Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador mark shuttleworth. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador mark shuttleworth. Mostrar todas as postagens

Canonical releva: Ubuntu 18.04 LTS agora terá suporte de 10 anos!

Nenhum comentário

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Em comentários proferidos no mais recente OpenStack Summit, Mark Shuttleworth, fundador e CEO da Canonical, empresa que desenvolve o Ubuntu, anunciou uma extensão magnífica no suporte do Ubuntu 18.04 LTS.

Ubuntu LTS com 10 anos de suporte






Em um keynote no OpenStack Summit, acontecendo em Berlin, Alemanha, o fundador da Canonical, Mark Shuttleworth, anunciou que o Ubuntu 18.04 LTS, lançado em Abril de 2018, que originalmente tinha 5 anos de suporte a atualizações de segurança e manutenção, agora passará para 10 anos, dobrando o período de tempo que as empresas e desenvolvedores poderão utilizar o mesmo sistema em seus produtos e empreendimentos.

"Eu estou feliz em anunciar que o Ubuntu 18.04 será suportado por 10 anos", comenta Shuttleworth. "Em parte porque existem 'horizontes' de longos períodos onde certos tipos de indústrias, como as financeiras e de telecomunicações, assim como as indústrias de IoT (Internet das Coisas), desenvolvem serviços e produtos que são mantidos por pelo menos uma década", complementa. Essa nova condição faz com que o Ubuntu seja uma opção interessante para estes mercados também.

Em declarações no mesmo keynote, o CEO da Canonical comenta que a empresa aprendeu ao trabalhar com o mercado que tempo de suporte importa muito e pode ser um grande diferencial. Recentemente, Mark Shuttleworth havia declarado que a venda da Red Hat para IBM poderia beneficiar a Canonical e, aparentemente, essa é uma das primeiras medidas a serem tomadas pela empresa britânica para se tornar mais competitiva no segmento.

No evento Mark complementou as duas declarações sobre a venda da Red Hat, dizendo que a aquisição da empresa por outra gigante não é necessariamente uma surpresa, dizendo saber que a Red Hat realmente vendia e valia muito dinheiro, apenas não imaginava que alguma companhia acordaria em pagar 34 bilhões de dólares por ela, o que é um valor pegou todos de surpresa, não só Shuttleworth, sem dúvidas.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Mark Shuttleworth comenta que compra da Red Hat pela IBM pode ajudar o Ubuntu

Nenhum comentário

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Mark Shuttleworth fez uma postagem no blog do Ubuntu, comentando sobre a aquisição da Red Hat pela IBM e que isso é uma boa notícia para o Ubuntu.

 Mark Shuttleworth comenta que compra da Red Hat pela IBM pode ajudar o Ubuntu






Como noticiamos semana passada, a Red Hat foi vendida para a IBM pela bagatela de 34 bilhões de dólares e assim se tornando a maior compra feita no mundo corporativo de tecnologia. E o dono da Canonical se pronunciou sobre o assunto

Na postagem, Mark parabenizou a Red hat pelo papel feito perante a implementação do Open Source como uma alternativa altamente viável do UNIX, assim tendo um papel fundamental neste movimento. Ainda complementou que “a aquisição é uma uma progressão significativa do open source para o quadro mainstream”. Mas não deixou de dar aquela alfinetada na Red Hat, visto que eram concorrentes nos segmentos de IoT, Cloud, Kubernetes, OpenStack, com as seguintes declarações:

“Nos últimos dois anos, muitos clientes proeminentes da Red Hat selecionaram o Ubuntu e contrataram a Canonical para criar uma infraestrutura e soluções de código aberto mais eficientes e enxutas para novas iniciativas e importantes. Entre eles, contamos com os principais bancos, empresas de telecomunicações, governos, universidades, companhias aéreas, seguradoras, gigantes da tecnologia e conglomerados de mídia. Vários têm falado publicamente e com crescente confiança, de seu sucesso no Ubuntu.”

Se você quiser ler o post original de Mark, clique aqui.

Também debatemos o assunto no Diolinux Friday Show, onde colocamos as nossas ideias e como isso poderia impactar em outras empresas que oferecem Linux (como a Canonical e Suse) e também se o Fedora seria afetado.

Também é bom ver que a Canonical esteja atenta nos movimentos do mercado e se posicionando como uma força para em áreas bem lucrativas, como a “Cloud Public”, “OpenStack”, Governos, Universidades entre outras.

Mark Shuttleworth é um homem de negócios e aproveitou o momento para fazer um “jabá” da sua empresa, apresentando-a como uma solução para aqueles que não gostam da IBM e são clientes Red Hat. O que você achou das declarações?

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Revelado o provável nome do Ubuntu 19.04, se chamará Disco Dingo, mas hein?

Nenhum comentário

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

No dia de hoje foi dado uma pista e muito quente quanto ao novo nome do Ubuntu 19.04, indicando um nome nada comum: “Disco Dingo”. Se esse nome se manter vai ser a segunda versão do Ubuntu em ter a dobradinha no nome com a letra D, como foi na versão 6.06 “Dapper Drake”.

 Revelado o provável nome do Ubuntu 19.04, se chamará Disco Dingo, mas hein?





O nome apareceu em dois sites do projeto Ubuntu, um foi no launchapd.net e o outro no archive.ubuntu.com, onde aparece os codinomes “Disco Dingo” e “Disco” respectivamente.

A composição dos nomes das versões do Ubuntu é feita com um adjetivo e o nome de um animal, ambos começando com as mesmas letras.

A palavra DISCO pode ser interpretada de duas formas, a primeira é a de um lugar onde se faz uma festa ou um clube aonde as pessoas dançam com luzes, um seja, uma Discoteca. A outra é o gênero musical mesmo, “Disco Music”, manja? Boca de sino e “us badalaqui tudo, bicho”.

O nome "Dingo" é referente a um cão selvagem que vive na Austrália,  sua pele se parece com uma cor “Areia”, além de caçarem em bando ou sozinhos e ficar de “mau humor” quando os humanos chegam perto. Na Austrália o nome do bichinho ficou com outro significado, como “covarde”, fazendo uso de uma expressão local. 

O Ubuntu 19.04 chega em Abril de 2019 e terá suporte de 9 meses. Ele poderá vir com o GNOME 3.32 e vários outros pacotes nas suas versões mais recentes, mas por hora não se tem maiores informações (até o fechamento e publicação deste post.).Também não foi divulgado nada no site pessoal do Mark Shuttleworth sobre o assunto.

Agora é esperar para ver o que a Canonical “está aprontando” com o Ubuntu e quais vão ser as novidades e melhorias que ela vai implementar em seu sistema.

Só acho que eles perderam a chance de chamar o novo Ubuntu de “Dauntless Diolinux”, mas tudo bem…, a gente espera ao alfabeto virar de novo! xD

Espero você até uma próxima e um forte abraço.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo