Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador fuchsia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador fuchsia. Mostrar todas as postagens

Misterioso Fuchsia OS aparece na Google I/O 2019

Nenhum comentário

sexta-feira, 10 de maio de 2019

Envolto em segredos e muitas "teorias", por parte do público geral, o Fuchsia OS é um sistema em pleno desenvolvimento pela Google. Uns dizem que ele será o substituto do Android e Chrome OS, enquanto outros teorizam que sua atuação será na internet das coisas, entretanto parece que nem mesmo a Google decidiu o foco final de seu produto.

fuchsia-google-android-chrome-iot-vr

Durante sua conferência para desenvolvedores deste ano, a Google I/O 2019, foram revelados diversas novidades sobre tecnologias, apps e smartphones da Google. E não é que o Fuchsia estava entre um desses pronunciamentos. Na realidade de forma discreta, entretanto podemos saber um pouco mais sobre o sistema.

Em um de seus pronunciamentos, a Google revelou a expansão de seu SDK Flutter, que é um kit de ferramentas para criação de interfaces de apps para Android e iOS. Com um post dedicado sobre o Flutter a Google informou que seu SDK está totalmente compatibilizado com a Web, e é executado sobre sistemas como: Windows, macOS e o Fuchsia OS.

Mais revelações sobre o Fuchsia


Em uma entrevista no podcast para o site The Verge, mais revelações sobre o Fuchsia vieram ao público. Um dos participantes, Hiroshi Lockheimer, chefe do Android e Chrome, compartilhou algumas informações sobre o sistema. Lockheimer explicou que o Fuchsia tem como foco "alavancar o estado da arte em termos de sistemas operacionais" e incorporar o conceito do Fuchsia em outros sistemas.

Falando um pouco mais sobre o SO, ele confirmou que o Fuchsia será um sistema completamente novo, desenvolvido com todas as experiências e lições aprendidas com todos esses anos de Android e Chrome OS.

Lockheimer enfatizou que o Fuchsia está em pleno desenvolvimento, porém tudo é muito novo e experimental, insinuando a possibilidade de que o sistema não será um substituto do Android e Chrome OS, e sim focado em produtos baseados em internet das coisas, como dispositivos para casa, wearables e quem sabe dispositivos VR.

Já o vice-presidente sênior da Google acredita que "há muito espaço para diferentes sistemas operativos, com focos e especializações distintas", sugerindo que de fato o Fuchsia não está sendo desenvolvido para substituir os atuais sistemas da Google, pelo contrário, atuando em outras áreas da tecnologia.

E aí o que acha sobre toda essa situação? Fique ligado no blog Diolinux, e conforme novas revelações apareçam você ficará sempre informado.

Continue esse bate-papo em nosso fórum Diolinux Plus, até o próximo post, SISTEMATICAMENTE! 😎
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Fuchsia, sistema da Google agora pode rodar no Pixelbook

Nenhum comentário

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Já fazia quase um ano que eu não falava mais do Fuchsia aqui no blog, se você não costuma acompanhar os novos projetos da Google de perto, existe uma grande possibilidade de você nunca ter ouvido falar dele, então, vamos dar um pouco de contexto para você.

Pixelbook






O Fuchsia (se fala "Fiúcha") é um sistema operacional que vem sendo construído pela Google que pode (ou deverá) ser aplicado em vários segmentos diferentes, como Internet da Coisas, computadores tradicionais e Smartphones.

Ele é um sistema de código aberto, mas diferente do Chrome OS e do Android, que são os sistemas que empresa trabalha atualmente, ele não é baseado no Linux, utilizando um Kernel chamado Zircon (antigamente chamado de Magenta), que por sua vez deriva do LK.

O Pixelbook foi um dos últimos dispositivos lançados pela "gigante de Montain View" e ele vem de fábrica com o Chrome OS, custando cerca de 990 dólares atualmente, sem a "Pixelbook Pen".

O pessoal do site Chromeunboxed descobriu lendo as novas documentações do Fuchsia que é possível fazer a instalação dele no Pixelbook, apesar de ser bem complicado, pois é preciso de dois computadores na mesma rede para enviar a maior parte do sistema via rede para o computador que roda o Chrome OS originalmente.

ꔷ Ficou curioso para ver algumas imagens do Fuchsia? Aqui temos algumas, mas não se empolgue muito.

O Fuchsia ainda tem muito caminho e muitos anos de desenvolvimento pela frente para se tornar um produto comercial, até lá, somente os entusiastas testarão qualquer build que ocorra provavelmente, neste momento ele não é compatível com processadores ARM, então, provavelmente você não conseguiria instalar em um Smartphone tradicional, limitando o nosso acesso ainda mais.

Muitos apontam o Fuchsia como um "Vaporware", um tipo de software que é anunciando muito antes de estar pronto e acaba nem sendo lançado. 

Alguém aí lembrou do Andromeda OS?

O Andromeda é um projeto da Google que não foi oficialmente descontinuado mas que também não recebeu mais implementações, caindo na nomenclatura de "vaporware". 

O objetivo era criar um sistema que rodasse como o Chrome OS, mas que rodasse também aplicativos de Android; no fim das contas, o Chrome OS atual acabou ganhando essa funcionalidade e a cada dia mais Apps de Android se tornam compatíveis, até o Microsoft Office foi para ele dessa forma.


Talvez o Fuchsia também possa acabar se tornando um laboratório para tecnologias que podem ser implementadas em outro projeto antes de se tornar algo relevante por si só, mas certamente vale a pena ficar de olho.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.



Fuchsia - Confira as primeiras imagens do novo sistema operacional do Google

Nenhum comentário

quinta-feira, 11 de maio de 2017

O Google vem trabalhando "secretamente" em um novo sistema operacional há algum tempo, mas até então ninguém tinha visto a aparência dele, se seria parecido com o Android, que conceito visual ele aplicaria, se seria mais parecido com o ChromeOS, em fim. Agora a curiosidade vai abacar!

Fuchsia OS Google Interface




Agora nós já temos mais informações sobre o novo sistema operacional que poderá ser o futuro da Google, há algum tempo atrás eu tinha feito um vídeo para falar sobre ele:



Sabemos atualmente que o "Fuchsia", como é conhecido agora, é provavelmente apenas o codinome do projeto, é possível que quando ele chegar ao mercado ele receba outro nome. O Fuchsia não é baseado em Linux como o Android e o ChromeOS, ele usa um Kernel baseado no LK chamado Magenta, que também é de código aberto.

Não somente a base do sistema será diferente do Android atual, como a interface também, confira algumas imagens da "Armadillo", a nova interface da Google:

Armadillo UI Fuchsia

Armadillo UI Fuchsia

Armadillo UI Fuchsia

Armadillo UI Fuchsia

O Google parece estar utilizando o Flutter SDK para desenvolver a nova interface, um SDK que permite que sejam criados Apps para Android e iOS usando o mesmo código fonte, graças a isso, o pessoal do ARS Technica conseguiu criar um APK para testar o Armadillo Shell no Android, particularmente não consegui fazer ele funcionar.

Teclado do Armadillo


A interface tem um ótimo suporte para telas de tamanhos e resoluções diferentes, o que aponta a sua objetividade de convergência, usar o Flutter pode fazer o Fuchsia compatível com Aplicativos Android também, mediante a uma "simples" nova compilação.

Fique ligado aqui no blog, assim que tivermos mais novidades sobre o sistema você ficará sabendo.

Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo