Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador windows 10. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador windows 10. Mostrar todas as postagens

Microsoft apresenta seu “smartphone dobrável” com Android, e novos devices da linha Surface

Nenhum comentário

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Hoje quarta-feira (2), a Microsoft reservou a tarde para apresentar diversos hardwares de sua linha Surface. A expectativa estava bem alta, após diversos rumores de um possível Surface phone e o Windows 10X. Afinal, existia ou não o tão aguardado Surface phone? 

microsoft-surface-pro-x-7-duo-neo-laptop-ms-notebook-android-windows-10x-smartphone-tablet

O Microsoft Event, foi repleto de anúncios de novos devices, e até mesmo uma nova versão do Windows 10, projetada exclusivamente para dispositivos dobráveis e de tela dupla. De codinome Santorini, o Windows 10X veio com uma ambiciosa proposta de ser redesenhado para dispositivos, como tablets flexíveis que se transformam em algo com uma usabilidade semelhante a de um laptop. Vale lembrar que o Windows RT tinha uma ideia, de certo modo, parecida, contudo o alvo do novo sistema são hardwares híbridos, nem tablets, nem notebooks. 

Logo abaixo você poderá ver o Windows 10X em ação, sendo apresentado pela gerente de programa do grupo de parceiros, experiências e dispositivos Microsoft. Junto ao novo Microsoft Surface Neo, um tipo de tablet com duas telas de 9 polegadas separadas e que quando fechado assemelha-se muito a uma agenda de anotações.


Também foram apresentados no evento o Microsoft Surface Pro X e o Surface Pro 7, com mudanças estéticas e internas. Aliada a Qualcomm, a MS oferece um novo chip baseado na arquitetura ARM, sendo um fruto dessa parceria.


Outros equipamentos foram apresentados. O Microsoft Surface Laptop 3, e o Surface Earbuts (fone sem fio, com bateria).

Chegou o Surface phone!


Por fim, foi apresentado a grande surpresa do evento. Após anos e anos de rumores, eis que a gigante de Redmond surpreende a todos com o Microsoft Surface Duo. Possuindo duas telas, assim como o Surface Neo, porém com proporções menores e utilizando o Android ao invés do Windows 10X.

O smartphone tem duas telas de 5,6 polegadas, no entanto, mesmo sendo dobrável o conjunto não é um único corpo. Sendo de fato duas telas separadas. Visualmente não é tão elegante, mas evita problemas no display. Quem acompanha o mundo Android sabe dos encalços que a Samsung vem passando com seu Galaxy Fold.


Você pode dobrar o dispositivo, ou deixá-lo aberto como um tablet. Somando às duas telas, neste “modo tablet”, seu painel chega a 8,3 polegadas.

O Surface Duo une a experiência da linha Surface com o Android, mas nem todo fã da empresa ficou contente com esse “Surface phone”. Já sabíamos que o Windows Mobile tinha chegado ao fim, todavia ao observar os comentários internet afora, percebi que a principal reclamação era devido ao seu novo conceito de “ser dobrável sem uma tela dobrável” e que muitos não foram atraídos pela proposta. Creio que, conforme os milhares de concept arts na internet, os usuários queriam algo mais próximo do convencional. Todavia esse tipo de smartphone pode acabar se tornando um padrão, ao invés das telas dobráveis. Simplesmente não sei, só o tempo dirá. 

microsoft-surface-pro-x-7-duo-neo-laptop-ms-notebook-android-windows-10x-smartphone-tablet

Segundo o site Wired , o Surface Duo é equipado com um processador Snapdragon 855, mas os elementos do design ainda não foram finalizados - podendo sofrer mudanças, muitos detalhes não foram informados durante a apresentação.

Embora o diretor de produtos da Microsoft, Panos Panay, tenha parecido relutante durante a apresentação de referir-se ao Surface Duo, como um smartphone. Sem sombra de dúvidas essa foi a parte mais importante do evento. O Duo marca o retorno da empresa ao mercado de smartphones, depois da morte de sua plataforma mobile em 2017.


Curiosamente navegando pelas “interwebs”, me deparei com alguns desenvolvedores e usuários do Windows Phone, que conseguiram fazer o antigo sistema da MS executar apps Android. Caso a Microsoft tivesse insistido novamente no Windows Mobile, o tiro sairia pela culatra (já vimos essa novela no passado). Foi uma sábia decisão embarcar o Android em seu aparelho, e não vi ninguém reclamar de tal decisão.

Os valores não foram revelados, mas não espere um preço camarada (ao menos para realidade da maioria dos brasileiros).

Você pode acompanhar todo evento diretamente no canal do Youtube da Microsoft.


Qual a sua opinião sobre os novos hardwares da linha Surface? Gostou do Surface Duo? Compraria o smartphone, caso lhe fosse acessível?

Deixe nos comentários a sua opinião, participe de nosso fórum Diolinux Plus e fique por dentro das novidades.

Até o próximo post, compartilhe e indique nosso conteúdo, SISTEMATICAMENTE! 😎

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Ex-funcionário da Microsoft explica o possível motivo do Windows 10 ter tantos bugs

Nenhum comentário

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Manter um sistema operacional não é uma tarefa simples, além do desenvolvimento, é necessária uma bateria extensa de testes a procura de falhas. Desenvolver é apenas o início, a manutenção e trabalho empregado na solução de bugs equilibra essa empreitada.

microsoft-windows-10-bug-falha-erro-jerry-berg-insiders-vm-teste

O Windows 10 já é o sistema operacional mais utilizado nos desktops, contudo a cada dia novas situações envolvendo falhas são noticiadas nas mídias especializadas em tecnologia. Para quem pensa que o Diolinux menospreza os usuários ou o sistema da Microsoft, está enganado, enfatizamos sim o uso de tecnologias abertas, porém sem militância ou julgamentos. Particularmente, falando agora como “OSistemático”, sou técnico em informática e trabalho com o Windows 10 e não condeno quem prefere o sistema. Todavia, sejamos honestos, o Windows 10 tem passado por situações em maior quantidade que seus antecessores. Quem não se recorda do fatídico episódio em que o sistema estava apagando os arquivos de seus usuários?

Eis o possível motivo de tantos bugs 


Jerry Berg, ex-funcionário da Microsoft, explica o provável motivo de tantos relatos e casos de falhas no atual sistema da empresa. Nestes 15 anos em que trabalhou na Microsoft, ele pode comparar alguns dos procedimentos adotados no passado e atualmente. Segundo ele, até 2015, a empresa contava com uma divisão dedicada em efetuar diversos testes no sistema e todas as builds que seriam disponibilizadas para o público em geral. Os testes eram feitos tanto por funcionários, como ferramentas automatizadas e em uma enorme variedade de hardwares. Assim, existia um processo que não dependia apenas de máquinas ou seres humanos, com o objetivo de maior precisão na busca de falhas. Esse padrão foi mantido durante anos, até mudar em 2015 para processo efetuado no presente.


Agora a Microsoft passou automatizar os testes em máquinas virtuais e no lugar dos testes feitos pelos funcionários, o programa Windows Insiders passou a desempenhar este papel. A divisão especializada nos testes foi desfeita e apenas um número pequeno de funcionários continuam a reportar os eventuais bugs no sistema em desenvolvimento. Se antes existia uma vasta variedade de hardwares, a empresa passa a depender de VMs e a participação de usuários que testam as builds em desenvolvimento. No entanto, os bugs reportados pelos usuários do Windows Insiders (que também sou inscrito, faz uns aninhos 😘️😘️😘️) costumam ser falhas mais genéricas. Os casos específicos, e por muitas vezes mais perigosos, passam por despercebido. Isso gera a quantidade de relatos e problemas que vemos atualmente, porquanto códigos com defeitos estão passando e não sendo relatados, segundo Berg.

Fica difícil evitar problemas sem auditar o código ou depender apenas de voluntários e processos automatizados em VMs. O Windows não é conhecido por ser o sistema mais seguro, entretanto o relato de Jerry Berg faz total sentido e a realidade não deixa dizer o contrário. Para amenizar essa problemática a MS terá que mudar seu modus operandi e bolar um novo sistema de verificação e testes ou retornar ao modelo usado durante anos. 

Sei que houve um motivo para mudança, talvez financeiro para economizar e utilizar usuários no lugar de funcionários, mas a estratégia parece o tanto quanto falha.

Quem sabe o futuro do Windows seja diferente, a empresa tome outros caminhos que acabem ou amenizem estes problemas. Inclusive esse foi o assunto de uma matéria que escrevi aqui no blog Diolinux, recomendo a leitura.

O que você acha sobre tudo isso? Creio que boa parte destes problemas estão relacionados ao que o Berg comentou, outros são características do próprio funcionamento e modo em que o Windows foi pensado.

Até o próximo post, sejam educados e complacentes nos comentários, SISTEMATICAMENTE! 😎

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Falha grave de segurança na Steam, afeta usuários do Windows 10

Nenhum comentário

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Na última semana, usuários do Windows 10 estão com algumas falhas graves de seguranças, que afetam desde a parte dos drivers, até quem utiliza a Steam para jogar.

Falha grave de segurança no Windows 10, afeta usuários da Steam






A primeira falha encontrada foi na DefCon 2019 (conferência sobre segurança digital), referente ao design da arquitetura dos drivers, fazendo com que hardwares de 20 fabricantes diferentes estivessem sujeito a invasões.

A empresa responsável por descobrir essa brecha, foi a Eclypsium, que através do seu chefe da divisão de pesquisa em segurança, Mickey Shkatov, comentou que o motivo da ocorrência dessas falhas, são algumas más práticas na hora de desenvolver para esses sistemas - sendo mais específico,  o seu kernel - que, ao invés de criar rotinas de execuções específicas, criam códigos flexíveis, podendo assim ser utilizado para diversas aplicações, o que acaba colocando em risco a segurança do programa e do sistema.

A Eclypsium já notificou as principais fornecedoras de hardware, como: ASRock, ASUSTeK Computer, ATI Technologies (AMD), Biostar, EVGA, Getac, GIGABYTE, Huawei, Insyde, Intel, Micro-Star International (MSI), NVIDIA, Phoenix Technologies, Realtek Semiconductor, SuperMicro e
Toshiba. Até o momento, somente Intel e Huawei já lançaram uma correção para a BIOS. E as empresas Phoenix e a Insyde devem lançar nos próximos dias um update também.

Mas e a Steam? ...


Já a falha referente da Steam, foi descoberta pelo pesquisador russo Vasily Kravets, que encontrou uma brecha na hora da instalação do Steam Client Service para o Windows 10. Na hora que vai ser instalado no sistema, o programa se instala com totais privilégios de sistema no Windows, e segundo o pesquisador, um usuário com acesso mínimo poderia ter acesso aos registros e assim “elevar” os seus privilégios no sistema (se tornando o “root”), podendo criar meios para que o PC fosse controlado.

A falha é referente a manipulação de links simbólicos (“atalhos” que apontam para um arquivo ou diretório do sistema) que faz com que o cliente da Steam abra um programa com permissões de administrador, chamado comumente como “escalada de privilégios”.

A falha foi comprovada por Kravets, ao executar o cliente Steam com o Windows Installer (o “Instalador” de programas no Windows) com as  permissões de administrador e instalando um app sem que seu usuário tivesse permissões para isso. Isso poderia ser usado, por exemplo, para instalar malware ou outra ameaça no PC do usuário.

O pesquisador ainda reportou o bug para a Valve no dia 15 de junho deste ano (2019) e no dia seguinte foi rejeitado, com a alegação que “ os ataques exigem a capacidade de baixar os arquivos em locais aleatórios no sistema de arquivos do usuário.”. Ele contestou e reabriu o relatório e foi fechado novamente no dia 20 de julho, pelo mesmo motivo do anterior e ainda com uma mensagem de observação “Ataques que exigem acesso físico ao dispositivo do usuário.”

A falha foi divulgada somente 45 dias depois de reportada via HackerOne, que em média se espera 90 dias para isso, se dando o tempo devido para as empresas poderem corrigir o problema.

Mediante a isso, a Valve lançou dois updates para o cliente Steam, um no dia 9 e outro no dia 13 de agosto, corrigindo essas falhas.


steam_update.png



Para ver o relatório completo do pesquisador, basta acessá-lo aqui.

Muitos dos nossos amigos e leitores utilizam Windows, então fica a dica, mantenham o sistema sempre atualizado para evitar problemas e fiquem de olho nas sugestões de correções dos fabricantes para evitar dores de cabeça.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Como instalar o WoeUSB no Linux de forma fácil e criar pendrives com Windows

Nenhum comentário

sexta-feira, 26 de julho de 2019

Em algum momento, precisamos criar um pendrive com o Windows (7, 8.1 ou 10), seja para reinstalar o sistema no computador da empresa,  em sua máquina ou de alguém que precise do sistema operacional da Microsoft.


Como instalar o WoeUSB no Linux de forma fácil e criar pendrives com Windows




Há muito tempo, tinha o WinUSB, um programinha que ajudava na hora de instalar o Windows no pendrive. Mas desde 2012 ele não é mais continuado e por isso ele teve um fork, o WoeUSB, que tem a mesma função e algumas melhorias.

Desde 24 de Dezembro de 2018, ele não recebia melhorias e correções, mas  agora foram implementadas. Uma delas, é a possibilidade de escolher o tipo de formato que vai ser formatado o pendrive, se vai ser no padrão FAT ou NTFS. Além de ter o suporte ao UEFI nativamente, coisa que não estava tão bem implementada nas outras versões.

Instalando o WoeUSB


Existem algumas maneiras de efetuar a instalação do WoeUSB. A primeira é para a base Ubuntu, instalando os pacotes DEB. O primeiro pacote são as dependências pré-compiladas que  prepararam o sistema. O segundo pacote, é o programa em si, que você baixa do lauchpad do WebUpd8, recomendado pelos devs (se você tiver algum problema,  avise o pessoal do WebUpd8). Você pode baixar tanto em 32 quanto em 64 bits. O update contempla da versão Xenial até a Disco.

Ou você pode instalar via ppa, com o seguinte comando:

sudo add-apt-repository ppa:nilarimogard/webupd8 && sudo apt update && sudo apt install woeusb -y

Aí é só aguardar o processo de instalação

Para quem usa Fedora, o WoeUSB já está nos repositórios oficiais, bastando instalar com o seguinte comando:

sudo dnf install woeusb

Já quem usa base openSUSE, o comando para instalação é:

sudo zypper in woeusb




A criação do   pendrive bootavel com Windows pode demorar mesmo, é normal. Dá até tempo de tomar um café 😆. Você  pode acompanhar o progresso,  através de um pop-up com uma barra de progresso.



Nunca saberemos quando vamos precisar usar um pendrive com Windows novamente né 😁.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Instale o OpenComic, leitor de Mangás e HQ's em seu computador

Nenhum comentário

quinta-feira, 25 de julho de 2019

Você é fã da DC Comics, Marvel Comics ou quem sabe a Shonen Jump? Possui diversos arquivos de mangás e HQ’s e está a procura de um bom leitor digital para seu computador? Talvez a dica de hoje possa lhe agradar.

mangá-HQ-quadrinhos-leitor-opencomic-comic-cbz-cbr-linux-windows-snap-rpm-deb-ubuntu-fedora-mint-deepin-debian

Pessoalmente sou um apaixonado por mangás e HQ’s, não importa a editora por trás, apenas se são boas histórias. Infelizmente devido algumas mudanças e problemas com chuvas acabei perdendo quase 100% de meu acervo (que venho adquirindo desde moleque 👶👶👶). Uma solução que encontrei foi digitalizar as restantes ou manter cópias digitais, porém, ler no papel e em uma tela no PC, são coisas totalmente diferentes e um programa que facilite a experiência durante as leituras é bem-vindo.

OpenComic um leitor de HQ’s e mangás


Durante anos utilizei o MComix/Comix e até mesmo o Evince, tentei soluções, como o Peruse, mas nunca funcionou bem em minhas instalações do Ubuntu/Mint/Deepin. Você também pode testar outro leitor chamado YACReader na qual, meu colega de trabalho, o Ricardo (O Cara do T.I) escreveu sobre. Há algum tempo venho utilizando o OpenComic e estou bem satisfeito com as funcionalidades do programa. O seu funcionamento é bem parecido com alguns apps Android que utilizo (pauta para um próximo post, quem sabe 😁😁😁), tornando tudo bem mais prático. Se assim como eu você gosta de ler no PC, vale testar a aplicação. Veja algumas características do OpenComic:

  • Software Livre sob licença GPL3 (Github do projeto);
  • Aplicação desenvolvida em Electron;
  • Versões para Windows, Linux e Linux Arm64 (e macOS em TAR.GZ);
  • Vários tipos de pacotes para Linux (DEB, RPM, SNAP, TAR.GZ);
  • Suporte para formatos, como: JPG, PNG, APNG,GIF, WEBP, SVG,BMP, ICO;
  • Suporta formatos compactados, como: RAR, ZIP, 7Z, TAR, CBR, CBZ, CB7, CBT;
  • Modo leitura para mangás;
  • Modo dark nativamente;
  • Visualização em página única ou dupla;
  • Ajustes na visualização das páginas (por exemplo, das margens); 
  • Marca páginas (favoritos);
  • Lupa flutuante para Zoom;
  • Navegação entre as páginas por meio do scroll do mouse ou slide;
  • Possibilidade de adicionar o local com seus arquivos (Biblioteca);
  • Interface intuitiva, semelhante de uma aplicação Android.

mangá-HQ-quadrinhos-leitor-opencomic-comic-cbz-cbr-linux-windows-snap-rpm-deb-ubuntu-fedora-mint-deepin-debian

Instalação do OpenComic


Você pode adquirir o OpenComic em diversos formatos, conforme seu sistema operacional. Acesse a página do programa e efetue o download

Para distribuições, como o Ubuntu, Mint, etc. Basta baixar o arquivo DEB, dar dois cliques sobre o arquivo e prosseguir com a instalação. No Fedora proceda da mesma forma, porém, utilizando o pacote RPM. Caso queira executar sem instalar em seu sistema, ou quem sabe salvar em um pendrive, o pacote TAR.GZ é a melhor opção. Descompacte o pacote e execute o arquivo “opencomic” (navegue até o diretório e execute via terminal com “./opencomic”). Se for usuário de Windows, baixe o instalador EXE.

Outra possibilidade é instalar o OpenComic no formato Snap. No Ubuntu pesquise diretamente na loja, se usa outra distribuição é necessário habilitar o suporte ao Snap. Essa postagem demonstra todo procedimento

mangá-HQ-quadrinhos-leitor-opencomic-comic-cbz-cbr-linux-windows-snap-rpm-deb-ubuntu-loja-canonical-fedora-mint-deepin-debian

Para os amantes do terminal, possuindo o Snap configurado no sistema, instale com o seguinte comando.

Instalação do OpenComic Snap via terminal:

sudo snap install opencomic

Desinstalação do OpenComic Snap via terminal:

sudo snap remove opencomic

No entanto, nem tudo são flores e aparentemente a versão Snap não está funcionando corretamente, ao menos em meus testes no Ubuntu 18.04. Fique a vontade para efetuar os teus. Mas, recomendo as demais alternativas. Por exemplo, utilizo em DEB e TAR.GZ no Ubuntu ou outros sistemas que ando testando. 

O OpenComic é uma ótima alternativa e estou gostando bastante da aplicação, mesmo não possuindo na atual versão o idioma português (apenas inglês e espanhol) o app é de fácil compreensão. Outro ponto é que o mesmo não suporta PDF (um formato incomum para esse tipo de uso), obviamente que seria um plus, mas não estragou minha experiência ao utilizar o software. Visto que os formatos “padrões” para quem lê mangás e HQ’s, em maior parte são: CBR, CBZ, CB7, RAR, 7Z, ZIP, JPG ou PNG.

Faça parte de nossa comunidade no fórum Diolinux Plus, e fique sempre por dentro das novidades.

Até o próximo post, compartilhe as postagens do blog, SISTEMATICAMENTE! 😎
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Mozilla Thunderbird na loja do Windows 10 [Update!]

Nenhum comentário

quarta-feira, 5 de junho de 2019

Mesmo com um cliente de email pré-instalado no Windows 10, diversos usuários preferem alternativas. Com um visual atraente e utilização simplificada, o app de email do Windows 10 atende a muitas pessoas. Porém, ainda lhe faltam alguns recursos mais avançados. Nessas horas opções como, Outlook, Mailspring e o próprio Mozilla Thunderbird desempenham um ótimo papel.

mozilla-thunderbird-windows-s-10-store-loja-ms-microsoft-ports

A cada dia os sistemas operativos estão mais práticos oferecendo lojas para instalação de seus apps. No macOS, Linux e Windows são assim. Entretanto, mesmo a Microsoft sendo uma gigante e seu sistema operacional um campẽao entre os desktops, sua loja carece de apps. Isso obriga o usuário do sistema sair internet afora em busca de aplicativos, ou manter em algum pendrive seus programas. Confesso que acho interessante a Windows Store, mas por não conter a maioria dos softwares que meus clientes usam, acabo nem utilizando a loja da MS (uma pena).

O Mozilla Thunderbird é um exemplo, na real “era”. Pois, agora o cliente de email da Mozilla encontra-se na loja do Windows 10. Isso possibilita usuários do modo “Windows 10 S” utilizarem o cliente “do passarinho azul”. Por ter uma política de segurança diferenciada de sua versão comum, o Windows 10 é impossibilitado de instalar programas de outras fontes que não sejam a sua loja. Além de dar mais uma alternativa aos usuários do Windows 10 S, o Thunderbird na loja traz maior conforto aos utilizadores da plataforma.

Versão “não oficial”


Vale destacar que a versão contida na Windows Store não é disponibilizada diretamente pela Mozilla pelo contrário, um grupo denominado Store Ports fez todo o processo. Mesmo não sendo uma versão adicionada na loja por sua própria desenvolvedora o grupo disponibiliza todo o código do Thunderbird, adicionado na loja, em seu Github. O software tem seu instalador convertido para adequar-se às diretrizes da Microsoft, passando por verificações de autenticidade, segurança e qualidade. Todo esse processo é garantido pela licença da empresa, MPL (Mozilla Public License) 1.1, caso queira testar essa versão contida na loja, acesse o link ou procure na loja do Windows (não preciso dizer que a versão é para Windows, né? 😂😂😂). [O Thunderbird foi retirado da loja da Microsoft. Se o mesmo retornará, não sabemos]. Então, baixe diretamente do site da Mozilla.

mozilla-thunderbird-windows-s-10-store-loja-ms-microsoft-portsmozilla-thunderbird-windows-s-10-store-loja-ms-microsoft-ports-cliente-email

É interessante ver essas iniciativas, lembrei do Flathub quando me deparei com a notícia. Agora cabe saber se o desenvolvedor irá manter a versão da loja da MS atualizada, e em quanto tempo esses updates ocorrerão, em comparativo a versão distribuída oficialmente. [Como informado logo acima, a versão "não oficial" foi retirada da loja. Não sabemos se momentaneamente ou permanentemente].

Você utiliza a loja do Windows para efetuar a instalação de seus softwares? Que tal participar de nosso fórum Diolinux Plus, ao contrário do que muitos pensam, o fórum é sobre tecnologia em geral. Não importa se você usa macOS, Android, Windows, BSD ou o que for. Venha fortalecer a comunidade e usufruir de ambos os mundos.

Até o próximo post, sejam complacentes com a opinião alheia. Não se esqueçam de compartilhar o blog Diolinux, SISTEMATICAMENTE! 😎
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Microsoft revela o futuro do Windows

Nenhum comentário

quarta-feira, 29 de maio de 2019

O Windows 10 é um “tabu” para diversos usuários, devido a sua atual política de atualizações com diversos erros e outros por menores. Entre alguns amigos técnicos em informática, há quem ame e quem odeie o sistema. Particularmente não estou entre os “odiadores”, entretanto como todo sistema operacional existem aspectos “que não curto”.

windows-10-futuro-microsoft-atualização-computex-2019-msix-ostree-flatpak-snap-ai

Em uma publicação no blog oficial da Microsoft, o vice presidente corporativo de vendas para consumidores e dispositivos, Nick Parker discute a visão da empresa de um sistema operacional moderno e robusto. Ao apresentar os novos PCs com Windows que compunham a Computex 2019, diversas declarações foram feitas de um sistema operacional moderno, na qual pressupunha-se que seja o futuro do Windows. Afinal, não faz sentido a empresa enaltecer recursos e características, dizendo ser um sistema moderno, se esse não é o próprio Windows (mesmo que em uma visão do futuro).

Esses novos PCs modernos e dispositivos inovadores que o ecossistema continuará a construir e levar ao mercado no futuro exigirão um sistema operacional moderno”, diz Nick Parker. Nas palavras de Parker podemos observar que o tal ”sistema moderno” ainda não existe, ou está em constante desenvolvimento. Algo que encaixa-se perfeitamente com o Windows no cenário atual e suas atualizações, desculpem as palavras, desastrosas.

Nick Parker continua, "Atualizações modernas do sistema operacional são feitas de forma invisível em segundo plano; a experiência de atualização é determinística, confiável e instantânea, sem interrupções! Um sistema operacional moderno, também é seguro por padrão, o estado é separado do sistema operacional; o cálculo é separado dos aplicativos; isso protege o usuário de ataques mal-intencionados durante todo o ciclo de vida do dispositivo“. Estaria a Microsoft planejando um Windows com abstração total de suas aplicações e o sistema? Um tipo de “sandbox” em apps Windows. Como as palavras de Parker sugerem, as aplicações serão separadas do “core” do sistema, um conceito que já conhecemos no Linux com tecnologias como o Flatpak e Snap por exemplo. Outro ponto é sobre a segurança das atualizações, e quem conhece um pouco sobre atualizações atômicas e OSTree, sabe que tais métodos asseguram a integridade do sistema. Tudo indica que o Windows no futuro utilizará métodos semelhantes. Com uma tecnologia dessa por trás, o usuário teria a total segurança de uma atualização em background, mesmo caso fosse interrompida. Por conta da forma que tais procedimentos ocorrem o sistema não seria afetado. Tudo isso me faz pensar no Endless OS e o Fedora SilverBlue, o sistema inquebrável. Recomendo que assistam o vídeo do canal Oficina do Tux e entenda um pouco sobre essa tecnologia.




Com todos os problemas que o Windows 10 vem passando com seus updates, não é de se estranhar que a Microsoft esteja pensando em uma forma de contornar tais erros e tornar seu sistema “mais moderno”. Nick Parker também sugere que por meio da nuvem e inteligências artificiais, o tal sistema moderno poderá identificar os padrões de uso do usuário e efetuar as atualizações conforme o perfil de cada um. “Essas experiências são alimentadas por AI , então um sistema operacional moderno está ciente do que um usuário está fazendo amanhã e ajudando-o a fazê-lo, e aprimorando os aplicativos tornando-os mais inteligentes”.

Um sistema operacional moderno também é multi-senso. As pessoas podem usar a caneta, a voz, o toque e até o olhar”, diz Nick Parker. Indicando que acessibilidade é um ponto importante.

Outro ponto observado é a constante interação com a internet, algo que o tão citado sistema moderno deve possuir, possibilitando que o usuário esteja sempre conectado. Um conceito que a Microsoft adotou com o Windows 10 baseado em ARM. 

Segundo Nick Parker “A Microsoft está investindo para habilitar essas modernas experiências de SO e para oferecer novas que aproveitem os avanços do silício”. Lembrando que durante todas essas palavras em nenhum momento o Windows foi citado, todavia como já mencionei, a MS não falaria de algo que não almeja-se ao seu sistema. Caso contrário, o inúmeras vezes citado “sistema moderno” não seria o Windows e particularmente não creio que a empresa esteja falando de outro SO.

Mais funcionalidades foram ditas para o futuro do Windows como:


  • Serviços de reconhecimento cognitivo (para auxílio em marcação de fotografias do telefone);
  • Projeção da tela do Android no PC;
  • Usar o mouse e teclado na interação de aplicativos Android no PC;
  • Conteúdo do telefone no PC, utilizando Wi-fi ou LTE.

Outros assuntos foram abordados na postagem no site da Microsoft, IoT, Office 365, Hardwares etc. Caso queira maiores detalhes acesse o seguinte link.

A Microsoft vem demonstrando que está pensando em um futuro sólido para sua plataforma. Primeiro anunciaram seu novo formato de empacotamento, inclusive compatível com Linux, MSIX. Depois o WLS 2, incluindo o Kernel Linux dentro do Windows. E agora especula características comuns em algumas distribuições Linux, como o Fedora SilverBlue e Endless OS. Parece que a plataforma tende a evoluir e “pegar” o que tem de melhor em outros sistemas. Quem sabe assim usuários não sofrerão com atualizações do Windows 10 que infelizmente estão sendo verdadeiras “roletas russas”.

O que você acha sobre o futuro do Windows? Concorda com o “sistema moderno” tanto dito pela Microsoft? Que tal acessar o nosso fórum Diolinux Plus e continuar esse assunto.

Até o próximo post, sejam educados e complacentes nos comentários. Compartilhe e indique o blog Diolinux, SISTEMATICAMENTE! 😎

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Redream um ótimo emulador de Dreamcast para PC e Android

Nenhum comentário

quinta-feira, 23 de maio de 2019

O Dreamcast foi lançado no Brasil em 10 de Outubro de 1999. Desenvolvido em uma parceria entre a Sega e Microsoft, o console possuía aspectos interessantíssimos como: Sua arquitetura baseada nos computadores, facilitando a vida dos desenvolvedores ao portarem games de pc ao console. Um sistema inteiramente baseado no Windows CE, que pasmem rodava semelhante a uma distro linux em “live cd”. Além de poder executar funções de computadores da época, como digitar textos, navegar na internet, ver vídeos e ouvir músicas. Pena não ter “emplacado” mundo afora, no entanto sendo extremamente popular no Japão.

redream-emuldor-dreamcast-pc-desktop-mobile-linux-windows-mac-android

O Dreamcast teve um lugar importante em minha adolescência, onde passei bons momentos com seus vários títulos. Eis a oportunidade de desfrutar de seus games de Dreamcast, seja no Linux, Windows, macOS ou Android. 

Redream, bonito, simples e eficiente 


Quem é familiarizado no mundo da emulação talvez já tenha pensado no clássico emulador de Dreamcast, o Reicast, mas iremos falar de outra alternativa. O Redream é um emulador de Dreamcast que possui uma interface clean, organizada e bonita. Sua compatibilidade atual é de aproximadamente 80% dos títulos do console, então as chances de não executar aquele seu jogo favorito são pequenas. 

redream-emuldor-dreamcast-pc-desktop-mobile-linux-windows-mac-android-compatibilidade-jogos

O emulador possui duas versões, uma “Lite” e outra “Premium”, sendo a primeira opção gratuita e a segunda custando US$5 (dólares). A única diferença de uma versão para a outra é a possibilidade de, na Premium, contar com a opção de renderização em alta definição. Algo que particularmente não me fez tanta falta, entretanto fique a vontade para adquirir a alternativa paga.

redream-emuldor-dreamcast-pc-desktop-mobile-linux-windows-mac-android-premium-lite

Um emulador “direto ao ponto”


O Redream é dotado de uma interface simplista e elegante, sem distrações ou configurações complexas. Dividido em 5 categorias (“abas”), sendo elas: Games, Library, Input, Video e System. O programa é de fácil compreensão.

Em “Games”, ficam todos seus jogos adicionados anteriormente na biblioteca do emulador. Um detalhe curioso, é a atenção de seus desenvolvedores pelo design da aplicação, pois ao adicionar um game na biblioteca o emulador automaticamente efetua o download de sua capa original.

redream-emuldor-dreamcast-pc-desktop-mobile-linux-windows-mac-android

“Library” é onde você indicará o caminho de seus jogos do Dreamcast, basta clicar no botão “Add Directory” e caminhar até a localização de seus games.

redream-emuldor-dreamcast-pc-desktop-mobile-linux-windows-mac-android

Na categoria “Input”, existirá a possibilidade de configurar 4 jogadores no emulador. Para configurar as teclas ou botões (caso possua um joystick), basta clicar na opção conforme o número do jogador, depois “Customize binds” e atribuir as teclas/botões correspondentes. Como citei anteriormente, os detalhes visuais e facilidades de uso é uma vantagem gigantesca do emulador. Um simples gesto de oferecer visualmente o modelo do joystick original do console, auxilia muito no ato da configuração. Algo que não me recordo ver em outros emuladores.

redream-emuldor-dreamcast-pc-desktop-mobile-linux-windows-mac-android

Agora na opção “Video”, as configurações básicas podem ser realizadas, como alterar a resolução, execução em modo janela, aspecto da janela do emulador etc.

redream-emuldor-dreamcast-pc-desktop-mobile-linux-windows-mac-android

Por último “System”, com opções de região do console, linguagem da interface do emulador e muito mais. No presente momento que escrevo este post, não existe a opção ”Português” no emulador, entretanto não será nada que dificulte sua utilização.

redream-emuldor-dreamcast-pc-desktop-mobile-linux-windows-mac-android

Baixando a versão desktop do Redream


Efetue o download do emulador no seguinte link. Escolha entre a versão “Lite” ou “Premium”, logo após, você será encaminhado para uma nova página. Fica ao seu critério baixar a versão “Stable”, com recursos estáveis ou a versão “Developmement” que recebe novas features e é a versão “não tão estável”. Depois selecione seu sistema operacional, no meu caso irei clicar no botão com o pinguim, indicativo de Linux.

redream-emuldor-dreamcast-pc-desktop-mobile-linux-windows-mac-android

Extraia o “arquivo tar.gz” e verifique se o executável, denominado “redream”, possui a permissão para execução. No Ubuntu basta clicar com o botão direito do mouse, ir em “Propriedades” >> aba “Permissões” e averiguar se a caixa de seleção está marcada (Permitir execução do arquivo como um programa).

redream-emuldor-dreamcast-pc-desktop-mobile-linux-windows-mac-android

Execute dando 2 cliques ou clicando com o botão direito do mouse indo na opção “Executar”.

Veja logo abaixo um vídeo que fiz no OSistemático, nele demonstro o download, explicação e utilização do emulador Redream.


Versão Android do Redream


Recentemente o Redream recebeu uma versão Android, sua interface é idêntica a desktop. Assim sendo tanto no PC como no Smartphone sua utilização será semelhante (ao menos no aspecto do design do emulador). Para desfrutar dos games do Dreamcast no Android, basta possuir um smartphone com processador Snapdragon 630. Creio que a experiência será satisfatória, evidente que quanto maior a capacidade de processamento de seu gadget, melhor será a jogatina.

redream-emuldor-dreamcast-pc-desktop-mobile-linux-windows-mac-android



E você jogava muito no Dreamcast? Já gastei horas e horas jogando Marvel vs Capcom, entre outros games.

Continue esse bate-papo em nosso fórum Diolinux Plus, a galera lá também curte uma jogatina.

Até o próximo post, SISTEMATICAMENTE! 😎
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Huawei e Deepin podem impulsionar o Linux

Nenhum comentário

quarta-feira, 22 de maio de 2019

Por um breve período a Huawei foi posta em uma lista negra, e o governo Trump chegou a aconselhar que empresas americanas cortassem relações comerciais com a empresa chinesa. Google, Intel, Qualcomm, Broadcom entre outras gigantes do mundo tecnológico foram ao encontro do conselho do atual governo

huawei-ms-microsoft-windows-linux-kirinOS-Android-Deepin-mobile-desktop-laptop-notebook

Porém por decisão do Departamento de Comércio dos EUA, uma licença provisória foi concedida à empresa. Licença essa que tem validade até o dia 18 de Agosto. Não ficou claro se haverá prorrogação ou se a Huawei entrará na "lista branca". Entretanto após as declarações da Google impedindo o uso da licença do Android para a fabricante chinesa e caso no futuro a Huawei perca em definitivo esta licença, a mesma teria que bolar soluções que contornam a decisão americana. Para entender toda essa situação, fizemos uma matéria detalhando o caso.

Huawei sem Android, como seria?


A Huawei vem desenvolvendo sua própria solução móvel, chamado de HongMeng OS, não é de conhecimento geral o estado de desenvolvimento de seu sistema. Ou se o substituto do robozinho verde seria baseado no próprio Android, mas sem as tecnologias proprietárias da Google.

huawei-ms-microsoft-windows-linux-HongMeng-OS-Android-Deepin-mobile-desktop-laptop-notebook

É quase certo que a gigante da China já tinha em seus planos, possíveis situações como a atual, afinal a relação entre Estados Unidos e China nunca foram as melhores. Todavia algumas características importantes deveriam ser adotadas em seu novo sistema. Por isso creio que o mesmo seja baseada ou tenha compatibilidade total com aplicações e games do Android, claro sem a necessidade de uma Google Play Store. Essa estratégia poderia manter a empresa firme no mercado, mesmo que fora dos Estados Unidos ou países que fossem influenciados pela decisão do governo americano.

O consumidor "comum não quer saber" se o sistema é X ou Y. O que na realidade importa para as massas são os apps. E caso o HongMeng OS, sistema em desenvolvimento da Huawei, atenda esses requisitos a empresa continuará "no jogo". Caso contrário, já temos alguns exemplos como o Windows Phone e Ubuntu Phone que demonstram os possíveis destinos.

Huawei sem Windows, como seria?


Outra possibilidade é a exclusão da Huawei no hall de parceiros da Microsoft. A gigante de Redmond poderia seguir os mesmos passos da Google, e caso a licença não seja renovado após 18 de Agosto, a Huawei seria impossibilitada de embutir o Windows em seus notebooks e equipamentos (o laptop da Huawei a MS já retirou de sua store, sobre o Windows ainda continua um mistério). Obviamente que a chinesa poderia utilizar-se de outro parceiro, todavia o custo de seus equipamentos seria muito mais elevado, ocasionando consequências em sua posição no mercado. E qual outra solução? (Sei que está esperando isso, desde quando começou a ler 😁😋😇). Provavelmente o mesmo plano que a empresa planeja ao Android, uma outra alternativa (claro que a Huawei poderia embarcar seus computadores com o HongMeng OS, unificando toda plataforma, mas perceba que ficariam limitados quando o assunto é “software e games para desktop”).

Ao se falar de alternativas ao Windows, não seria cabível imaginar que a Huawei conseguiria desenvolver um sistema desktop, compatível com diversos softwares do mercado em poucos anos. Na realidade é loucura e muita ingenuidade acreditar que um sistema operacional é desenvolvido de um dia para o outro. Então, não seria de se espantar a empresa começar a investir em um sistema baseado no kernel Linux. Talvez seja até isso um dos pontapés iniciais para a popularização do Linux nos desktops. Uma realidade não tão distante e que com o marketing certo a empresa poderia contornar a situação, sem necessariamente depender do Windows. Indo além, sua autonomia poderia ser maior ao não depender de outras empresas e quem sabe desenvolver sua própria distribuição. 

Uma tarefa não tão simples e que poderia custar muito mais que pagar licenças de “redistribuidores” do Windows. No entanto existe outra maneira, uma parceria com outra empresa chinesa a Wuhan Deepin Technology.

huawei-ms-microsoft-windows-linux-kirinOS-Android-Deepin-mobile-desktop-laptop-notebook

Linux promovido através do Deepin


Aqui no Diolinux sempre "batemos na mesma tecla", falta marketing no Linux. Não falamos no aspecto de servidores e internet das coisas (IoT), e sim desktop, games e no uso do cotidiano. A Dell é uma grande empresa que oferece o Linux, através do Ubuntu como alternativa. Todavia, o seu foco continua sendo o Windows e na realidade não existe nenhuma empresa que possua um alcance mundial impulsionando massivamente o Linux nos desktops.

Talvez a Huawei poderia ser essa empresa, com seu domínio em diversas áreas e um mercado relativamente abrangente com seus notebooks, o Linux pode ser conhecido e usado por mais pessoas. Desenvolver um sistema não é algo barato e rápido, logo uma parceira chinesa poderia ser uma poderosa aliada, e a empresa por trás do Deepin pode ser a resposta. Com todo esse transtorno com o governo americano, é plausível pensar que uma das melhores escolhas seria uma empresa de seu próprio país. A Wuhan Deepin Technology, empresa responsável pela distribuição Deepin, tem alguns anos no mercado, um software atraente e funcional, podendo chamar atenção da gigante Huawei.

huawei-ms-microsoft-windows-linux-kirinOS-Android-Deepin-mobile-desktop-laptop-notebook

Com uma empresa que possua experiência no desenvolvimento de sistemas Linux, a Huawei possivelmente firmaria algum acordo e disponibilizaria o Deepin em seus equipamentos, ou quem sabe compraria a Wuhan Deepin Technology. Convenhamos que a distribuição chinesa atrai os olhos e consumidores são fisgados "pela luxúria" em primeiro momento. E quanto aos problemas existentes no Deepin? Nada que uma boa grana injetada não possa resolver (ou amenizar) e isso não é empecilho para empresa.

Será que o Deepin tornará o Linux popular nos desktops? Afinal o mercado chinês é um dos maiores e que mais cresce no mundo. Muitos esperam do Ubuntu ou ChromeOS tal façanha, talvez o “pequenino” chinês faça história, você gostando ou não. Se ele seria adotado maciçamente em outros países, aí já é outra história. Talvez ele impulsione o Linux nos desktops, retirando o preconceito da cabeça de muitos consumidores ou mostrando que existem outras alternativas. 

E você o que pensa sobre esse assunto? Que tal continuá-lo em nosso fórum Diolinux Plus, a galera por lá é bem educada. E creio que você também é (aqui nos comentários).

Até o próximo post, que o assunto hoje rendeu (😁😁😁), seja complacente com a opinião alheia e como sempre te espero aqui no blog Diolinux, SISTEMATICAMENTE! 😎
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Kernel Linux dentro do Windows? Como assim?

Nenhum comentário

quinta-feira, 9 de maio de 2019

A Microsoft anunciou a segunda versão do Windows Subsystem for Linux (WSL), anúncio esse feito na Build 2019, prometendo desempenho, velocidade e o aumento da gama de aplicativos Linux a serem executados. No mesmo evento a Microsoft anunciou um novo aplicativo de Terminal para Windows, com várias funções interessantes, incluindo a funcionalidade de “conversar” com as distros Linux instaladas via WSL, além do provável lançamento do reformulado Microsoft Edge, agora baseado no Chromium, para Linux.


 Kernel Linux dentro do Windows? Como assim?





As mudanças vieram depois do feedback dado pelos usuários,  assim melhorando a primeira versão, que foi lançada em 2016 e amplamente distribuída em 2018.

Em seu blog para devs, a Microsoft fez a seguinte ponderação sobre a nova versão do WSL:

“O WSL 2 é uma nova versão da arquitetura que alimenta o Windows Subsystem for Linux para executar binários ELF64 Linux no Windows. Essa nova arquitetura altera a forma como esses binários do Linux interagem com o Windows e o hardware de seu computador, mas ainda fornece a mesma experiência do usuário que no WSL 1 (a versão atual, amplamente disponível). 
As distribuições individuais do Linux podem ser executadas como uma distro do WSL 1 ou como uma distro do WSL 2, podendo receber upgrade e downgrades a qualquer momento,  você pode executar distros do WSL 1 e do WSL 2 lado a lado. O WSL 2 utiliza uma arquitetura inteiramente nova e usa um kernel Linux real.” , segundo Craig Loewen, Program Manager, Windows Developer Platform.

O WSL 2 contará com um Kernel Linux integrado e customizado pela Microsoft para ter a compatibilidade total com as chamadas de sistema (sendo adaptado ao funcionamento do Windows), atualizações via Windows Update, utilizando  a versão 4.19 do Linux. Ele ficará disponível para testes até o final de Junho para os usuários inscritos no programa Windows Insider.

O Windows agora roda Linux?


Oficialmente o Windows passa a trazer dois Kernels para o sistema, sendo o Kernel NT tradicional ainda o principal, fazendo toda essa comunicação do Windows com o hardware do computador para a maioria das tarefas, a pergunta inevitável é: Até quando? Será que em algum momento o Kernel Linux será a base única do sistema da Microsoft?

Adivinhar o futuro é difícil, mas dada a junção entre as duas plataformas, não é tão complicado de imaginar algo assim acontecendo num futuro, certamente a Microsoft economizaria alguns milhões de dólares em desenvolvimento em seu próprio Kernel, isto é, se a mudança for tecnicamente possível. 

Vemos também a Microsoft ajudando, ainda que não muito, o projeto Wine através de Drivers do Windows e relacionados, tudo isso pode acabar gerando uma plataforma híbrida bem interessante, muito mais open source do que em qualquer momento no passado, mas ainda Windows.

Continue acompanhando o blog para ficar ligado nas notícias.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá  no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Fim do Windows Mobile

Nenhum comentário

sábado, 19 de janeiro de 2019

Concorrente direto do Android e iOS, o Windows Phone/Mobile, foi uma iniciativa da Microsoft, lançado em 2010, que visava ser uma alternativa ao consumidor final.

windows-10-mobile-fim-suporte

Depois de anos sem uma solução para smartphones e com o reinado do Android em cena, a Microsoft decide entrar no mercado com seu Windows Phone 7. Tentando resgatar o tempo pedido, ela, em Fevereiro de 2011, faz uma parceria com a famosa Nokia, aliando o software com o hardware da Nokia, aclamada por muitos, como um das melhores fabricantes de smartphones até então.

Evolução do sistema


Ao decorrer de sua vida, o Windows phone foi recebendo inúmeras versões e funcionalidades, como fabricantes que passaram adotar o sistema.

Versões como Windows Phone 7.5 “Mango”, “Tango”, foram algumas, até seu substituto, a versão 8 do sistema. Alvo de críticas, o sistema era considerado simplório e sem funcionalidades, que seus concorrentes, Android e iOS, possuíam há tempos.

windows-phone-7-tiles

Outra reclamação dos usuários era a quantidade de aplicativos na plataforma, e o desinteresse de muitos desenvolvedores em produzir suas versões ao sistema mobile da Microsoft.

Com o tempo, outras atualizações do sistema vieram, o Windows Phone 8.1, considerado um marco pelos usuários da plataforma, por conter funcionalidades aguardadas.

Em 2015 a versão Windows Phone 10 é anunciada, com melhorias visuais e mais funcionalidades. Sendo rebatizada para “Windows 10 Mobile”.

Interface singular


Amada e odiada por muitos, a interface de usuário do sistema para smartphones da “gigante de Redmond” era composta de blocos, “mosaicos dinâmicos”, indo totalmente contra a tendência de ícones na tela. As informações eram visíveis e atualizadas nos “bloquinhos”. Particularmente, gostava desse visual.

windows-phone-10-tiles


Funcionalidades interessantes


Mesmo conhecido por ser mais limitado, comparado a concorrência, algumas funcionalidades incorporadas como o Microsoft Office, Contatos, que comportava-se como uma mini rede social, integração com serviços Microsoft, e até mesmo com o Xbox, possibilitando a criação e customização de avatares, chamavam muito a atenção. Uma forma de marcar amigos e jogar partidas online. Através do Studio Microsoft e parceiros, contava com jogos exclusivos, que utilizavam bem tais recursos.

avata-windows-phone-mobile-10-xbox-games

Declínio da plataforma


Algo que um bom empreendedor deve ter é “Timing”, a hora certa de quando proceder, quando parar, quando avançar e quando entrar, ou melhor ainda, criar um mercado. E nessa tarefa o Windows Phone foi o retardatário.

Talvez isso tenha sido a causa de sua ruína, aliado a falta de interesse dos desenvolvedores, mesmo com incentivos financeiros da MS, o Windows Phone foi fadado ao fracasso.

Quer ter esse “Timing” e não perder nenhuma oportunidade? Então acompanhe e inscreva-se no Digital Job, fique por dentro e não “coma mosca”, no mundo do empreendedorismo.

R.I.P Windows Phone


Em 11 de Julho de 2017 os aparelhos com Windows Phone 8.1 perderam suporte, sua versão 10 estava no mercado, mas com pouquíssimos dispositivos, e a maioria dos usuários do 8.1 não podiam migrar numa atualização, pois a nova versão não era suportada em seus aparelhos. Isso deixou muitos indignados e desgostosos com a plataforma, pois anteriormente a MS tinha disponibilizado uma lista de aparelhos compatíveis, e no final acabou voltando atrás. 

A partir de 10 de Dezembro de 2019 os usuários do Windows 10 Mobile perderão as atualizações de segurança e patches de melhorias para o sistema, além disso, em 2020 a MS não vai permitir a criação de backups dos dispositivos.

Microsoft sugere que usuários de Windows 10 Mobile, migrem para Android ou iOS


Em seu site de suporte oficial, a Microsoft aconselha usuários de Windows Mobile a migrarem para outras plataformas, Android ou iOS. Isso demonstra o fim definitivo de seu sistema operativo móvel, sem atualizações de segurança, utilizar um sistema assim é algo arriscado e nada aconselhável.

No fim, a MS agradece a todos que apoiaram o seu sistema móvel, evidenciando a morte do Windows para smartphones.

E você, já teve um smartphone com Windows Mobile? Ou conheceu alguém? Eu tenho dois até hoje, fazendo a função de gravador, lanterna ou despertador… 😂😂😂

Infelizmente com o tempo o aparelho foi se tornando instável e me irritava muito, migrei de vez para o Android e estou muito feliz.

Nos vemos no próximo post, até lá te espero, SISTEMATICAMENTE! 😎

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo