Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador twitch. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador twitch. Mostrar todas as postagens

OBS Studio 23 é lançado para Linux, Windows e macOS

Nenhum comentário

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Para quem precisa fazer uma gravação de tela para tutoriais, ou simplesmente precisa fazer uma transmissão ao vivo para o YouTube, Twitch ou Facebook por exemplo, o primeiro aplicativo que vem  cabeça é o OBS-Studio. Na noite desta Segunda-feira (26), ele chegou à versão 23 para todas as plataformas.

 OBS Studio 23 é lançado para Linux, Windows e macOS







Com a chegada da versão 23 do OBS Studio, os devs do projeto acabam com a diferença de versões entre os sistemas operacionais, que existia até a versão 22.

Algumas funcionalidades que aqui iremos apresentar, por hora só vão terão na versão de Windows, mas segundo a tread na conta oficial do OBS no Twitter, as versões de Linux e macOS também vão receber tais melhorias em breve. As novidades são:

- Integração com serviços de Streaming (no momento somente para Windows)

● Quando você estiver logado com a sua conta da Twitch ou da Mixer (serviços disponíveis no momento) não será necessário inserir a chave de transmissão, sendo possível também obter acesso aos recursos dessas plataformas, como o painel do bate-papo ou os painéis de configuração e estatísticas da transmissão;

● Com a sua conta da Twitch logada, além de ter o acesso ao painel de bate-papo (com suporte a BBTX/FFZ) também será possível acessar o painel de configuração da transmissão (Stream Information), onde você poderá alterar o título, o game, entre outras coisas da live, além de receber informações de quantos espectadores estão na live, isso tudo dentro do próprio OBS Studio.

● Integração com a Mixer: Painel do bate-papo

● YouTube, Facebook e os demais serviços populares de streaming em breve serão integrados ao OBS-Studio

- Melhorias do NVENC e Encoding (Windows)


Uma nova implementação do NVENC foi adicionada, o que melhorou o desempenho, reduzindo o impacto no sistema e nos recursos. Para ativar, vá para Configurações, Guia Saída e, em Codificador, selecione “Hardware (NVENC) Novo”. Observe que a nova implementação não está disponível no Windows 7 devido a limitações no sistema operacional; a implementação antiga será usada nesse caso.

Novos recursos adicionados à nova implementação do NVENC:

● Psycho-visual Tuning: Permite configurações do codificador que otimizam o uso da taxa de bits para aumentar a qualidade visual, especialmente em situações com alta movimentação, ao custo de maior utilização da GPU. Isso aumenta a qualidade da imagem. Medições qualitativas como o PSNR podem ter uma pontuação menor, mas o vídeo pode parecer melhor para os espectadores humanos.

● Look-ahead: Ativa B-frames dinâmicos. Se desabilitado, o codificador sempre usará o número de B-frames especificado na configuração 'Max B-frames'. Se habilitado, aumentará a qualidade visual usando apenas quantos quadros “B” forem necessários, até o máximo, ao custo de maior utilização da GPU.

Outras mudanças:

 Adicionado o filtro de audio Limiter e Expander;

 Adicionado o suporte ao encoder VAAPI para Linux;

 Adicionado suporte para saídas multi-track de áudio na configuração avançada do FFmpeg;

 Adicionada ferramenta para saídas Decklink no menu Ferramentas. Agora é permitido que o OBS seja enviado a um dispositivo Decklink.

Para ver todas as novidades da versão 23 do OBS -Studio, acesse este link do GitHub deles.


Instalando o OBS-Studio no Ubuntu 18.04.2 LTS e Linux Mint 19.1



Para instalar o OBS Studio no seu Ubuntu e Linux Mint você vai utilizar o repositório  PPA oficial deles. E é bem simples de se fazer isso, você vai abrir o terminal e digitar (ou copiar e colar) o seguinte comando:

sudo add-apt-repository ppa:obsproject/obs-studio -y && sudo apt-get update && sudo apt-get install obs-studio -y

Feito isso, é só por a sua senha e esperar a instalação. Se você precisar instalar em alguma outra distro que não seja o Ubuntu e Mint, basta seguires as alternativas não oficiais informadas no GitHub do projeto, como a versão em Snap e Flatpak, ou ainda você pode achar o método para a sua distro favorita neste guia do próprio projeto.



A parte que mais chama a atenção, sem sombra de dúvidas, é a integração com os serviços de streaming. Quem tem canal neles precisa de uma forma bem organizada e de fácil acesso aos recursos e essa versão do OBS vem para suprir isto. 

Vamos esperar pra chegar ao Linux também. Outro ponto foi o melhoramento dos encoders, como o VAAPI para quem usa Intel e AMD e o NVENC na parte da Nvidia, especialmente para a nova arquitetura Turing das novas placas, esse último quem usa Linux e macOS também vai ter que esperar mais um pouco antes de usar, mas torcemos que a espera seja breve.

Espero você no próximo post, forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Gere códigos aleatórios para autenticação de 2 fatores no Linux com o Authenticator

Nenhum comentário

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Se você está procurando um aplicativo para ter a autenticação em 2 fatores no Linux, o Authenticator veio para isso. Com ele você vai poder gerar códigos aleatoriamente para várias contas que disponibilizam esse recurso, como Google, Twitch, Amazon, Blizzard entre outros.


 Gere códigos aleatórios para autenticação de 2 fatores no Linux com o Authenticator






O projeto é mantido pelo desenvolver belga, Bilal Elmoussaoui, que mantém outros projetos como Nautilus Folder Icons, o Audio Cutter,entre outros projetos que você pode conferir no GitHub dele.

Mas afinal, o que é autenticação de dois fatores?


Autenticação em dois fatores (ou 2FA em inglês) é altamente recomendado para proteger as suas contas onlines. A Google popularizou muito o mecanismo em suas contas nos últimos anos, possuindo ela própria um aplicativo similar, o Google Authenticator, compatível com Android.

Imagine que você tem uma casa ou apartamento e quer proteger ela além da tradicional chave (senha) que você usa. E para dar uma proteção a mais na sua casa, você instala uma fechadura biométrica, fazendo com que  além de você usar a sua chave, tenha que usar a sua digital para confirmar que é você mesmo (autenticação de 2 fatores). Isso muito provavelmente aumentará a segurança da sua casa (conta online) enquanto você não estiver por perto para ficar de olho. 

A autenticação em dois fatores pode ser feita de diversas formas, mas o interessante de aplicativos assim, que 2FA com conjuntos de números aleatórios e que ficam se renovando constantemente, é que mesmo que alguém, em algum momento descubra esses números, poucos segundos depois eles já não existem mais.

Mas aí você me pergunta, é preciso ter um autenticador desses para desktop??


Tecnicamente não, mas isso é mais como uma conveniência do que uma “necessidade” mesmo. Ele pode ser útil caso você não queira depender do seu Smartphone.

Como instalar o Authenticator?


O aplicativo foi criado para o ambiente GNOME, Budgie e MATE mas como ele é distribuído via flatpak, provavelmente funcione em outros ambientes gráficos. O prints que você vai ver foram retirados usando o Cinnamon com o Mint.

Ele tem um interface muito simples e intuitiva que facilita a adição dos serviços e que em alguns casos pode exibir um QR CODE para a criação deste duplo fator de autenticação.

O Authenticator tem suporte para mais de 290 sites e aplicativos, dentre eles: Amazon,Apple,Dropbox, Facebook,OneDrive,Google,YouTube,Twitch, entre outros.

Para instalá-lo, você vai precisar do suporte ao flatpak instalado na sua distro, além do repositório flathub adicionado,, como é o caso do Linux Mint, Fedora por exemplo. Se você usa o Ubuntu ou alguma distro que não tem suporte ao Flatpak nativamente temos esse tutorial no blog ensinando a instalar.

Depois de instalado o suporte, você tem duas possibilidades de instalação. A primeira é ir na loja de aplicativos da sua distro que já tem o suporte nativo ao flatpak e procurar por “Authenticator” e mandar instalar, esperar a instalação terminar e executar o programa.

Se você preferir instalar via terminal ou se a distro não tem suporte a flatpak em sua loja, você pode instalar com esse seguinte comando:

flatpak install flathub com.github.bilelmoussaoui.Authenticator 


Aí é só esperar a instalação e procurar no menu da sua distro por “Authenticator”.

A primeira tela que você vai ser apresentado é essa abaixo.



Para adicionar um serviço você vai clicar no sinal de “+” no canto superior esquerdo



Por último você vai escolher qual serviço quer ter a autenticação em 2 fatores, colocar o seu “usuário” e o “token de segurança” que eles oferecem para esse tipo de aplicativo.





Depois disso é só aproveitar o aplicativo. =D

Aplicativos de segurança pode ser muito úteis e sem dúvidas são muito importantes, se quiser uma proteção extra, use também o gerenciador de senhas, como o KeePassX ou o Lastpass.

Espero você até o próximo post, forte abraço.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Um convite especial para você que gosta do Diolinux!

Nenhum comentário

terça-feira, 7 de agosto de 2018

Estou aqui para te fazer um convite muito especial! Agora o canal Diolinux está marcando presença em um novo setor também e queremos você por lá!

Twitch Diolinux






Nós estamos começando uma nova fase no "projeto Diolinux", como chamamos. As lives são uma forma muito interessante de interação com o público, de entretenimento e conhecimento, porém, o YouTube, curiosamente, não favorece muito esse tipo de formato, ao contrário da Twitch

Continuaremos fazendo as lives no YouTube também, mas elas serão versões do conteúdo padrão do canal, com a única diferença de ser ao vivo, já na Twitch, focaremos em games para Linux especialmente, é claro que podemos conversar sobre assuntos diferentes, mas estaremos rodando games quase que diariamente para você poder se divertir com a gente.

O projeto é fazer live na TwitchTV todos os dias desta semana e continuar com uma alta frequência nos dias seguintes, na medida do possível. Hoje mesmo teremos live por lá, basta você acessar o nosso canal da Twitch e acompanhar.

Vale a pena seguir o canal e talvez até baixar o App da Twitch para o seu Smartphone, assim você vai ser avisado sempre que nós entrarmos ao vivo, permitindo que você assista a live e também comente ao vivo, interagindo conosco e com as outras pessoas que estiverem assistindo.

Quanto a games, de forma geral, no YouTube vamos reservar o Sábado para postar conteúdo neste sentido, porém, não serão gameplays necessariamente, serão vídeos diferentes, vale a pena ficar de olho, os vídeos vão sair sempre às 19 horas lá, e assim, teremos 7 vídeos por semana! :D

Chegou a hora de mostrarmos que Linux pode ser usado para diversão com games também no antro de gamers da internet que é a Twitch! Entre você também para a #LinuxGamersGeneration!

Bora lá acompanhar a gente na Twitch então, temos um encontro marcado todos os dias depois das 19:30, é só ficar ligado! :)

Até logo!
____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo