Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador games-for-linux. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador games-for-linux. Mostrar todas as postagens

EA lança engine experimental Halcyon com suporte para Linux e VULKAN

Nenhum comentário

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Durante o evento “Meetup Khronos” em Munique (Alemanha) que aconteceu no final de semana passado (dias 26, 27 e 28), a EA mostrou a sua engine experimental para jogos com suporte para VULKAN e surpreendentemente para Linux também. 


 EA lança engine experimental Halcyon com suporte para Linux e VULKAN






Quem apresentou foi o Engenheiro Senior de Renderização II, Graham Wihlidal da SEED ( Search for Extraordinary Experiences Division ou “Divisão de Procura por Experiências Extraordinárias”) divisão da EA que procura por projetos “Extraordinários”.

O que foi surpresa, foi a EA a começar a usar VULKAN em uma engine para jogos, essa já sendo usada em outras engines como a Unreal Engine e a CryEngine, além de trazer o suporte para Linux também.


O projeto vai trabalhar com as APIs mais modernas do momento, como DX12 (Windows), Vulkan 1.1 (Windows, Linux) e Metal 2 (Apple). Uma amostra de como será a Engine com o vídeo abaixo da EA.

          

Como podemos ver, é um projeto promissor e ao que tudo indica, traz uma melhor qualidade aos jogos e um realismo muito maior.

Muitos vem se perguntando se a EA vai trazer os seus jogos para essa nova Engine e assim disponibilizar eles para Linux, uma pergunta difícil, mas esse é o primeiro passo. Se um dia não tínhamos a Steam no Linux e agora temos, quem sabe o futuro com a EA, não é?

Um movimento assim é muito bom para a concorrência no mercado e abre um leque maior de opções, trazendo novas ferramentas multiplataforma,

Se você quiser ver mais afundo o projeto, pode acessar aqui e aqui.

Espero você até uma próxima e um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Os gêneros e videogames mais jogados no Linux em 2018

Nenhum comentário

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

O ano de 2018 tem sido muito interessante em termos dos jogos disponíveis para as distribuições Linux, já que a oferta de títulos de diferentes gêneros aumentou exponencialmente. Com o boom de plataformas como Steam e melhorias em projetos como o DXVK, Proton (Steam Play), assim como a abertura de plataformas online, o número de ofertas de diferentes gêneros aumenta para os gamers de Linux.

Games de Linux






Com a chegada do Steam Play, muitos games passaram a funcionar no Linux normalmente, atualmente são praticamente 3 mil títulos, sem falar os outros milhares que já rodavam nativamente. Hoje Linux pode ser considerada a segunda plataforma para jogos em computadores com facilidade, superando em quantidade, graças ao Steam Play especialmente, os jogos para macOS, ficando atrás somente do Windows.

Jogos de ação e o boom dos eSports


Os jogos de ação encontraram um ano muito lucrativo em todas as plataformas, e o Linux não foi exceção.

Nesta categoria, destacam-se títulos como o Counter-Strike: Global Offensive, que foi um dos melhores shooters para o Linux, através da plataforma Steam. Tanto tem sido o sucesso deste título em 2018, que se tornou um dos videogames com mais seguidores dos eSports no Brasil.

Nesse sentido, e como publicado pelo site SporTV, o Brasil é o país com o terceiro maior público cativo de eSports do mundo, ficando atrás apenas da China e dos Estados Unidos.

Com um público brasileiro que ultrapassa 7,8 milhões de seguidores, o país está na vanguarda da América Latina no mercado de eSports, com a projeção de movimentação de US$ 905,6 no final do ano, e para ultrapassar US$ 1,6 bilhões para 2021.

Jogos de estratégia e crossovers de RPGs


Outro gênero que ganhou mais seguidores em 2018 é o de jogos de estratégia, incluindo jogos de cassino.

Neste contexto, o crescimento deveu-se à abertura dos melhores cassinos online, que disponibilizaram a sua oferta em jogos como a roleta, o poker ou o blackjack, bem assim como que alguns deles também funcionam como casas de apostas desportivas. 

Essas plataformas abriram seu conteúdo para serem facilmente accessíveis pela internet e, na maioria dos casos, também através de smartphones.

Por outro lado, títulos como XCOM 2, Civilization V ou Age of Wonders III também ganharam vários seguidores dentro das plataformas disponíveis para Linux, como Steam ou Wine, oferecendo uma mistura de jogos de estratégia por turnos, com outros gêneros como shooter ou RPG.  Nós mesmos estamos nos divertindo muito jogando Warframe no nosso canal da Twitch, hoje mesmo tem live! :)

Jogos de corridas


Os jogos e simuladores de corridas também se tornaram alguns dos favoritos dos gamers em 2018, já que eles também ganharam um lugar nos eSports, misturando sua oferta com simuladores e expandindo sua plataforma de alcance para o Linux.

Um dos títulos mais marcantes é o Rocket League, que é um jogo de futebol, no qual os jogadores são carros de controle remoto com foguetes acoplados. Esta mistura de gêneros tem sido uma das opções mais chamativas para os competidores de eSports em todo o mundo.

No entanto, uma opção dentro dos títulos de corrida para os puristas, que foi muito bem recebida este ano, foi o Dirt Rally, que se destacou como um dos títulos de corrida esportiva mais jogados no Linux através do Steam em 2018.

Tão boa foi a recepção deste videogame, que o site IGN Brasil anunciou que o Dirt Rally 2.0 já tem sua data de lançamento prevista para 26 de fevereiro de 2019, buscando melhorar a experiência oferecida por seu antecessor.

Linux Gaming

O Linux está ganhando mais e mais espaço na competição dos videogames, pois, está desenvolvendo cada vez mais facilidades para os jogadores desfrutarem de seus gêneros favoritos de videogames, independentemente da distribuição de Linux que preferirem.

É claro que existem ainda certos títulos que ainda são incompatíveis, mas (literalmente) há dois meses mais ou menos, muito menos jogos eram compatíveis, há um ano, tínhamos menos jogos, então, parece ser uma questão de tempo e adaptação. Quem ainda insiste em dizer que Linux não serve para jogar também só pode estar desinformando.

Qual o seu game favorito? Ele já está rodando no Linux?

Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Linux para Games: Acompanhe as lives do Diolinux!

Nenhum comentário

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Nós estamos produzindo muito conteúdo ao vivo ultimamente e se você acompanha apenas o blog e o YouTube é bem provável que você tenha perdido muita coisa!

Canal de Lives Diolinux







Para nos acompanhar ao vivo basta clicar no botão abaixo:
Clique passa acessar o nosso canal de Lives na Twitch.tv
Recentemente nós demos mais um passo na direção de mostrar o quanto Linux pode ser utilizado por qualquer um que deseje, o blog com seus milhares de tutoriais e o canal com o seu "milhar" de vídeos já não são o suficiente!

Muitas pessoas ainda não aproveitam as distros Linux porque são apegadas a jogos que muitas vezes acreditam que só rodam no Windows, ou por acreditarem que Linux não serve para games, então a nossa investida é ir até os gamers na maior plataforma de streamers de jogos do mundo, a Twitch.tv e mostrar na prática que sim, é possível jogar e se divertir muito no Linux!

Já testamos diversos jogos nativos e via Steam Play e a lista vai seguindo, como GTA V, PES2019, Rocket League, Team Fortress 2, Dota 2, CS:GO, Ballistic Overkill, Mortal Kombat X, etc.

Atualmente estamos fazendo lives todos os dias, jogando, conversando, dando boas risadas e, acima de tudo, nos divertindo!

Calendário de Lives


Fique ligado no calendário para não perder nenhuma live novamente:

  • Segunda: Live começa às 19:40 hrs
  • Terça: Live começa às 19:40 hrs
  • Quarta: Live começa às 19:40 hrs
  • Quinta: Live começa às 21:00 hrs
  • Sexta: Temos live no YouTube (Diolinux Friday Show) às 19 horas e depois, continuamo na Twitch à partir das 19:40 também.
  • Sábado: Não temos lives todos os Sábados, mas não quando há, elas geralmente começam por volta das 15:00 hrs.
  • Domingo: Não há lives (por enquanto ao menos).
Sobre a divulgação:

Geralmente nós avisamos que a live está começando nas nossas redes sociais, Facebook, Twitter, Instagram, etc. Então basta ficar ligado para não perder.

Facebook
Twitter
Instagram

Outra forma é seguir o nosso canal no Telegram, você também recebe notificações por lá.

Uma vez que você acesse o nosso canal da Twitch e crie uma conta, você também receberá notificações de quando a Live estiver começando (lá esse negócio de notificações funciona bem).

Aguardo você na live de hoje! :)

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


‘Life Is Strange: Before the Storm’ já tem data para sair para Linux

Nenhum comentário
A Feral Interactive está trazendo mais um jogo da franquia “Life is Strange”  para Linux através dos seus poderosos portes, que permitiram aos usuários Linux jogar outros famosos games, como Mad Max, Tomb Raider, Hitman, A Total War Saga: Thrones of Britannia, Shadow of Mordor, F1 2017 entre outros.


‘Life Is Strange: Before the Storm’ já tem data para sair para  Linux





“Life is Strange” foi o vencedor do prêmio BAFTA (British Academy Film Award) 2015, e conta com a trilha sonora original feita pela banda Britânica Daughter.

           

Você pode conferir a gameplay que fizemos no canal.

            

O lançamento do Game virá em um pacote “Deluxe Edition”, onde estarão incluso os Episódios de 1 a 3, Episódio Bônus, Pacote de Roupas e o modo “Mixtape”.

O jogo será lançado de forma oficial no dia 13 de Setembro para Linux e macOS.

O requisitos do jogo para Linux são:




Para comprar ele, acessem o link da loja da Feral ou aguarda a liberação na Steam.

Muito legal ver mais um jogo de sucesso “aterrissando” no mundo Linux, isso mostra que ele tem muito terreno para crescer, mesmo com a descrença de muitos.

Mas diga aí nos comentários se você já jogou a série Life is Strange.

Um forte abraço e até a próxima.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Valve lança ferramenta com objetivo de rodar TODOS os jogos de Windows no Linux

Nenhum comentário

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Os usuários de Linux receberam uma ótima notícia ontem, do nada, toda a sua biblioteca de jogos Windows passou a ser instalável no Linux "como mágica", tudo isso graças a um projeto da Valve, dona do Steam, chamado "Proton". Saiba mais sobre a ferramenta e aprenda a habilitar o recurso na sua distribuição.

SteamPlay - Linux Windows Games






Antes de você aprender a habilitar a funcionalidade e sair utilizando, vamos compreender primeiro do que se trata o projeto e como ele funciona. O que a Valve lançou recentemente foi uma nova versão do "Steam Play". O "Steam Play" é um recurso presente na Steam há alguns anos que promove algo excelente, jogar todos os games que você comprar em qualquer plataforma que ele for suportado, como exemplo, se você comprar o CS:GO, com a mesma compra, na mesma conta Steam, se você instalar o jogo no Windows, no Linux ou no macOS, não será necessário comprar uma nova versão para cada plataforma, entretanto, o Steam Play recebeu um grande upgrade!

Uma notícia tão importante quanto o próprio lançamento da Steam para Linux


Há praticamente 6 anos a Valve lançava a Steam para Linux com algumas dezenas de títulos compatíveis apenas, conforme os anos foram passando, mais e mais jogos foram sendo lançados, chegando a milhares, no entanto, os desenvolvedores vem lançando jogos para Windows há décadas e muito material não receberia porte para o Linux, por isso, a empresa por trás do Steam vem trabalhando em uma camada de compatibilidade nova para o Steam Play.

A nova versão do Steam Play traz uma nova ferramenta chamada "Proton", que nada mais é do que uma implementação, ainda em Beta, do Wine (modificado pela Valve) e que utiliza Vulkan para rodar games de Windows no Linux que utilizem DirectX 11 e 12, com o objetivo de rodar absolutamente TODOS os jogos da Steam do Linux. Você pode ser mais sobre o lançamento aqui.

O Proton ainda é um Beta e apesar de possuir uma lista grande de jogos compatíveis já em seu lançamento, vários ainda podem não funcionar, como o anúncio oficial mencionou, mas pelo visto, algumas dezenas de novos jogos, além dos que já rodavam do Linux, passaram a rodar "do dia para a noite". Então se você ainda não tinha migrado para Linux por conta de algum game, vale a pena fazer o teste.

Como habilitar o suporte ao Steam Play com Proton no seu Steam Linux


Vamos fazer uma demonstração para você entender melhor. Abaixo você vê a minha conta Steam, em Library você pode ver a quantidade de jogos disponíveis, em "STEAMOS + LINUX" temos 144 títulos, sendo que o total, 176, são os jogos e softwares ao todo, incluindo os que rodam no Windows também, ou seja, nesta conta eu tenho 32 títulos que não rodaria nativamente no Linux.

Games da Steam Windows Linux

Se eu navegar em algum game com suporte nativo apenas para Windows (até o momento), você verá que não existe a opção de instalar o jogo, o Steam apenas me mostra as horas jogadas.


Para instalar o game de Windows no Linux na Steam você deve fazer o seguinte: Vá até o seu menu Steam>>Settings


Na janela de configurações, em "Account", ou "Conta", observe a opção de "Beta participation:", clicando no botão "Change", altere para o modo Beta da Steam.


Linux Steam Play

Depois de ativar essa opção, clique em "OK" e então será necessário reiniciar a Steam e baixar novamente a atualização do cliente em modo Beta, tudo isso é automático. 

Steam Play Windows Linux

Depois da versão Beta instalada, vá novamente nas configurações da Steam e no painel esquerdo da janela, selecione "Steam Play", nessa opção haverá agora um modo avançado de configuração com duas opções:

- "Enable Steam Play for all titles";
- "Use this tool istead of game-specific selections from Steam".

A diferença entre as duas opções é que a primeira habilita o Proton para todos os seus games de Windows na Steam, a segunda opção habilita apenas alguns títulos que o pessoal da Valve já testou e sabe que funciona plenamente com este recurso, como a última versão de Doom, por exemplo. 


Agora, indo ao mesmo jogo que eu tinha mostrado antes e não era possível instalar, você verá o botão de instalar, como na imagem abaixo, agora é só instalar o seu jogo normalmente. Os games que possuem essa compatibilidade com o novo Steam Play mostram um texto ao lado do botão de instalar indicando: "Run on this computer via Steam Play".

Jogos de Windows no Linux

Jogos de Windows no Linux

Jogos de Windows no Linux

Os games vão mostrar essa janela antes de iniciar, indicando mais uma vez que você está rodando sobre uma camada de compatibilidade.

Jogos de Windows no Linux

Ao iniciar o jogo, você verá que o Steam começará a baixar componentes do Windows para rodar o seu jogo.

Jogos de Windows no Linux

O que você pode fazer agora é testar os seus jogos de Windows, ou ao menos os jogos grátis para Windows, para reportar aos desenvolvedores, informando se o game roda ou não e se tem algum problema.

Referências da Valve


A nota de lançamento do Steam Play Beta com o Proton da Valve, a qual linkamos no início do artigo, continha também algumas observações interessantes que vale a pena mencionar.

A primeira delas é que a Valve vinha injetando dinheiro no projeto Wine, Vulkan e DXVK nos últimos 2 anos e "ninguém" sabia, ao menos, eu não tinha ouvido falar sobre. O projeto Beta que trouxe vida ao Proton começou há 2 anos, e ninguém sabia que isso estava acontecendo. Outra observação é sobre o Vulkan. A Valve mencionou que neste sistema de Steam Play é natural esperar que quando houver a tradução de API em um game, como por exemplo, um jogo que roda com DX11, ao rodar via Vulkan, pode perder um pouco de desempenho, nada muito grande e que inviabilize a jogatina, no entanto, não há motivos técnicos para acreditar que isso não pode ser melhorado com o tempo e que games que já rodem Vulkan nativamente, como o Doom 2016, rodem perfeitamente no Linux sem precisar de mais nada, além dessa camada de compatibilidade.

Existem muitas coisas a se refletir no entorno dessa notícia, então é bom ver os próximos capítulos, ir digerindo a informação e testando os jogos para saber como as coisas vão se desenrolar, então, certamente espere ver mais conteúdo sobre este assunto aqui na no blog e no canal também.

Gostaria de lembrar que estamos fazendo muitas lives de jogos no Linux na Twitch.tv/Diolinux, então segue a gente por lá, as lives são muito mais frequentes que no YouTube, acontecendo quase todos os dias.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Insurgency: Sandstorm vai ter uma versão para Linux

Nenhum comentário

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

A produtora do game Insurgency, New World Interactive, anunciou mais um título para a franquia, o Insurgency: Sandstorm, que é uma sequência do jogo Insurgency de 2014 , que traz melhorias gráficas ao jogo.

Insurgency Sandstorm Linux






Para trazer melhorias gráficas ao jogo, a desenvolvedora usou a Unreal Engine 4, atrelado ao "modo de tática premiada 'Insurgency: Modern Infrantry Combat',  fazendo com que o game seja intenso, imersivo e “hardcore”.

Algumas novidades que a equipe da New World Interactive irá apresentar no jogo são:

⏺ Personalização de personagens e armas;
⏺ Design de áudio sem precedentes com o bate-papo com  voz posicional proporcionando o trabalho em equipe bem realista e o áudio ambiente “vivo” que irá levá-lo para ao campo de batalha;
⏺ Combate através de mapas expansivos em modos de jogo de até 16 contra 16 jogadores, ou cooperativa de 8 jogadores contra a IA, agora com veículos equipados com metralhadoras;
⏺ Funcionalidades multijogador competitivos, incluindo matchmaking, interface de transmissão e replays.

A versão para Linux do Insurgency: Sandstorm vai vir depois dos primeiros updates do jogo, como relataram os desenvolvedores, Alex e Jon, em um tópico no Reddit, onde eles abriram espaço para perguntas do público sobre o game.

“Esperamos ter um cliente Linux em algum momento dentro de nossas primeiras atualizações de conteúdo. Incluímos suporte a Linux para o Insurgency + Day of Infamy e queremos continuar a apoiar essa comunidade. Manteremos você atualizado conforme nos aproximarmos do lançamento.” - Alex

“Não temos nenhum anúncio sobre quando exatamente o suporte para Linux ou Mac estará chegando, mas estamos comprometidos em incluí-lo após o lançamento. Estamos focados primeiro em colocar a versão de Windows para funcionar, e também precisamos alocar recursos para o console.” - Jon

“Nós não temos nenhum anúncio específico ainda, mas vamos trabalhar no Xbox One, PS4, Mac e Linux, todos os lançamentos. Infelizmente, não podemos dizer qual virá primeiro neste ponto, pois ainda estamos avaliando os planos pós-lançamento e descobrindo um cronograma para cada plataforma.” - Jon

O game já está em pre-order na Steam e o lançamento será dia 18 de Setembro de 2018. As especificações do jogo ainda não foram anunciadas.

Aqui você pode conferir uma gameplay do jogo:

              

Mas conte aí pra gente nos comentários se você compraria e jogaria o game. =)

Até uma próxima e um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Um convite especial para você que gosta do Diolinux!

Nenhum comentário

terça-feira, 7 de agosto de 2018

Estou aqui para te fazer um convite muito especial! Agora o canal Diolinux está marcando presença em um novo setor também e queremos você por lá!

Twitch Diolinux






Nós estamos começando uma nova fase no "projeto Diolinux", como chamamos. As lives são uma forma muito interessante de interação com o público, de entretenimento e conhecimento, porém, o YouTube, curiosamente, não favorece muito esse tipo de formato, ao contrário da Twitch

Continuaremos fazendo as lives no YouTube também, mas elas serão versões do conteúdo padrão do canal, com a única diferença de ser ao vivo, já na Twitch, focaremos em games para Linux especialmente, é claro que podemos conversar sobre assuntos diferentes, mas estaremos rodando games quase que diariamente para você poder se divertir com a gente.

O projeto é fazer live na TwitchTV todos os dias desta semana e continuar com uma alta frequência nos dias seguintes, na medida do possível. Hoje mesmo teremos live por lá, basta você acessar o nosso canal da Twitch e acompanhar.

Vale a pena seguir o canal e talvez até baixar o App da Twitch para o seu Smartphone, assim você vai ser avisado sempre que nós entrarmos ao vivo, permitindo que você assista a live e também comente ao vivo, interagindo conosco e com as outras pessoas que estiverem assistindo.

Quanto a games, de forma geral, no YouTube vamos reservar o Sábado para postar conteúdo neste sentido, porém, não serão gameplays necessariamente, serão vídeos diferentes, vale a pena ficar de olho, os vídeos vão sair sempre às 19 horas lá, e assim, teremos 7 vídeos por semana! :D

Chegou a hora de mostrarmos que Linux pode ser usado para diversão com games também no antro de gamers da internet que é a Twitch! Entre você também para a #LinuxGamersGeneration!

Bora lá acompanhar a gente na Twitch então, temos um encontro marcado todos os dias depois das 19:30, é só ficar ligado! :)

Até logo!
____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Lista dos games para Linux em 2018

Nenhum comentário

sábado, 28 de julho de 2018

Já se foi o tempo em que "Linux não tinha jogos" ou "Linux não roda jogos". Isso vem caindo gradativamente a cada ano, graças a esforços de empresas como a Valve (dona da Steam), GoG, Nueevem e da Feral para que jogos inicialmente feitos para Windows, rodem em ambientes Linux.

Lista dos games para Linux em 2018






Outra iniciativa que tomou conta de 2018, foi a popularização da API gráfica VULKAN, que traz inúmeras melhorias para os jogos e também sendo multiplataforma, isso ajuda os "devs" a portarem mais facilmente os jogos para as diversas plataformas, como Linux, Windows e macOS

Hoje vamos mostrar alguns games que já foram lançados para Linux e quais ainda vão ser. A lista tá bem bacana com destaque para dois jogos do estilo Battle Royale.

Vamos começar com os títulos que já foram lançados:

 Warhammer 40,000: Gladius - Relics of War
⏺ Surviving Mars
⏺ Horizon Chase Turbo
Rise of the Tomb Raider
⏺ Northgard
Cultist Simulator
Overload
Total War Saga: Thrones of Britannia
Pillars of Eternity II: Deadfire
The Station
Ion Maiden (preview campaign)
Dead Cells (early access, lançamento da versão final em breve)
⏺ Ruiner
For The King
⏺ Iconoclasts
Neverwinter Nights: Enhanced Edition
N++
Battle Chasers: Nightwar
Full Metal Furies
Wizard of Legend

Como uma menção honrosa, temos o beta do Turok 2: Seed of Evil, Desperados - Wanted Dead or alive, POSTAL Redex, SEGA Mega Drive and Genesis Classics e muitos outros que fazem os portes dos seus jogos para Linux.

Na outra parte da lista, vamos mostrar alguns títulos que estão com os seus lançamentos previstos para o segundo semestre deste ano (2018) e começo do ano que vem (2019). Os jogos são:

Crazy Justice (Battle Royale)"Entre 20 de Julho - 30 de Julho";
⏺ Two Point Hospital - 30 de Agosto;
Life is Strange: Before the Storm - Porte feito pelo time da Feral;
Total War: WARHAMMER II - Porte feito pelo time da Feral;
Mavericks (Battle Royale) - Final de 2018 - Começo de 2019.

Também fizemos um artigo mostrando 7 sites/lojas que vocês podem comprar jogos para Linux e ter algumas horas de diversão.

Bom, essa lista pode ficar interminável conforme o gosto de cada um, pois em cada categoria de jogo pode haver o seu preferido e nessa lista só mostramos alguns jogos importantes. Mas conte aí nos comentários qual game você gostaria de ver portado para o Linux.

Um forte abraço, até uma próxima.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Conheça os vencedores das Keys do game "Horizon Chase Turbo"

Nenhum comentário

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Eu adoro vir aqui contar essas boas novas para vocês! Hoje vamos conhecer os vencedores da nossa promoção que ofertava keys Steam para o game "Horizon Chase Turbo", jogo este que é desenvolvido pelos nossos amigos brasileiros da Aquiris, aqui de Porto Alegre, no RS.

Sorteio Horizon Chase Turbo






Sem mais delongas, o sorteio foi feito através do sistema do Grem.io, são 4 chaves disponíveis e por isso quatro vencedores, que são:
  • Matheus da Silva de Lima 
  • Bruno Picoloto 
  • Diego Gutemberg Barbosa 
  • Fabricio Moreira 
Os vencedores podem ficar ligados em seus e-mails, por as keys serão enviadas para lá, depois é só ativar na Steam e baixar o jogo. O game funciona no Linux, no Windows e no macOS também, então a diversão está garantida!

Ajude-nos a impulsionar o mercado brasileiro de desenvolvimento de jogos, confira o gameplay do "Horizon Chase Turbo" no canal:


Para participar de futuras promoções e sorteios, fique ligado aqui no blog, no canal e nas nossas redes sociais. Se você usa o Telegram, existe uma forma muito simples de ficar por dentro de todas as nossas promoções, basta entrar neste canal.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Conheça os vencedores do Giveaway Diolinux - BlitzWolf!

Nenhum comentário

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Na semana passada nós começamos uma campanha no Diolinux para presentear 10 leitores do blog e inscritos do canal com um kit de produtos BlitzWolf, agora é hora de conhecermos os vencedores!

Vencedores da promoção




Queremos agradecer ao nosso patrocinador BlitzWolf por viabilizar os brindes que serão distribuídos entre os vencedores. O anúncio do sorteio também foi feito no canal Diolinux no YouTube conforme você pode ver logo abaixo:


O sorteio foi feito através do serviço Glem.io e os 10 vencedores são: 
  • hakoyama 
  • Mailson Maia 
  • Renato Guimarães 
  • Leandro Cordeiro 
  • Juarez Lisboa de Souza 
  • Ricardo Bernardi 
  • Edson Carlos da Rocha 
  • Davi Rodrigues Coelho 
  • Danilo Souza 
  • Paulo Vieira 
x

Aos vencedores, fiquem atentos aos seus e-mails para poderem informar o endereço de entrega ao pessoal da BlitzWolf. Nesta semana (amanhã mais precisamente) se encerra outro Giveaway do blog/canal Diolinux que vai sortear algumas keys do game "Horizon Chase Turbo" da desenvolvedora brasileira Aquiris.


Para participar deste sorteio de chaves para o game na Steam clique aqui.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Lançado "Rise of the Tomb Raider" para Linux

Nenhum comentário

quinta-feira, 19 de abril de 2018

A Feral Interactive anunciou hoje o lançamento do game "Rise of the Tomb Raider" para Linux, a versão para macOS havia sido lançado uma semana atrás pela empresa e finalmente temos o título "no pinguim".

Rise of the Tomb Raider






A espera acabou e temos mais um título "triplo A" chegando à plataforma Linux. O anúncio ocorreu hoje e para comemorar temos uma belo desconto na Steam para os jogadores.

O game de ação e aventura saiu em 2015 como exclusivo de Xbox One e 360, saindo em 2016 para Windows. As versões para macOS e Linux saíram apenas neste mês, porém, com todas os conteúdos adicionais já disponíveis. Trata-se da sequência direta do game "Tomb Raider" de 2013, o qual também possui versão para Linux e macOS, e mostra, como o título sugere, a acensão da protagonista "Lara Croft" ao se tornar uma "Assaltante de tumbas", na história a personagem tenta descobrir os mistérios da mítica cidade russa de Kitej, que segundo as lendas do game, contém os segredos para a imortalidade.


No momento em que escrevo este artigo o game está com quase 70% de desconto.

Os requisitos para o game no Linux são:

MÍNIMOS:

SO: Ubuntu 17.10

Processador
: Intel Core i3-4130T ou equivalente da AMD

Memória: 8 GB de RAM

Placa de vídeo: 2GB AMD R9 285 (GCN 3rd Gen and above), 2GB Nvidia GTX 680 ou melhor

Armazenamento: 28 GB de espaço disponível

RECOMENDADOS:

SO: Ubuntu 17.10

Processador: Intel Core i7-3770K

Memória: 12 GB de RAM

Placa de vídeo: Nvidia GTX 980Ti

Armazenamento: 28 GB de espaço disponível

O game utiliza o Vulkan apenas como API gráfica, ajudando a dar vida a essa nova geração de jogos para computador baseada na nova ferramenta.

Você pode conferir o trailer do game aqui: 


O pessoal da Feral Interactive foi muito gentil em nos fornecer uma chave para o teste do game, então em breve vocês podem esperar conteúdo relacionado a ele no canal, fiquem ligados.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Feral Interactive libera "Game Mode" para Linux

Nenhum comentário

terça-feira, 10 de abril de 2018

A principal empresa de portes de jogos para Linux, a Feral Interactive, anunciou uma nova ferramenta Open Source para ajudar a otimizar o desempenho de jogos no Linux. Trata-se de um daemon e uma lib que permitem que os games extraiam mais desempenho dos processadores.

Linux Game Mode






O chamado "Game Mode" da Feral Interactive, que está trazendo ainda nesta semana o "Rise of the Tomb Raider" pra Linux e macOS, consiste em fazer com que o game consiga alocar "mais atenção" do processador para assim melhorar o desempenho do mesmo.

O recurso foi criado especialmente para ajudar os jogadores que possuem apenas Placas Intel HD Graphics para jogar ou alguma outra APU AMD, onde em ambos os casos, o desempenho do jogo está diretamente ligado ao desempenho do CPU.

Ainda assim, mesmo jogadores que tenham placas de vídeo dedicada (da Nvidia por exemplo), poderão tirar alguma vantagem do recurso.

Como funciona e como instalar


O "Game Mode" é algo que funciona em Background no sistema e altera o comportamento do "CPU Governor" para uma aplicação em específico, no caso um jogo. O recurso consiste em uma espécie de "combo" de biblioteca e daemon que permite aos jogos requisitarem certas otimizações para o kernel de forma temporária.

O código da ferramenta está disponível no GitHub para os interessados em testar.

A ideia não é incluir o recurso diretamente nos jogos atualmente, sendo algo que o usuário deve tomar a liberdade para si de usar ou não, mas em tese, nada impede que existem implementações diferentes do futuro.

Para instalar no seu sistema (apenas distros baseadas em Ubuntu e Arch) você deverá fazer a instalação via linha de comando, trata-se de um ajuste avançado, mas não necessariamente complicado.

Precisamos de algumas dependências antes:

(Ubuntu, Linux Mint, elementary OS e derivados)
sudo apt install meson libsystemd-dev pkg-config ninja-build git
(Arch, Manjaro e derivados):
sudo pacman -S meson systemd ninja git 
Os demais comandos são iguais para qualquer distro:
git clone https://github.com/FeralInteractive/gamemode.git 

cd gamemode
./bootstrap.sh
Depois disso, reinicie o computador para que o Daemon inicie já junto com o sistema e observe se tudo inicializa corretamente. Você pode pressionar a tecla "F8" para verificar a inicialização em modo "verbose" para ter mais informações.

Depois disso você precisa indicar manualmente que o jogo deve usar este recurso, o que teoricamente pode ser feito com um comando assim:
LD_PRELOAD=/usr/\$LIB/libgamemodeauto.so ./game
Onde "./game" no final é o caminho e binário do jogo, mas no caso da Steam, fica mais simples, basta editar os parâmetros de inicialização.

Clique com o botão direito do mouse sobre o jogo na sua biblioteca Steam, vá em propriedades e depois clique em "Set Launch Options" e cole o seguinte comando:
LD_PRELOAD=$LD_PRELOAD:/usr/\$LIB/libgamemodeauto.so %command%
Assim como está na imagem:

Diolinux tesde Game Mode Feral Interative

Clique no "Ok" e jogue normalmente.

Testes preliminares e desempenho


Claro que é cedo para dizer qualquer coisa, o projeto acabou de ser anunciado e ainda deve receber muitas melhorias e otimizações, mas a primeira vista a impressão foi boa.

Eu vou instalar alguns games mais pesados para fazer alguns testes e verificar, mas testei com dois jogos, Rocket League e Ballistic Overkill e os resultados foram interessantes.

Os jogos são relativamente leves e a máquina é potente (Ryzen 7, 16 GB de RAM DDR4 de 3000 Mhz, SSD e um GTX 1060 de 3 GB), mas ainda assim tive uma pequena melhoria.

Em ambos os jogos eu obtive uma média de 10 a 15 FPS acima do "normal" sem essa modificação. Ambos os jogos já rodavam muito acima dos 100 FPS, então a diferença em game não se torna grande, ainda mais em uma máquina assim, no caso do Ballistic Overkill por exemplo, o game chega a passar de 200 FPS.

Ambos os jogos foram testados com todos os gráficos, texturas e filtros nas opções de qualidade máxima.

Pretendo fazer testes em hardware mais modesto, onde ali sim, espero ter resultados mais animadores.

Se você testar, compartilhe conosco o resultado através da sessão de comentários, lembre de informar o hardware do computador, distro, qual e game e qual configuração gráfica você estava usando e se possível, mencione um "antes e depois".

Para deixar de usar o "Game Mode" no jogo, basta tirar o parâmetro de inicialização do lançador da Steam. Outra coisa que esperamos do futuro é que existe uma forma mais simples para aplicar esta funcionalidade, exigindo menos conhecimento técnico, funcionando talvez como um pacote de software, como qualquer outro que você instala dando dois cliques, ou que seja uma função já incorporada nos próprios jogos.

Bom proveito!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.



TOP 10 - Aplicativos que todo mundo deveria ter no seu Linux

Nenhum comentário

sábado, 31 de março de 2018

Sempre que um pessoal novo chega a alguma distro Linux, como Ubuntu ou o Mint (que estamos tomando como base), sempre se perguntam quais programas devem instalar para ter uma certa produtividade ou diversão na plataforma. E nesse post vou mostrar alguns aplicativos que na minha opinião, vão lhe ajudar nessa "jornada". Para facilitar vou dividir em categorias. Então chega mais! 👊😁

TOP 10 - Aplicativos que todo mundo deveria ter no seu Linux






Quando terminamos de instalar qualquer distro Linux sempre nos perguntamos quais programas devemos instalar para aproveitarmos ao máximo o sistema que terminamos de instalar, na lista abaixo vou mostrar alguns programas que eu acho bacana ter no computador.

1 - Navegador de Internet


Como não poderia faltar estou recomendando o browser (navegador) mais popular do momento, que é o Google Chrome, onde você vai poder utilizar para acessar praticamente tudo na internet, como Bancos, YouTube, Netflix, Facebook, etc.

TOP 10 - Aplicativos que todo mundo deveria ter no seu Linux

Para baixar o Chrome, você pode clicar AQUI.

2 - Multimídia 


Como ninguém é de ferro e precisa se divertir e relaxar, nada melhor do que ouvir uma música e ver um vídeo com a família ou amigos.

Por isso começo com o Spotify, que reúne uma gama enorme de musicas no seu acervo. Ele já aparece nas centrais de programas da maioria das distros Linux, e se não estiver, também é encontrado nos formatos Snap e Flatpak.


TOP 10 - Aplicativos que todo mundo deveria ter no seu Linux
Para baixar, basta clicar AQUI.

O próximo da minha lista acho que seja essencial em qualquer sistema operacional, servindo para abrir praticamente qualquer arquivo de vídeo e áudio. Estou falando do versátil e "guerreiro" VLC Player, recomendo ele porque o uso há praticamente 10 anos e nunca me deixou na mão para reproduzir qualquer arquivo multimídia. 


TOP 10 - Aplicativos que todo mundo deveria ter no seu Linux

Para baixar ele, você tem duas alternativas, clicando AQUI você a sua Central de Programas e instala ele, ou clicando AQUI e baixando direto do site dele.

Por último um programa que me conquistou pela versatilidade e praticidade em poder baixar vídeos da internet, como Facebook, Dailymotion e YouTube por exemplo, o 4K Vídeo download.

TOP 10 - Aplicativos que todo mundo deveria ter no seu Linux

Você pode baixar ele através do site da desenvolvedora, clicando AQUI.

3 - Games e apps complementares


Esta categoria pode gerar alguma discordância ou algo do tipo, mas não podemos negar que temos games e aplicativos complementares para quem gosta de dar uma jogadinha no pinguim.

Primeiro vamos começar pela Steam, que é atualmente a maior plataforma de distribuição e vendas de jogos online, metade do seu seu acervo já tem porte para o Linux, além disso, como já foi mostrado aqui no blog, existem outras 7 plataformas de distribuição que você pode acessar AQUI, além da plataforma da Valve, ou seja, Games no Linux estão se tornando algo muito sério para várias empresas.


Para baixar a Steam, você pode utilizar a Central de Programas da sua distro ou acessar o site da Steam e baixar clicando AQUI.

Também não poderia faltar o Discord, a plataforma de comunicação mais usada pela galera gamer e que também está disponível para Linux.

TOP 10 - Aplicativos que todo mundo deveria ter no seu Linux

Para baixar o Discord, você pode utilizar a Central de Programas da sua distro ou acessar o site oficial e baixar clicando AQUI.

4 - Messengers


Nessa sessão vou recomendar dois programas desenvolvidos pela comunidade para os dois messengers mais populares e usados no momento. O Messenger do Facebook e o WhatsApp.

O primeiro foi desenvolvido por Dario Ferrando, utilizando a plataforma Electron,  e conseguiu trazer o messenger do Facebook para qualquer sistema operacional, como você pode ver na imagem abaixo, ele é bem "simpático" e de fácil manuseio.

TOP 10 - Aplicativos que todo mundo deveria ter no seu Linux

Para baixar o Messenger, você pode acessar o site deles clicando AQUI. Lembrando que não se trata de um cliente oficial.

O segundo foi desenvolvido pelo Enrico204, também utilizando a plataforma Electron, e assim trazendo a vida uma versão de desktop, do popular WhatsApp. Ele funciona da mesma forma que a versão Web com a diferença de que possui integração com a barra de notificações do sistema.


TOP 10 - Aplicativos que todo mundo deveria ter no seu Linux

Para baixar o WhatsApp Desktop, você pode acessar o site deles clicando AQUI. No caso do Linux Mint você o encontra na própria Central de Aplicativos da distros.

5 - Produção Audiovisual 


Nesta categoria vou recomendar dois aplicativos que eu uso no meu dia a dia. Quero fazer uma menção "de honra" ao GIMP, que já teve inúmeros posts aqui no site e que você pode conferir AQUI.
Apesar do GIMP ser extremamente versátil e poderoso, para as pessoas que só querem editar as suas fotos de uma forma mais simples em uma interface mais "moderninha", o Pixeluvo se torna uma opção.


Pixeluvo é um editor de imagem extremamente prático e de muito fácil de aprendizado. Ele conta com duas versões, uma Free (que tem algumas limitações) e uma paga que custa até o presente momento US$ 34,00. Você pode inclusive ver o vídeo demonstrativo dele no canal Diolinux.


TOP 10 - Aplicativos que todo mundo deveria ter no seu Linux

Para baixar o Pixeluvo, você pode acessar o site deles clicando AQUI.

O último aplicativo dessa minha lista, e que não poderia faltar, é o poderosíssimo editor de áudio Audacity. Muitos produtores de conteúdo, tanto na internet quanto na industria "convencional", utilizam ele por causa da sua simplicidade e fácil manuseio, mas não deixando a desejar para soluções pagas.

TOP 10 - Aplicativos que todo mundo deveria ter no seu Linux

Para baixar o Audacity, você pode utilizar a Central de Programas da sua distro ou acessar o site do software e baixar clicando AQUI

E esse foi o meu TOP 10 de aplicativos que todo mundo deveria ter na sua distro Linux, mas me conte você quais aplicativos não podem faltar na sua pós-instalação do Linux, os comentários estão abertos para você! :)

Até a proxima e um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo