Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador tessa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador tessa. Mostrar todas as postagens

Como instalar a última versão do Mesa Driver no Ubuntu e Linux Mint

Nenhum comentário

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

O Mesa Driver é um driver de vídeo de código aberto que é utilizado em praticamente todas as distribuições Linux, o projeto Mesa libera drivers de código aberto para placas Nvidia, Intel e AMD, e hoje você vai aprender a atualizar os drivers do Ubuntu sem precisar alterar a versão do Kernel.

Mesa Driver



Essa dica pode ajudar muito você que usa Ubuntu ou algum sistema derivado e quer ter os drivers abertos mais recentes para melhorar os FPS dos games, quem sabe até melhorar autonomia da bateria do seu Notebook devido as otimizações.

Este PPA de Mesa Driver é recomendado especialmente para quem usa drivers open source, especialmente quem usa chip Intel ou AMD, quem usa Nvidia pode muito bem usar os proprietários seguindo este outro tutorial e desempenho será melhor.

Alterar componentes gráficos pode ser algo sensível no sistema, então prossiga sabendo que caso algo dê errado, você terá que reverter o processo.

Se você prefere fazer as coisas sem utilizar o terminal, acesse este tutorial.

Recomendo instalar o PPA Purge para remover os pacotes caso haja algum problema.
sudo apt install ppa-purge
Você pode verificar a sua versão do Mesa Driver instalado usando o seguinte comando:
glxinfo | grep "OpenGL version"
Agora vamos adicionar o PPA do Mesa Driver, rode no terminal:
sudo add-apt-repository ppa:paulo-miguel-dias/pkppa
Este comando acima adiciona o repositório dos drivers, agora podemos atualizá-lo e depois atualizar o sistema para receber os novos pacotes:
sudo apt update && sudo apt dist-upgrade
Depois de atualizado, você precisa reiniciar o computador, você pode rodar novamente o comando para verificar a versão do Mesa Driver e ver em qual versão você está. 

Caso algo saia errado ou por qualquer outro motivo você queria remover os drivers e voltar ao normal use:
sudo ppa-purge ppa:paulo-miguel-dias/pkppa
Depois da remoção você deve reiniciar o computador e você estará de volta com os drivers originais do sistema.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Linux Mint 19.1 - Como atualizar da versão 19 sem formatar

Nenhum comentário

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Os desenvolvedores do Linux Mint anunciaram a versão 19.1, de codinome "Tessa", recentemente. Hoje, um dia após o lançamento da versão mais recente, as informações sobre a atualização para a última versão do Linux Mint foram divulgadas. Aprenda agora a atualizar para a versão mais recente da distro sem precisar formatar o seu computador.

linux-mint-191-upgrade






Eu fiz a atualização do meu Linux Mint 19 (Cinnamon) para a versão 19.1 esta manhã, estou usando o sistema o dia todo praticamente e não encontrei qualquer problema até então. Vou te ajudar no procedimento, vamos lá?

Como atualizar o seu Linux Mint para a última versão


1 - O primeiro passo é ter certeza de que você está com todas as suas atualizações em dia. Abra o gerenciador de atualizações pelo menu ou pelo ícone na barra de indicadores, clique em "Atualizar" e se houverem atualizações, aplique-as antes de continuar.

Atualização Linux Mint

Por questão de precaução, os desenvolvedores sugerem que você faça um backup/snapshot do sistema através do TimeShift, a ferramenta de backups do Linux Mint que você encontra no menu. O procedimento não deve falhar, mas em todo caso, se você quiser ter uma segurança a mais é uma boa prática.


2 - O próximo passo é no próprio gerenciador de atualizações, clique no menu "Editar" e você deverá encontrar a opção "Atualizar para 'Linux Mint 19.1 Tessa'", clique na opção.


3 - Você será recebido com a tela de boas-vindas da atualização, onde existem notas da versão para você conferir, informações sobre novos recursos e requisitos mínimos para usar a nova versão. Para saber mais sobre as novidades do Linux Mint 19.1, confira o artigo que fizemos sobre o lançamento da versão.

Uma dica importante, caso você use um Notebook, vale ressaltar a importância de deixar o computador na alimentação ou ao menos, ter a bateria bem carregada. O tempo de atualização demora de acordo com a velocidade da sua internet e também a capacidade do seu hardware.


4 - Depois de iniciar a atualização, uma janela com uma barra de progresso será exibida, de forma geral você não precisa interagir com ela, mas no meu caso, como eu uso uma extensão do Nemo para o Dropbox que oferece uma integração extra, foi necessário clicar em "ver mais" e confirmar a adição do pacote, pressionando a letra "y" de "yes", e pressionando "enter".

Aguarde o processo de atualização acontecer.

Mint-upgrade

5 - Quando a atualização finalizar, reinicie o computador para ter certeza de que tudo está carregado normalmente. Caso você tenha temas instalados, applets extras ou extensões no Cinnamon, pode ser necessário reconfigurá-los ou atualizá-los. Caso você tenha um ambiente customizado, o novo layout do Linux Mint, com ícones  na barra, não será carregado por padrão, para isso, procure no menu pelo aplicativo "Tela de Boas Vindas", nele você poderá alterar o layout.

welcome-linux-mint


6 - Seu Linux Mint está pronto para o uso, basta aproveitar o sistema, com Cinnamon 4.x, melhorias de desempenho e velocidade.

linux-mint191-upgrade-finalized

Passos opcionais


Se você quiser deixar o sistema com os pacotes padrões que os desenvolvedores planejaram, outros dois passos podem ser feitos, a instalação de alguns pacotes e remoção de outros, copie e cole estes dois comandos no terminal:

apt install p7zip-full va-driver-all xul-ext-lightning
apt remove --purge xscreensaver-data xscreensaver-data-extra xscreensaver-gl xscreensaver-gl-extra cinnamon-screensaver-webkit-plugin cinnamon-screensaver-x-plugin
Curiosidade: Repare que agora não é mais necessário usar o "sudo" no início do comando, o terminal entende que você está tentando rodar algo que necessita de privilégios de administrador e pede a senha, que agora exibe caracteres, assim como acontece no elementary OS.

Para mais informações sobre a atualização das versões, confira o artigo no blog oficial do Linux Mint.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


A sua vez de migrar para Linux - Linux Mint 19.1 é lançado

Nenhum comentário

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018


Depois de uma espera de 3 meses e muita apreensão, eis que o tão aguardado Linux Mint 19.1 saiu da versão BETA e é finalmente lançado como uma versão final disponível para download.


 A sua vez de migrar para Linux  - Linux Mint 19.1 é lançado






No dia 9 de Setembro de 2018 a equipe do Linux Mint soltou uma nota rápida em seu blog anunciando o provável codinome para a nova versão e uma estimativa de quando seria lançado. A primeira parte foi revelada naquele post mesmo,o codinome seria “Tessa”, mas a data precisa de lançamento ainda não, sendo mencionado que seria em meados de Dezembro, antes do Natal.

Leia Mais: Linux Mint 19.1 já tem nome e estimativa de lançamento!
Em 31 de Outubro de 2018, Clement Lefebvre (CEO do Linux Mint) anunciou algumas mudanças que viriam na nova versão do sistema, como a melhoria no tema Mint-Y, acrescentando maior contraste à interface, além de incorporar os  dois  applets famosos, o Icing Task Manager e CobiWindowsList, criando uma versão própria e nativa do Mint, atendendo pedidos da comunidade, o que trouxe um melhor acabamento visual e funcionalidades mais modernas ao sistema, de forma semelhante ao visual do Windows 7 e 10.

Leia Mais: Confiram as novidades do Linux Mint 19.1 que chegam em Dezembro

A versão Beta do sistema estava disponível até hoje (19/12/2018) para que a comunidade e entusiastas pudessem testar e reportar os bugs, problemas e afins para a equipe de desenvolvedores antes do lançamento final. Tanto que fizemos um artigo bem completo sobre essa versão, mesmo estando na versão BETA, e no que ela poderia ajudar na migração dos novos usuários para o Linux. Também fizemos um vídeo bem bacana falando sobre, você pode conferir logo abaixo.

       


A versão Beta do Linux Mint 19.1 já era consideravelmente estável antes mesmo da versão final, porém, desencorajamos o seu uso em produção, visto que ainda se tratava de um estágio do desenvolvimento da distro.

Por fim, foi finalmente lançada hoje a versão final do Linux Mint 19.1 (Cinnamon, MATE e XFCE) para que todos instalem em suas máquinas e desfrutem da nova versão. 

Atualizações para a versão


No comunicado do blog oficial do sistema, os desenvolvedores anunciaram as novidades do sistema, links para download e informações de suporte, além do requerimento mínimo de hardware. Ainda não foi divulgado o processo de upgrade das versões mais antigas para a mais nova, porém, não deverá ser diferente do que vimos em outras versões:

      

Para quem estava usando o Beta, basta manter o sistema atualizado através do gerenciador de atualizações, entretanto, há a recomendação de fazer a adição de um pacote via terminal ou gerenciador de softwares, atualizar o sistema e então reiniciar para garantir que tudo fique de acordo, o comando recomendado é o seguinte:

sudo apt install xul-ext-lightning

Suporte e Download

O Linux Mint 19.1 tem suporte até 2023. O que garante a você muito tempo para usar o sistema em empresas e até mesmo no seu computador particular. A base se mantém, continuando com o Ubuntu 18.04.1 LTS. Confira também “o que fazer depois de instalar o Linux”:

       

O vídeo é de uma versão mais antiga do sistema, mas as informações continuam precisas e valiosas.
Para baixar o Linux Mint e escolher qual flavour (sabor) dele você quer, basta acessar o link e partir para o abraço! 😃

Linux Mint Cinnamon 64 bits - Download
Linux Mint Cinnamon 32 bits - Download
Linux Mint Cinnamon 64 bits - Torrent

Linux Mint MATE 64 bits - Download
Linux Mint MATE 32 bits - Download
Linux Mint MATE 64 bits - Torrent

Linux Mint XFCE 64 bits - Download
Linux Mint XFCE 32 bits - Download
Linux Mint XFCE 64 bits - Torrent

[UPDATE] Hoje foi disponibilizado a opção de atualizar o Linux Mint 19 para o 19.1 via Gerenciador de Atualizações, fizemos um artigo bem completinho mostrando como proceder, confiram.

Você já está usando a nova versão do Linux Mint? O que está achando do desempenho e estabilidade até então? Ficou melhor que a versão anterior?

Compartilhe conosco o seus pensamentos através dos comentários, até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Melhor do que a encomenda! - Linux Mint 19.1 Beta

Nenhum comentário

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Os desenvolvedores do Linux Mint anunciaram que a nova versão do sistema estaria disponível antes do Natal e que belo presente de final de ano para os fãs da distro, não é verdade? Eu estou testando ele há pouco dias, depois do anúncio do Beta, e tenho alguns relatos interessantes para fazer.

Linux Mint 19.1






Difícil dizer o que falta para o Linux Mint se tornar um grande padrão, provavelmente "inteligência de marca" seja uma boa resposta, inclusive, nos especulamos muito em relação a isso é um dos nossos programas no YouTube, um Diolinux Friday Show recente:


Da mesma forma que o Ubuntu se tornou uma marca tão valiosa quanto o Debian para o mundo Linux, será que o Linux Mint chegará ao nível do "seu irmão"?

Há alguns dias tivemos o lançamento da versão Beta do Linux Mint 19.1, de codinome "Tessa" que mantém a base LTS do Ubuntu 18.04.1 e inclui várias melhorias, você pode ver a review completa nesse vídeo do canal:


O que tem de MUITO BOM no Linux Mint 19.1?


Eu gosto muito do Linux Mint, junto com o Ubuntu, certamente são as minhas distros favoritas. Em favor do Mint, eu sempre vi a sensatez, em alguns casos até demasiada, ao adotar novos padrões, ao mudar as coisas tradicionais, etc. Mas a versão 19.1 está dando alguns passos na direção da mudança.

O Linux Mint tem como diretriz não descriminar software de nenhum tipo, independente da licença que ele use, você pode ler mais sobre isso na página de FAQ do sistema, diretamente de seu site oficial e esse é um dos fatores que fazem gostar da forma de trabalho do projeto, porém, no meio dessas diretrizes de trabalho, está uma que consegue me agradar e desagradar ao mesmo tempo, a sua forma conservadora de desenvolver o sistema.

O lado bom

O Linux Mint tem como padrão de comportamento só incorporar tecnologias ao sistema que são super estáveis e popularmente testadas, é por isso que você ainda não vê o Mint com suporte oficial para o Wayland, por exemplo. Dificilmente você verá uma grande quantidade de novidades e modificações implementadas a cada versão, essas mudanças acontecem, mas elas são bem graduais.

O lado bom disso é um tanto quanto óbvio, o sistema se torna mais estável e confiável à longo prazo.

O lado ruim

Suponho que lado ruim seja tão simples de entender quanto o lado bom. Ser mais conservador na inclusão de novidades não deixa os usuários do sistema em contato direto com o que há de mais recente na tecnologia open source pode, até certo ponto, claro. Certos componentes do sistema acabam se atualizando normalmente, como navegadores de internet e correlatos.

Mas as coisas estão mudando

A versão 19.1 Beta está diferente nesse sentido, se comparado a atualizações ocorridas nos últimos anos, ela traz mudanças visuais e de funcionalidade, o que é raro de ser ver no Mint. 

A versão Beta trouxe uma nova forma de usar o Desktop, algo que o Linux Mint carrega desde... bem... sempre! Desde a primeira versão lançada o comportamento padrão do desktop era semelhante ao do Windows XP, organizado em Menu "iniciar", atalhos de aplicações e janelas que abrem ao lado de forma independente, logo depois vinha a área de notificações, calendário, etc.

Visual Linux Mint Windows XP
A semelhança é perceptível (Windows XP em cima, Linux Mint Cinnamon em baixo)

Apesar da diferença enorme na lapidação visual, é fácil perceber que o conceito é o mesmo. E mesmo na versão 19.1 esse painel ainda está disponível para quem quiser utilizar, porém, ele deu lugar para outra versão que agora é o padrão do sistema.

Novo painel do Linux Mint 19.1
Novo painel do Cinnamon - Linux Mint 19.1

Agora os ícones são agrupados e sobrepostos, como acontece no Windows 10, no macOS, no GNOME, como é possível fazer no KDE Plasma também, ou seja, ficou mais de acordo com o padrão atual, o que melhora consideravelmente o aproveitamento de espaço, ainda que eu tenha me adaptado ao Workflow anterior com o passar do tempo, certamente não será difícil de usar o novo padrão.

O lado bom dessa modificação é que a implementação não foi uma "simples troca", se você explorar as configurações desse modo de exibição, clicando com o botão direito em qualquer ícone da barra, indo até preferências>>configurar, você verá os diversos tipos de comportamento possíveis, o que é excelente.

O recurso em si não é totalmente novo no Linux Mint, há alguns anos existem extensões para o Cinnamon Desktop (interface padrão do Linux Mint) que entregavam essa funcionalidade, porém, o lado positivo do recurso fazer parte do sistema é que agora ele está mais próximo dos desenvolvedores principais e nunca irá entrar em conflito com o restante da interface, além de, por se tratar de um parte oficial do sistema, os tradutores também poderão fazer o seu belo trabalho e ter os recursos já em Português, tudo bonitinho.

Falta "aquele" toque


Se eu pudesse apontar o dedo para o projeto do Mint, colocando defeitos, certamente eu apontaria para o design e a paleta de cores. Eu já entendi a relação entre Mint, Cinnamon (Canela) e a cor verde, ainda mais nessa cor de erva cidreira, mas convenhamos que existem cores melhores para associar algo à tecnologia, talvez eles quisessem justamente usar a abordagem de algo calmo, relaxante e confiável, ao contrário do Ubuntu que quer algo mais energético com todo aquele laranja.

Compreensível, mas isso não faz o visual ser mais atrativo.

O logo precisa de uma rejuvenescida, os ícones precisam parar de mudar o design padrão das aplicações (ao menos tanto) e não faria mal dar uma atualizada no site do Mint também.

Analise a versão padrão do Mint e uma modificada por mim:

Linux Mint 19.1 Padrão

Linux Mint 19.1 Mofidicado

Fala aí, qual você sentiria mais vontade de usar?

Para quem ficou curioso, estou usando para personalizar o Cinnamon na segunda imagem:

- Extensão "Transparent Panels"

É claro que só reclamar é fácil demais, por isso, nessa semana enviei um e-mail para o líder do projeto Linux Mint, Clement Lefebvre, me oferecendo para ajudar na parte de marketing da distro e quem sabe, tentar ajustar o visual dela também. Muitas vezes mudar a paleta para um verde azulado pode fazer uma grande diferença. Vamos ver se teremos alguma resposta, fique ligado aqui no blog que eu manterei você atualizado quanto a isso.

A diferença está nos detalhes sem dúvida, o Deepin que o diga.

A versão 19.1 não tem uma data de lançamento fixa, mas está trazendo várias melhorias interessantes e inclusive algumas surpresas para mim, de coisas que eu não esperava ver no projeto, como este novo layout de ícones, na minha modesta opinião está bem melhor que a encomenda, e olha que a encomenda já era boa.

Se quiser testar a versão Beta também, eu encontrei um mirror brasileiro bem rápido para que você possa baixar, mas lembre-se, ainda que esteja consideravelmente estável, ainda é um Beta, então evite usar em produção.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Linux Mint 19.1 já tem nome e estimativa de lançamento!

Nenhum comentário

domingo, 9 de setembro de 2018

Em uma nota extremamente rápida no blog do Linux Mint, os desenvolvedores anunciaram o novo codinome do Linux Mint 19.1, além da estimativa de lançamento.

Linux Mint 19.1 (Achou que o nome estaria aqui?)






Os desenvolvedores do Linux Mint anunciaram que o sistema com a primeira atualização grande da série 19.x, a versão 19.1, será lançada entre o final de Novembro e o início de Dezembro deste ano, um belo presente de Natal, não é verdade? Tendo suporte estendido (LTS) até 2023, os usuários do Linux Mint 19 poderão atualizar para esta nova versão do sistema facilmente pelo próprio gestor de atualizações do sistema.

E o nome?


Seguindo a tradição de seguir a ordem alfabética, usar nomes femininos e que terminem com a letra "A", os desenvolvedores anunciaram que o novo codinome do Linux Mint 19.1 é "Tessa".

Tessa é um nome que pode ter origens diferentes, inglesas, norte-americanas ou gregas. A versão inglesa/norte-americana costuma ser um modo reduzido do nome "Theresa" ou "Teresa", que tem um significado relacionado a "colheita", sendo usando para designar um ceifeiro; já o nome grego tem ligação com com a pequena ilha vulcânica de Thesaria, que é um paraíso turístico atualmente, possuindo menos de 400 habitantes, o nome "Tessa" neste caso acaba sendo usado para designar algum pessoa relaciona a colheita daquela região.

Na hora em que vi o nome lembrei da personagem "Tessa" da série Supernatural, que faz um trocadilho inteligente com o nome. Na série ela é uma "Reaper", ou seja, uma "ceifadora", fazendo alusão ao significado do nome, na mitologia da série, um "ceifador" é uma entidade responsável por "colher" as almas das pessoas que morrem e levá-las ao seu destino final, ela aparece pela primeira vez na segunda temporada da série durante o episódio "Na Hora da Minha Morte".

Tessa em Supernatural

Tradicionalmente, "Tessa" também é um nome "independente", como os falantes de língua inglesa costumam colocar. Uma criança que recebe o nome Tessa, geralmente não tem um segundo nome, o que mostraria confiança e firmeza.

Apesar dos desenvolvedores do Linux Mint terem anunciado o nome da nova atualização e a expectativa de lançamento, pouco se sabe ainda sobre o que de novo virá nessa atualização, uma das coisas esperadas é um redesenho para o software "Fontes de Aplicativos", que deverá ganhar um visual mais moderno e condizente com o restante da interface:

Software Soucers Linux Mint 19.1

Alguns pormenores estão sendo trabalhados no tema Mint-Y do sistema, dando um pouco mais de contraste entre os itens, muitas destas mudanças também deverão ser incorporadas do LMDE 3, mas isso é tudo que temos de informação até o momento.

Conte-nos através dos comentários, que funcionalidades novas ou aprimoradas você gostaria de ver no Linux Mint.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo