lubuntu, etc).

Ferramentas do Ubuntu Studio no Ubuntu




Eis um fato interessante sobre as ferramentas do Ubuntu Studio: Elas estão disponíveis nos repositórios do Ubuntu através de meta-pacotes, o que significa que é muito fácil instalá-las no Ubuntu ou em qualquer outra derivação como o Kubuntu, Xubuntu, Ubuntu MATE, Ubuntu Gnome e por aí vai.

Para completar "a facilidade" do processo, existe um instalador gráfico que permite que você selecione os meta-pacotes individualmente, podendo selecionar o segmento específico que você quer trabalhar, por exemplo: Só programas para trabalhar com vídeo ou só programas para trabalhar com áudio, etc.

Veja agora uma brave demonstração do conteúdo do Ubuntu Studio. (Para acessar a descrição do vídeo clique aqui).


Receba mais vídeos como este no seu YouTube


Ubuntu Studio Meta Installer


O Ubuntu Studio Meta Installer é o programa responsável por instalar os pacotes da distro no seu sistema, você encontra ele na Central de Programas do Ubuntu facilmente pesquisando por "Ubuntu Studio" ou, basta clicar no botão abaixo e instalar:

Quem prefere instalar as coisas pelo terminal pode usar este comando:
sudo apt-get install ubuntustudio-installer -y
O programa vai estar disponível no menu do sistema.

Como utilizar? 


Abra o programa e vai ficar óbvio, você verá as opções para instalar os pacotes para cada segmento:

Ubuntu Studio Meta Installer

Basta marcar a que você quiser e dar um singelo "OK" na parte inferior, veja que é possível até mesmo instalar o Kernel Low Latency no sistema através da ferramenta.

Bom proveito!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Novo Twitter para Android adiciona opção de filtros na imagens e é novo concorrente do Instagram

Nenhum comentário

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

O Twitter agora é uma rede social de fotos também

Pelo menos se você tiver um Smartphone, o Twitter, uma das redes sociais mas usadas do mundo tinha anteriormente uma parceria com o Instagram, rede social que antes de ser comprada pelo Facebook tinha a pretensão de ser tão exclusiva quanto possível.
Depois do rompimento da parceria o Twitter resolveu entrar neste segmento também e agora o app do Twitter para Smartphones recebeu uma atualização que permite aplicar filtros nas fotos tal qual o Instagram faz.

Twitter per Android 3.6.0

Para usar a nova versão configura o programa na Google Play, se seu Android estiver devidamente configurado ele deve mostrar que há uma nova atualização.
Se o recurso vai fazer sucesso só o tempo dirá, mas a margem de usuários que o Twitter pode atingir devido a sua popularidade é muito maior do que o Instagram já sonhou em ter. 
E aí, o que achou da novidade?

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo