Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador tema de icone. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador tema de icone. Mostrar todas as postagens

Ícones Yaru do Ubuntu podem receber um "leve redesign"

Nenhum comentário

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Parece que o Ubuntu ainda está revendo seu design atual, com um pack de ícones “controverso”, que tenta propor um design novo, porém ao mesmo tempo sem descaracterizar os ícones de terceiros, o tema de ícones Yaru vem “lutando” entre manter os ícones num estilo meio quadrado/arredondado e usar os ícones oficiais de apps de terceiros.

redesign-novos-icones-yaru-ubuntu-suru

Recentemente a equipe de designers da Canonical estava desenvolvendo uma solução para tal paradigma, até noticiamos sobre a mesma, num post bem interessante, entretanto ao que parece, a investida de criar um script que automatiza a padronização dos ícones de terceiros sem agredir sua identidade visual, talvez não seja a melhor solução.

É notório o desagrado de alguns usuários sobre esse novo rumo e design dos ícones Yaru, um ícone mais quadrado mantendo todos apps num padrão visual, é condizente com as aplicações nativas ao sistema, o “desfalque” começa quando instalamos vários softwares de terceiros, descaracterizando uma harmonia visual com ícones quadrados e alguns fora do padrão. Se por um lado mudar os ícones dos softwares como Firefox, Spotify, Skype, Discord etc; Pode matar a identidade visual proposta por seu fabricante, manter todos os ícones do sistema num padrão e outros sem, parece algo contraditório, e a equipe do Yaru vem tendo grandes dificuldades com o desfecho desta questão.

Ícones Yaru junto a softwares de terceiros (Atual)


icones-yaru-ubuntu-suru-atual

E qual a solução, afinal? Não existe algo finalizado. Os designers, ao que tudo indica, estão começando a desistir desta ideia de “ícones quadrados”, e começaram a experimentar outras formas de desenhos, misturando objetos quadrados, retangulares e circulares no mesmo tema. Um fork do Yaru foi criado, e testes estão sendo feitos, com tais experimentações de formatos diversificados, contudo, sem perder a premissa de identidade visual e consistência dos ícones originais de aplicações de terceiros.

Ícones Yaru junto a softwares de terceiros (Em testes)


icones-yaru-ubuntu-suru-teste

Ainda em fase de testes


Por ser algo relativamente novo, os ícones obviamente não estão todos prontos, e nem a ideia foi tomada como decisão final, a discussão ainda continua: Qual a melhor decisão a ser tomada? Ao que parece, “pelo andar da carruagem”, este será o caminho tomado pela equipe do Yaru.

Se você é um apressadinho (ou curioso 😂😂😂), e gostaria testar os ícones com esse novo redesign, basta instalar via snap, ou substituir, caso tenha ele instalado.

Instalando os ícones, caso não tenha a versão estável

snap install communitheme --channel=edge/yaru-pr1209

Substituindo os ícones pelo “redesign”

snap refresh communitheme --channel=edge/yaru-pr1209

Voltando para versão estável

snap refresh communitheme --stable

Para remover basta substituir o parâmetro “install/refresh” pôr “remove”.

Torne como padrão o tema de ícones Yaru através da aplicação “gnome-tweak-tool”, você pode instalá-lo via terminal com o seguinte comando:

sudo apt install gnome-tweak-tool

Ou via interface gráfica, para isso abra a loja e pesquise por “ajustes do GNOME” e instale o app.

gnome-ajustes-ubuntu-temas-icones-loja

Execute o mesmo pesquisando no menu do Ubuntu por “ajustes do GNOME”, abra o programa e na aba “Aparência”, selecione na opção’ Ícones” o tema Yaru, que estará com o nome “Communitheme”.

gnome-ajustes-ubuntu-temas-icones-configurando

Conforme os designers forem atualizando o pack de ícones, você também receberá as modificações normalmente por atualizações do sistema.

E você, curtiu esse “redesign” no tema de ícones Yaru? Particularmente uso uma customização que fiz mesclando o Suru + Yaru, e agora com essa nova opção, estou pensando em dar um upgrade e substituir os ícones que não achei legal. 

Deixe nos comentários o que achou deste caminho traçado pela equipe de arte do Ubuntu, ou se prefere os ícones padrões do Gnome etc.

Até o próximo post, te aguardo aqui no blog Diolinux, SISTEMATICAMENTE! 😎

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Oomox, uma ferramenta para criar temas GTK

Nenhum comentário

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Recentemente disponibilizamos uma personalização do tema Mint-Y, todo customizado “na unha”, e com o processo explicado passo-a-passo num vídeo na Twitch.

O resultado final foi esplêndido, porém trabalhoso, sendo preciso alguns softwares para criar tal customização, o GIMP como sempre presente 😉😁😁, entretanto por ser algo demorado algumas pessoas desistirão no meio do caminho, mas existe uma solução prática e acessível, agradecemos ao nosso leitor Jhonatan Dias pela dica.

temas-gtk-oomox

Caso queira customizar seu sistema, sem ter muito trabalho, a ferramenta Oomox é ideal para você, com ela a criação de temas GTK será rápida e intuitiva.

Instalando a aplicação Oomox


Na página do GitHub do Oomox você verá diversas formas de instalação para cada distribuição Linux. No caso do Ubuntu, Linux Mint e derivados, você pode efetuar o download de um arquivo “.deb” e instalar via interface gráfica, ou instalar a versão em Flatpak, diretamente do Flathub ou loja do seu sistema, caso esteja habilitado.

Não sabe como adicionar suporte ao repositório Flathub no seu Ubuntu? Confira o post e configure o Flatpak em seu sistema (no Linux Mint 19 o Flatpak já vem habilitado por padrão).

Depois de habilitar o repositório Flathub ao seu sistema, basta pesquisar na loja por Oomox, e instalar o programa.

oomox-flatpak-temas-gtk

A interface do Oomox


O software tem sua interface dividida basicamente em 4 elementos, uma barra superior com botões responsáveis por ações como: “Importar esquemas de cores”, “Clonar o tema”, “Salvar o tema”, “Renomear o tema”, “Excluir o tema”, “Exportar o tema”, “Exportar os ícones”, “Exportar os esquemas de cores para o terminal” e um menu hambúrguer com todos os atalhos do programa.

A parte principal da aplicação é subdividida em 3, na esquerda ficam os “‘Presets” e “Plugins”, com variações de temas oferecidas previamente pelo programa, e também ficará os temas customizados e criados pelo usuário.

No centro ficam propriamente todas as opções de customizações dos temas, como o “Theme Style” que lhe permite personalizar e criar temas baseados no momento em 3 temas super conhecidos pela comunidade, que são: o “Numix”, “Material” e “Arc”.

Além das cores dos temas e seus elementos, existe a possibilidade de criar alguns temas de ícones com variações de cores, como esquemas de cores para o terminal.

A última parte do software na direita, fica o preview das modificações em tempo real, muito útil e evitando a aplicação manual do tema para ver os resultados.

oomox-interface-tutorial

Criando seu tema


Existem diversas maneiras de se criar um tema no Oomox, entretanto julgo mais simples proceder da seguinte maneira:

1º Encontre um Preset de um tema que goste e clone o tema.

2º Modifique as cores conforme seu senso crítico de design, afinal o tema é seu.

Para modificar os valores, basta clicar nos quadrados e escolher conforme a paleta de cores, ou digitar o valor hexadecimal da cor.

3º Depois de customizar todas as cores, do preset escolhido e do theme style, salve o tema.

4º Na barra superior clique em “Export Theme”, uma janela aparecerá, marque a opção e dê prosseguimento a ação, aguarde o processo finalizar.

exportar-tema-gtk-oomox-tutorial

Seu tema será exportado para pasta do seu usuário atual, na home, dentro de “.themes”.

oomox-tema-exportado-distribuir

Você poderá distribuir cópias deste seu tema para amigos, e caso queira dos ícones também, basta clicar em “Export Icons”, e eles serão exportados para pasta “.icons” do seu usuário atual.

Para visualizar as pastas ocultas tanto no Mint como no Ubuntu, basta pressionar a combinação de teclas CTRL+H, e as pastas serão visíveis.

Aplicando o tema no Ubuntu (Gnome)


No Ubuntu pesquise na loja por “Ajustes do Gnome” e instale o programa, caso deseje faça via terminal com o comando:

sudo apt install gnome-tweak-tool

baixar-gnome-tweak-tool

Pesquise por “Ajustes” no menu do Ubuntu e abra o programa.

executar-gnome-ajustes

Na aba “Aparência”, selecione o seu tema na opção “Aplicativos”.

setar-tema-oomox

Aplicando o tema no Mint Cinnamon


No Linux Mint pesquise por “Configurações do sistema” no menu, logo em seguida acesse a opção em “Aparência>>Temas”.

temas-linux-mint

Em temas notará diversas alternativas, como “Borda da janela”, “Controles” e “Área de Trabalho”. Selecione o tema que acabou de criar em cada uma destas opções e customize sua distro.

temas-linux-mint-configurar-oomox

Com essa aplicação é muito simples modificar a aparência do sistema e deixá-lo ao seu gosto, recomendo por sua criatividade e “lado artístico” à prova e sair criando numerosos temas GTK.

Gostou da aplicação Oomox? Já conhecia ou utilizava? Deixe nos comentários suas opiniões sobre o programa.

Te espero no próximo post, aqui no blog Diolinux, SISTEMATICAMENTE! 😎

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Novos ícones do Ubuntu, conheça a atualização do tema da distro

Nenhum comentário

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Com o lançamento do Ubuntu 18.10 Cosmic Cuttlefish, a Canonical trouxe melhorias no design, algo que os usuários de Ubuntu vinham pedindo há alguns anos. Foi entregue nesta versão o tema feito pela comunidade do Ubuntu, o Yaru, tema das aplicações, shell e ícones.

atualizacao-icones-yaru-ubuntu

O pack de ícones Yaru, é uma fork do famoso tema de ícones Suru, do design Sam Hewitt, responsável por outros ícones consagrados na comunidade, como: Paper, Moka, Faba, Solus. E até contribuições em outros ícones de projetos, o Adwaita do Gnome e os ícones do ElementaryOS.

Ícones Suru


icones-suru-theme

A comunidade Ubuntu então decidiu basear seu tema de ícones no Suru, dando vida ao Yaru, mas com uma decisão acertada, em meu ponto de vista, de não alterar ícones de terceiros, descaracterizando-os. Um problema que vejo o tema Mint-y cometer.

Novos usuários poderiam ficar confusos ao não identificar os ícones de aplicações como, Firefox, GIMP, etc. Mas eis que outro problema pode afetar o Yaru. A inconsistência no design.

Tema Yaru (perceba que aplicações de terceiros destoam, da temática dos ícones)


icones-yaru-terceiros

Contornando a situação


Amenizando essa incoerência, que os ícones de terceiros podem ocasionar ao visual do Yaru, a equipe de desenvolvimento do tema elaborou uma saída muito interessante. Um script que adiciona um fundo de mosaico, estilo ao do Suru, nos ícones de terceiro do Yaru.

icones-yary-surufy

Essa estratégia visa manter o design original das aplicações, sem sacrificar a proposta do tema. O script denominado “Surufy”, tem o objetivo de no ato da instalação, identificar a aplicação, se a mesma existe no set de ícones Yaru. E se não, adicionar esse mosaico.

O script também será capaz de identificar as cores preeminentes no ícone e usá-las como base, para seu fundo colorido. De certa forma, parecido com a proposta que o Unity 8 tinha.

Tudo ainda está em fase de desenvolvimento e testes, ao contrário que alguns sites anunciaram essa funcionalidade não virá na próxima versão do Ubuntu 19.04, como explica o desenvolvedor Carlo Lobrano, da equipe de design do Yaru.

Testes iniciais do script Surufy


Tratando-se de algo relativamente novo, os desenvolvedores vem amadurecendo a ideia, e implementando as funcionalidades desejadas no script. 

Antes só se conseguia adicionar o mosaico de fundo nas imagens, com um fundo translúcido, conforme a imagem à seguir:

surufy-script-desenvolvimento

Depois conseguiram adicionar uma cor sólida, na qual o script coletava a cor predominante do ícone e adicionava ao fundo.

surufy-yaru-icones-mosaico-fundo-colorido

Muito trabalho a ser feito


Mesmo sendo muito criativa, a solução ainda está em estágio inicial, e alguns empecilhos rodeiam a equipe de desenvolvimento. 

A implementação deverá ser feita em diversas maneiras de instalação, visto que usuários podem adicionar apps de diferentes formas: via Apt, Flatpak, Snap. Sobre AppImage nada foi dito, mas creio que também seja englobado por tal solução no futuro. Como podem observar na imagem acima, em algumas aplicações o script tem dificuldade em adicionar o fundo.

Essas mudanças dificilmente darão as caras no Ubuntu 19.04, mas é curioso ver que depois de tantos anos, enfim o Ubuntu vem ganhando um refinamento visual, com pessoas que entendem de design.

Curtiu a solução da equipe do Yaru? Gostaria de vê-lo na próxima LTS? Diga nos comentários sua opinião.

Nos vemos no próximo post, e como de costume, compartilhe o conteúdo do blog Diolinux, SISTEMATICAMENTE! 😎
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Como instalar o tema minimalista Zafiro no Ubuntu

Nenhum comentário

sábado, 6 de outubro de 2018

Se você estiver procurando uma alternativa de temas de ícones minimalista aos já consagrados Numix, Papirus e Suru, o tema Zafiro vem para ser mais uma opção para esse hall.


Como instalar o tema minimalista Zafiro no Ubuntu






O desenvolvedor do tema comenta no GitHub sobre as inspirações artísticas da obra:

“Os Ícones são minimalistas e criados com a técnica ‘flat-design’, utilizando cores desbotadas e sempre acompanhadas de branco. A prioridade é a simplicidade.”

Isso se torna um diferencial frente a alguns temas flats por aí, em que as cores são “vibrantes” e irregulares. Já no Zafiro a paleta de cores tende a ser mais suave e discreta.

Ainda, segundo o desenvolvedor zayronxio, que participa de outros projetos relacionados a temas, que você pode conferir aqui, ele está ciente que ainda faltam alguns ícones para alguns aplicativos nativos e de terceiros, entretanto, ele informa que está aberto a sugestões e as pessoas podem colaborar diretamente através do seu github.

Instalando o tema Zafiro


Baixe o tema à partir do GitHub, ele virá em um pacote compactado (zip), basta extrair o tema do arquivo compactado para a pasta .icons (ponto icons) dentro da sua pasta pessoal. Depois é só fazer a alteração do tema pelo software adequado a sua interface gráfica.





No Linux Mint você pode usar as próprias configurações do sistema e no Ubuntu, use o Gnome Tweaks.

Quem deseja fazer o processo de instalação pelo terminal pode seguir os seguintes passos:

git clone https://github.com/zayronxio/Zafiro-icons.git

mv Zafiro-icons /home/$USER/.icons/


Feito isso, agora você pode desfrutar do novo tema para o seu sistema.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo