Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador xubuntu. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador xubuntu. Mostrar todas as postagens

Novo XFCE pode chegar antes do que imaginamos!

Nenhum comentário

quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Tivemos o lançamento do XFCE 4.14, depois de quase 5 anos de desenvolvimento, há algumas semanas, e mesmo depois desse tempo, o projeto não trouxe grandes novidades, o que fez alguns se perguntarem: Quanto tempo vamos ter de esperar pela próxima versão?

xfce-416-lançamento






Definitivamente o XFCE não é o chamado "projeto super popular", ao menos quando olhamos para a quantidade de desenvolvedores envolvidos, mas mesmo assim, ele acabou se tornando uma das mais sólidas interfaces gráficas do mundo Linux ao longo do tempo, justamente por deixar de priorizar tanto inovações e adições de recursos e focar em estabilidade e correção de bugs.


Informações por parte dos desenvolvedores do XFCE apontam que a próxima versão estável, 4.16, deverá estar disponível já no próximo ano.

Simon Steinbeiss, gerente do projeto XFCE, comentou que o projeto gostaria de se manter próximo com o modelo de lançamento de 6 meses, estendendo no máximo até a um ano para entregar uma nova versão estável. O desenvolvimento do XFCE 4.14 levou praticamente 4 anos a mais do que o esperado, porque houveram muitas mudanças tecnicamente difíceis de serem feitas, ainda mais numa equipe reduzida.

Ao longo dos últimos anos a equipe do XFCE fez um grande trabalho no porte da interface para o GTK3, algo que consumiu muito tempo. Para a próxima versão não há necessidade de fazer o porte para o GTK4, ou dar suporte completo ao Wayland, então um lançamento breve, focado em outras funcionalidades da interface é mais provável.

Existe um roadmap de funcionalidades e objetivos para a versão 4.16 do XFCE, que ainda não tem data definida para sair, basta clicar aqui e conferir.

Se você pudesse fazer um pedido aos desenvolvedores do XFCE, qual seria? Que recurso você gostaria de ver na interface? 

Compartilhe a sua opinião e tire as suas dúvidas sobre o XFCE no nosso fórum.

Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


XFCE 4.14 enfim lançado! Saiba quais são as novidades

Nenhum comentário

terça-feira, 13 de agosto de 2019

O XFCE é conhecido por ser relativamente leve e bem conservador. Não é difícil ver alguns usuários chamando ele de “rocha”, pois, sua fama é de prezar pela estabilidade e nem sempre acompanhar as últimas novidades (ao contrário de um KDE Plasma da vida). No entanto, essa característica não é um defeito, apenas um modo de se trabalhar.

xfce-gtk3-linux-interface-leve-customizável

A nova versão do “Ratinho mais querido entre os pinguins”, vem repleto de novidades e polimentos, eis logo a seguir alguns destes principais destaques:

  • Porte dos principais componentes de GTK2 para GTK3, do D-Bus GLib para GDBus; 
  • Área de trabalho com suporte a função do monitor principal RandR;
  • O gerenciador de janelas do XFCE agora possui suporte a VSync, HiDPI, aprimoramento do GLX com drivers proprietários NVidia ou XInput2;
  • Refinamento no plugin que permitia o agrupamento de janelas em listas;
  • Sincronização entre os wallpapers do usuário com Contas e Serviço;
  • Possibilidade de escalonamento das janelas GTK na caixa de diálogo de aparência e uso da fonte mono espaçada (a visualização por tópicos foi abandonada);
  • O mecanismo para pesquisa de aplicativos pode ser aberto como uma janela única, ou de forma tradicional. Sua navegação via terminal foi aprimorada.

A mudança não ficou apenas nos painéis ou componentes que “desenham e formam” a interface. As aplicações receberam muitas novidades. Podemos dizer que essa versão 4.14 do XFCE foi uma das que mais trouxeram mudanças. Por vários anos o XFCE permaneceu apenas com correções de desempenho e falhas, sem novidades ou adições que mudassem o comportamento, ou algum de seus elementos. Como mencionado anteriormente, essa característica mais conservadora do projeto, é um dos pilares que reforçam essa sensação de robustez e confiança do XFCE. Obviamente que outros aspectos, como leveza e um alto nível de personalização, são chamarizes para novos usuários.

  • O Thunar recebeu várias funcionalidades e correções, que vão de aspectos visuais à experiência do usuário. Por exemplo, sua barra de caminho recebeu uma revisão completa, suporte a miniaturas maiores e para ícones como miniatura (ou até mesmo arquivos de música, com álbuns em suas miniaturas). Melhor navegação via teclado e suporte a Blu-ray, pelo gerenciador de volume do Thunar;
  • Parole Media Play passou a possuir um “modo mini”, melhor integração com transmissões de rede e podcasts. O mesmo passou a inibir protetores de tela ou até mesmo configurações de energia que desligassem a tela, durante a reprodução de conteúdo;
  • O gerenciador de bateria foi refinado, permitindo suporte ao botão XF86Battery e o novo protetor de tela xfce4. Além, de correções de bugs e ajustes de recursos já existentes;
  • O add-on do painel ganhou novas funções, como: poder exibir o tempo ou percentual de baterias e dependerá do ícone padrão do UPower para trabalhar com temas de ícones. Afinal, com o LXDE migrando para base QT, o complemento do painel que responsável por isso foi removido.
  • O serviço de notificação recebeu um modo não perturbe e suporte a persistência;
  • Ristretto obteve melhoras em seu design e passa a poder configurar o plano de fundo da área de trabalho;
  • O gerenciador de área de transferência, através do GtkApplication, passa a ter maior compatibilidade com atalhos do teclado.
  • Melhorias no add-on do painel pulseaudio, proporcionando o controle de players de mídia remotamente;
  • A captura de tela com mais liberdade, sendo que o usuário pode mover a largura e altura da seleção de captura, entre outros detalhes;
  • E muito mais novidades.

Para maiores detalhes acesse o comunicado oficial do lançamento do XFCE 4.14. Lembrando que as Daily Builds do Xubuntu 19.10 estão com a versão de teste do XFCE 4.14, sendo questão de tempo para usarem a final.

Participe de nosso fórum Diolinux Plus e fique por dentro das novidades, até o próximo post, SISTEMATICAMENTE! 😎

Fonte: XFCE.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Canonical libera a versão final do Ubuntu 18.10 (Cosmic Cuttlefish)

Nenhum comentário

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Foi lançado nesta Quinta-feira (18), a versão final do Ubuntu 18.10 depois de longos 6 meses em desenvolvimento pela Canonical e assim sendo liberado o download para todos. O anúncio foi feito no blog oficial da Canonical.

Canonical libera a versão final do Ubuntu 18.10 (Cosmic Cuttlefish)






Como mencionamos em outros artigos aqui do blog, o novo Ubuntu viria com várias novidades e melhorias em relação ao Ubuntu 18.04 LTS.

Essa nova versão também está disponível na versão para servidores, Ubuntu Server 18.10 e que também trouxe algumas atualizações e melhorias de alguns programas e ferramentas.

Vale lembrar que essa versão do Ubuntu só terá suporte por 9 meses, acabando em Julho de 2019.

As principais novidades no Ubuntu 18.10 são:






- Driver NVIDIA mais recente da geração 390.XX

- Mesa Driver com a versão mais recente da geração 18.X.X

- Correção do problema do Leak de memória com o Gnome.

Além dessas novidades, manteve algumas coisas do Ubuntu 18.04 que comentamos nesse artigo.

As outras melhorias e upgrades de programas implementados nessa versão foram:

● OpenSSL 1.1.1 (biblioteca de comunicação segura que utiliza o protocolo TLS);

● Kernel 4.18 incluindo suporte para às GPUs  AMD Radeon RX Vega M, suporte completo ao Raspberry Pi 3B e 3B+, Qualcomm Snapdragon 845, muitos melhoramentos para às saídas USB 3.2 e Type-C, Intel Cannonlake graphics.

● Atualizações das ferramentas glibc 2.28, OpenJDK 11, boost 1.67, rustc 1.28, and updated GCC 8.2, python 3.6.7 as default, python 3.7.1 as supported, ruby 2.5.1, php 7.2.10, perl 5.26.2, golang 1.10.4.

Para a versão de Desktop tivemos algumas novidades, como o suporte do VeraCypt no Gnome Discos, melhorias no shell para melhorar o cache da memória RAM das GPUs e assim aumentar os FPS, bibliotecas para leitores digitais agora como principais.

Já na versão Server houve o upgrade de programas importantes, como o qemu para a versão 2.12, libvirt para a versão 4.6, Open vSwitch para a versão 2.10, cloud-init versão 18.4 e o curtin para a versão 18.1.59.

Também foram atualizados o Firefox que agora vai com a versão 63, o LibreOffice está indo com a versão 6.1.2 entre outros aplicativos.

Para conferir a nota completa, acesse a Wiki do Ubuntu.

Flavours também foram lançadas

As flavours (ou sabores) do Ubuntu, também receberam a versão 18.10 e somente o Lubuntu e o Xubuntu mantiveram versões para 32 bits, ao que tudo indica, pela primeira vez.

Para baixar as imagens ISOs das flavours, basta clicar nos respectivos nomes.

Para baixar o Ubuntu 18.10 basta acessar o site oficial dele. E se você quiser saber o que achamos dele, basta ver a nossa review abaixo, ficou bem bacana.

       

Nos testes que eu fiz (Ricardo) em um notebook antigo da Lenovo com um Core i5-3230M (2,60 GHz; 3 MB Cache) de terceira geração, com Intel Graphics HD 3000 e 12GB de memória RAM (DDR3 1600Mhz e não tão novas assim rs) o novo Ubuntu se saiu muito bem e não apresentou travamentos e nem nada do tipo. E detalhe, esse notebook tem tela sensível ao toque e o Ubuntu se comporta muito bem obrigado. Me surpreendeu essa nova versão do Ubuntu.

Agora nós diga aí nos comentários se você já está usando o novo Ubuntu e o que está achando dele.

Espero você até uma próxima e um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Lançado Beta 2 do Ubuntu 18.04 (Bionic Beaver), baixe agora!

Nenhum comentário

sexta-feira, 6 de abril de 2018

No dia de hoje (06/04) a Canonical lançou de forma oficial, a versão final do seu segundo Beta do novo Ubuntu 18.04 LTS que vinha ao longo dos últimos meses tendo um polimento em sua interface (o GNOME Shell) e a correção de bugs reportados pelos usuários, também foi liberado esse segundo Beta para os flavours (sabores) do Ubuntu, como KDE, MATE, XFCE, etc.

Lançado Beta 2 do Ubuntu 18.04 (Bionic Beaver)  já pode ser baixado






Na sétima versão LTS do sistema operacional da Canonical, temos algumas novidades com o Gnome 3.28, a última versão do gerenciador de arquivos Nautilus e a instalação "Minimal". Não faz muito tempo em que a equipe da Canonical colocou o novo Ubuntu em fase de "congelamento".

Outras Novidades vindas com o novo Ubuntu


Abaixo vamos listar algumas das principais novidades que virão na nova versão do Ubuntu:

Kernel Linux 4.15 com patches de correção aos problemas de segurança Meltdown e Spectre;

● Xorg como servidor gráfico como padrão;

● Instalação "Minimal";

● Suporte nativo aos emojis coloridos

● Inclusão de atualização de aplicativos populares, como a nova versão do LibreOffice 6;

●  GDM como gerenciador da tela de login do sistema;

●  Facilidade em alternar nas categorias dos aplicativos Snaps no Ubuntu Software;

● GNOME 3.28;

●  Utilitarios do Sistema Operacional, como por exemplo a Calculadora e o Monitor de Sistema, virão no formato Snap.

Dos outros "Flavours" do Ubuntu, os únicos que liberaram junto com a Canonical essa nova versão, foram o pessoal do Ubuntu Bundgie, Ubuntu MATE e o Xubuntu.

A versão final do Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver) será lançada no dia 26 de abril de 2018. Para baixar o Beta 2 basta clicar neste link.

E você o que espera da nova versão do Ubuntu? Conte-nos aí nos comentários. =)

 Até uma próxima e um forte abraço.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Lançado Ubuntu 17.04 Zesty Zapus, confira as novidades faça o download!

Nenhum comentário

quinta-feira, 13 de abril de 2017

O Ubuntu 17.04 Zesty Zapus está disponível para download, incluindo as flavors oficiais: Xubuntu, Lubuntu, Ubuntu MATE, Ubuntu Gnome, Kubuntu e Ubuntu Budgie. 

Veja como fazer o download!

Ubuntu 17.04 Zesty Zapus




O lançamento de Abril de 2017 será para o Ubuntu tão marcante quanto o lançamento de Abril de 2011, quando o Unity apareceu pela primeira vez no sistema, isso porque, dadas as notícias recentes, este será o último lançamento que terá a interface Unity por padrão na versão principal do sistema.

Ubuntu 17.04 Zesty Zapus


A versão 17.04 é uma versão intermediária do Ubuntu, neste ano ainda teremos a 17.10, que são duas das 3 releases que aparecem entre duas LTS. A versão LTS mais recente é o Ubuntu 16.04 Xenial Xerus que tem suporte até 2021, então, tecnicamente, você poderá utilizá-lo até o referido ano com o Unity, o suporte de segurança será mantido, ainda que a interface não seja aprimorada.

Assim como qualquer outro lançamento deste tipo, eu sempre recomendo as pessoas em geral a optarem pelas versões LTS, elas sempre terão pacotes mais estáveis e estarão mais debugadas, contudo, este lançamento novo pode servir para você fazer um "test drive" no Ubuntu Gnome e ver o que você acha da interface que deverá ser padrão do sistema em 2018. Claro, você também pode baixar o Ubuntu Gnome 16.04 LTS, se preferir.

Mediante a tanta coisa acontecendo, existem algumas implementações que virão juntamente com o novo Ubuntu, por exemplo, o arquivo SWAP, no lugar da partição, como noticiamos aqui, que acabaram passando despercebidas.

Os focos voltados para o Ubuntu Gnome


Como era de se esperar, a "grande estrela" do lançamento é o Ubuntu Gnome que nos dá um vislumbre do futuro, apesar de trazer o Shell mais recente, ele ainda terá pacotes mesclados por conta compatibilidade com o Ubuntu Unity, então existirão alguns programas "misturados", com versões 3.20 e 3.22, enquanto a maior parte será 3.24. Esse tipo de coisa deverá deixar de acontecer nos lançamentos futuros e o Ubuntu trará sempre a versão mais recente disponível do Gnome até a época de "freeze" do sistema.

Ubuntu Gnome 17.04

As outras flavors


As demais flavors do Ubuntu, como comentei neste artigo, receberam apenas atualizações dentro dos pacotes já presentes, menos o Ubuntu MATE que está à pleno vapor e criando novas soluções para o ambiente, e claro, temos o Ubuntu Budgie também, como caçula da família "buntu" que chega como uma flavor oficial.

Faça o download do Ubuntu 17.04 Zesty Zapus e também das Flavors


Todos estão disponíveis em 32 e 64 bits por download direto ou torrent, divirta-se!

Ubuntu 17.04


Diz aí! Você vai atualizar para essa versão do sistema? Já está usando? Compartilhe a sua opinião através dos comentários. Uma coisa interessante para se observar, ainda que não tenha relação técnica, é que o "ZZ do Zesty Zapus" encerra também o alfabeto, qual será o nome da próxima versão? 

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




XFDashboard - Um menu semelhante ao Gnome Shell para o XFCE

Nenhum comentário

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Se você está querendo dar uma modernizada na interface XFCE do seu Xubuntu, ou qualquer outra distro que use o ambiente, o XFDashboard pode ser uma aplicação interessante para mudar a forma com que você abre as aplicações.

XFCE Dashboard Menu




O XFDashboard é um aplicativo que permite que você tenha uma menu em tela cheia semelhante a organização do Gnome Shell, mostrando os aplicativos favoritos na barra esquerda, de forma que ele podem ser arrastados para a posição desejada. Há também as áreas de trabalho do lado direito e um campo de buscas onde você pode fazer uma pesquisa por algum app que esteja instalado.

Menu XFDashboard

Você também pode navegar pelos menus e categoriais para encontrar as aplicações caso você prefira.

XFDashboard

Se você tiver mais de uma janela aberta ao abrir o XFDashboard você verá a distribuição das janelas de uma forma semelhante ao Gnome Shell.

XFDashboard para XFCE

Como instalar o XFDashboard no Xubuntu


O procedimento de instalação é simples e pode ser feito adicionando um repositório extra do Xubuntu: ppa:xubuntu-dev/extras


Depois de adicionado o PPA, basta instalar o pacote: xfdashboard

Se você preferir instalar via termina, os comandos são os seguintes:
sudo add-apt-repository ppa:xubuntu-dev/extras
sudo apt update 
sudo apt install xfdashboard 
Depois de instalado, você vai encontrar a aplicação no menu do sistema e eu tenho duas sugestões para você utilizar ele.

1 - A primeira forma é você simplesmente arrastar o XFDashboard para a barra de tarefas e clicar nele toda a vez que quiser abrir a aplicação. 

Arrastando para o menu

2 - A segunda forma, talvez a mais eficiente, é criar uma tecla de atalho para ele, assim você pode chamar o XFDashboard rapidamente.

Procure no menu pelo aplicativo de teclado, nele você vai encontrar uma aba de atalhos onde existe a opção de criar um novo atalho

Configurando tecla de atalho

Na janela que se abrir para digitar o comando do atalho digite: xfdashboard, clique em "OK" e depois você verá uma janela onde você deve pressionar a tecla de atalho que você deseja para a função:
Configuração de atalho

No meu caso eu pressionei a tecla "super", também conhecida como "tecla do Windows", assim ao pressionar ela, ela vai se abrir.

Curtiu a dica? Então compartilhe e até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Baixe os outros sabores do Ubuntu 16.04 LTS (Kubuntu, Xubuntu, Lubuntu, Ubuntu MATE, Ubuntu Gnome, etc)

Nenhum comentário

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Foi anunciada a nova versão do Ubuntu, o Ubuntu 16.04 LTS Xenial Xerus chegou com uma série de novidades, - clique aqui para baixar a versão principal do Ubuntu - porém, nem todos gostam do Ubuntu com a interface Unity e preferem uma versão com uma interface alternativa, como KDE, Gnome, MATE, XFCE ou outra. Você encontrará o link para download de todas as verões logo abaixo.

Flavors Ubuntu 16.04 LTS Download




Não foi só o Ubuntu 16.04 LTS que teve o seu lançamento, o milhões de usuários que usam o Ubuntu com outra interface gráfica também receberam atualizações e ganharam mais destaque na página de download do Ubuntu.


Quer baixar o Ubuntu com Unity? Então clique aqui. Aproveite e confira também o nosso artigo: "7 coisas para fazer depois de instalar o Ubuntu 16.04 LTS".

E aí, qual a sua versão favorita do Ubuntu?
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Ubuntu 16.04 LTS Beta 1 e seus sabores estão disponíveis para download

Nenhum comentário

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Estamos nos aproximando do lançamento do novo Ubuntu 16.04 LTS, assim como as suas vertentes, e para os testadores de plantão, acabam de serem liberadas as ISOs Beta 1 das novas versão do Ubuntu.

Ubuntu 16.04 LTS Flavors download




Quem gosta de testar o betas para acompanhar o desenvolvimento do Ubuntu e ajudar a reportar os bugs acabou de ganhar um novo brinquedo. As primeiras imagens Beta da versão 16.04 do Ubuntu estão disponíveis para download juntamente com as suas versões, LXDE, XFCE, MATE, GNOME e Ubuntu Kylin, a versão do sistema para o mercado Chinês.

As versões com KDE e Unity normal não costumam lançar Betas 1, porém você pode baixar as Daily Builds de ambos e acompanhar o desenvolvimento da mesma forma, é algo equivalente.


Qual delas você quer testar primeiro?
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Baixe os sabores do Ubuntu 15.10: Kubuntu, Ubuntu Gnome, Xubuntu, Lubuntu e mais!

Nenhum comentário

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

O Ubuntu 15.10 Wily Werewolf foi lançado e você já pode fazer o download da versão com Unity, porém, muitas pessoas preferem o sistema com outra interface, faça o download de Kubuntu, Ubuntu Gnome, Xubuntu, Lubuntu, Ubuntu MATE, Edubuntu, Mythbuntu, Ubuntu Kylin e Ubuntu Studio agora mesmo.

Ubuntu 15.10 Flavors Download

Baixe a nova versão do Ubuntu com outras interfaces


O Ubuntu possui 9 "flavors" ou "sabores" oficiais, cada um com uma interface diferente, para atender a todos os gostos. Nesta semana também tivemos o aniversário de 11 anos do Ubuntu e agora tivemos o lançamento do Ubuntu 15.10 Wily Werewolf, se você busca a versão com Unity para baixar, você vai encontrá-la em outro artigo aqui do blog, agora vamos mostrar para você "os sabores do Ubuntu".

Kubuntu 15.10 Wily Werewolf - Download


O Kubuntu é a versão do Ubuntu que carrega o ambiente gráfico KDE, atualmente ele carrega o Plasma 5.

Kubuntu 15.10 Wily Werewolf Download

Você pode encontrar os links para download do Kubuntu 15.10, em versões de 32 bits e 64 bits, em download direto e em torrents na página do projeto.

Ubuntu Gnome 15.10 Wily Werewolf - Download


Para quem prefere usar o ambiente Gnome no sistema, aqui há também uma nova release que vem com o Gnome 3.16, nós j́á mostramos como atualizar esta versão para o Gnome 3.18.

Ubuntu Gnome 15.10 Wily Werewolf

Você encontra todos os links para download do Ubuntu Gnome 15.10 em versões de 32 bits e 64 bits, em download direto e em torrents na página oficial.

Xubuntu 15.10 Wily Werewolf - Download


Xubuntu 15.10 Download

Para os que desejam usar a interface XFCE nós temos o Xubuntu 15.10, esta versão não traz grandes mudanças em relação a versão passada, há uma atualização nos aplicativos e na interface XFCE 4.12.

O download do Xubuntu 15.10 Wily Werewolf pode ser feito em versões de 32 bits e 64 bits, em download direto e em torrents na página oficial.

Lubuntu 15.10 Wily Werewolft - Download


Para quem precisa de ainda mais leveza do que o XFCE, o LXDE pode ser uma boa opção, este é o Lubuntu, o Ubuntu com interface LXDE.

Lubuntu 15.10 Download

O Lubuntu foi uma versão que praticamente não sofreu mudanças, foram apenas corrigidos bugs, o sistema também está em uma fase de migração de interface, do LXDE para o LXQT, uma junção do LXDE com o RazorQT, vamos aguardar para ver o que acontece. Enquanto isso você pode baixar o Lubuntu 15.10 para o seu computador em versões de 32 bits e 64 bits, em download direto e em torrents à partir da página oficial.

Ubuntu MATE 15.10 Wily Werewolf - Download


A versão com ambiente gráfico MATE do Ubuntu atente muito bem os saudosistas que usam o sistema antes de 2011, com o antigo Gnome 2.

Ubuntu MATE 15.10 Download

Para os que desejam baixar esta versão do Ubuntu, o Ubuntu MATE Wily Werewolf 15.10 pode ser obtido em versões de 32 bits e 64 bits, em download direto e em torrents página oficial do projeto.

Outras versões


Você também pode baixar as outras versões todo Ubuntu que são voltadas para públicos específicos:



- Edubuntu: Esta versão não está acompanhando a release atual, o sistema é mantido apenas baseado na LTS 14.04, você pode baixá-lo aqui.

- Mythbuntu: Esta versão do Ubuntu também se mantém como base do Ubuntu 14.04 LTS, ele tem o foco de ser um servidor multimídia, sobretudo, vídeos. Baixe aqui.

Agora que você já baixou a versão do Ubuntu que queria, que tal conferir o nosso guia de pós instalação do Ubuntu?
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Testamos o Xubuntu Core, a versão ainda mais enxuta do Ubuntu com XFCE

Nenhum comentário

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

O Xubuntu Core é na verdade uma meta-pacote do Xubuntu, a versão do Ubuntu que vem com o ambiente gráfico XFCE, apesar de poder ser baixado em formato ISO ele pode ser simplesmente instalado no Ubuntu convencional a partir da versão 15.04, confira a nossa review sobre ele.

Xubuntu Core

O Xubuntu ainda mais enxuto


É uma variação interessante do Xubuntu, consigo imaginar algumas funcionalidades para esta versão específica, mas vamos deixar você com a análise, assim você conhece e tira as suas dúvidas.


Descrição do vídeo

Poucas aplicações, um sistema básico, este é o Xubuntu Core, uma versão simplificada do Xubuntu tradicional apenas com a base do XFCE Desktop.

Xubuntu Core para games: http://goo.gl/XsHhhZ

Faça o download: http://goo.gl/ujHcgR

Acesse a nossa loja: http://www.diostore.com.br

Conheça o nosso Patreon; https://www.patreon.com/Diolinux

Anuncie no Diolinux: http://goo.gl/BWsafD

- Acesse o site: http://www.diolinux.com.br
- Android App: http://goo.gl/DTVt7I
- Assine o nosso Feed:http://goo.gl/w6418F
- Diolinux na Google Play Banca: http://goo.gl/qCJQqr

Contato:blogdiolinux@gmail.com
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Lançado Ubuntu 15.10 Wily Werewolf Beta

Nenhum comentário

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Os novos sabores do Ubuntu acabaram de sair em suas primeiras versões Beta da geração 15.10, Kubuntu, Xubuntu, Ubuntu Mate, Ubuntu Gnome, Lubuntu e Ubuntu Kylin estão prontos para o seu download.

Ubuntu 15.10 Download

Baixe agora o primeiro Beta do Ubuntu 15.10


A Canonical liberou os primeiros Betas da nova versão do Ubuntu, a versão 15.10 terá sua versão final somente em Outubro mas você já pode baixar para testar os novos recursos que vem por aí.

O Kubuntu 15.10 vem com a mais recente versão do plasma desktop com todas as novidades presentes na versão 5.4, incluindo um nome menu lançado de tela cheia, clique aqui para saber mais.

Kubuntu 15.10 Download

O Xubuntu 15.10 vem agora com o Libre Office no lugar do Gnumeric e do Abiword, o XFCE vem na versão 4.12.

Xubuntu 15.10 Download

O Lubuntu 15.10 não vem com nenhuma novidade, existem apenas atualizações de programas naturais por conta da versão e correções de bugs, o LXQt, ambiente que a distribuição pretende usar no futuro ainda não será padrão.


No Ubuntu MATE temos uma nova tela de boas vindas informando todos os detalhes sobre o sistema e permitindo que você instale dois gerenciadores de software diferente, o Ubuntu Software Center e o AppGrid. O MATE vem na versão 1.8.

Ubuntu MATE 15.10

O Ubuntu Gnome traz consigo uma experiência mais completa para quem gosta do Gnome como ambiente de trabalho, a versão é a 3.16.

Ubuntu 15.10 Gnome Download

A versão chinesa do Ubuntu, o Ubuntu Kylin também não recebeu muitas atualizações, desde a versão alpha esta variante apenas recebeu bugfixes.

Ubuntu 15.10 Kylin Download

Todas as variantes do Ubuntu 15.10 beta incluem Xorg 1.17.2, Mesa 10.6.3 e Kernel Linux 4.1.0-3.3.

A versão do Ubuntu com Unity pode ser obtida neste endereço e também não possui grandes novidades em termos de interface.

Downloads


O próximo Beta deverá chegar somente em 24 de Setembro como Beta final, depois teremos o lançamento. Bons testes!

___________________________________________________________________________Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Linux com tema Windows é utilizado em escolas no Rio Grande do Sul

Nenhum comentário

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Numa tentativa de facilitar a assimilação dos usuários, o governo do estado do Rio Grande do Sul substituiu em alguns laboratórios o Linux Educacional por uma versão customizada do Xubuntu.

Computador com Linux nas Escolas

Computadores com Linux nas Escolas


Quando a solução é viável não há motivo para não usar Linux, especialmente em setores públicos, como escolas, prefeituras, etc. Além de poderem realizar o mesmo trabalho que sistemas proprietários, trazerem uma maior segurança ainda há uma grande economia de dinheiro, do nosso dinheiro.

Quem acompanha o blog e o canal sabe que eu, Dionatan, não curto muito o Linux Educacional, acho ele mal produzido, lento, bugado e visualmente desagradável, do meu ponto de vista ele mais atrapalha a adoção do Linux do que ajuda, uma vez que muitos jovens tem seu primeiro contato com o Linux através dele.

Para entender melhor essa história dos computadores disfarçados de Windows confira o vídeo:


Tenho um complemento bacana para fazer à matéria, em nosso no Facebook um dos leitores do blog e frequentadores do grupo em questão elucidou melhor a questão do uso dos computadores com um sistema desta forma.

Prezado Dionatan
As imagens que você apresentou são de uma customização do Xubuntu 14.04 realizada pelo Núcleo de Tecnologia Educação (NTE) de Santa Maria. Essa customização foi confeccionada à partir das constatações de que muitos professores têm dificuldade e resistência em lidar com o sistema Linux (principalmente por que as máquinas tinham o Linux Educacional). A grande maioria dos professores, que utilizam a tecnologia, são familiarizados com o sistema Windows, os quais utilizam esse sistema para planejamento das atividades didáticas (em casa), tornando-se o Linux um sistema novo, desconhecido e utilizado somente na escola.
Visando soluções para a utilização do Linux, bem como a utilização de software livre na escola, entendemos que para haver uma aprendizagem significativa e consequentemente uma mudança de postura (utilização de softwares livre em vez de proprietário no ambiente escolar) temos que levar em conta o que os professores já sabem ou o que já utilizam, pois sem levar em conta o que sabem (conhecimentos prévios), o novo conhecimento torna-se muito distante, dificultoso e aversivo. Por experiência, percebe-se que de nada adianta colocar Linux nos computadores se os professores não conseguem operar ou têm aversão ao mesmo. Dessa forma, os computadores (com Linux) estão fadados a ficarem sem uso e empoeirados na escola.
Essa customização foi confeccionada para rodar nos MOBO 5900 da Positivo (Intel Atom N2600, 1,6 GHz, 2GB RAM). Depois de customizado o Xubuntu, foi gerada uma imagem (ISO) através do Systemback para distribuição da mesma. Através dessa imagem, cada NTE ou escola, pode acrescentar softwares e recursos educativos (conforme proposta pedagógica) e gerar uma nova imagem ou até mesmo uma Live USB e distribuir para as escolas de sua região, podendo ser instalado sem dificuldade em qualquer computador.
Por fim, o intuito principal não é transformar o Linux em um Windows e sim, introduzir os professores no mundo do software livre.
Como falei no vídeo, os computadores que eu vi são de fato muito bons, com um hardware descente para dizer o mínimo, então essa customização usando o XFCE como interface gráfico ficou com um desempenho estupendo, não obstante, existe o outro lado da moeda, computadores com um hardware ínfimo, como estes comentados pelo Philip, a pessoa que esclareceu os pormenores do projeto no texto acima, no qual esse sistema também deve rodar com um mínimo de velocidade.

Computadores com Linux nas Escolas do RS


Algumas pessoas criticaram o fato de ocorrer essa mudança visual, por mais que no final do texto tenha sido informado que o objetivo "não é transformar o Linux em um Windows" foi exatamente isso que foi feito. Uma aproximação visual. E quer saber?  Eu achei foi ÓTIMO!

Parabéns os desenvolvedores e parabéns ao estado que se dispôs em realmente pensar em quem vai usar o sistema, parabéns pela preocupação da real inclusão digital.

Computadores com Linux nas Escolas do RS


A maior parte das pessoas usa Linux todo o dia sem saber, direta ou indiretamente, este é mais um caso, porém, ainda resta um alerta que eu gostaria de fazer.

Do meu ponto de vista, quem desenvolveu o sistema pensando em aproveitar o conhecimento prévio está absolutamente correto, porém, é mais do que é óbvio que torna-se necessária uma capacitação dos profissionais que vão atender os alunos com aquele material, o visual ajuda mas não é tudo e isso é um ponto falho, o interessante seria dar um treinamento, de uma semana que fosse, para os professores das escolas para que os mesmos possam manipular essa tecnologia com maior eficiência.

Por várias vezes eu auxiliei os professores da escola em que eu capturei as imagens da matéria em tarefas relativamente simples no Libre Office, ou mesmo no GIMP, mostrando como instalar programas, etc. Investir no chamado capital humano, isso ainda falta um pouco.

Qual a sua opinião sobre o assunto? Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Xubuntu Core, o pacote gamer milagroso do Xubuntu

Nenhum comentário

sexta-feira, 8 de maio de 2015

O projeto Xubuntu anunciou um novo Meta-pacote capaz de instalar toda a base XFCE no Ubuntu sem colocar "lixo" no sistema.

Xubuntu Core

O que já era leve pode ficar ainda mais


O projeto Xubuntu, distribuição baseada no Ubuntu que carrega o ambiente gráfico XFCE, anunciou uma coisa que eu achei particularmente interessante.

O Xubuntu Core, como foi chamado, é na verdade um meta-pacote que instala uma série de outros pacotes básicos para trazer até você uma experiência básica com o XFCE e as características do Xubuntu.

Para entender melhor é basicamente o seguinte, normalmente o pacote que instalamos para termos o desktop do Xubuntu no Ubuntu ou outra variação é o xubuntu-desktop, este pacote além de instalar o tradicional desktop XFCE que conhecemos também instala as aplicações padrões do Xubuntu.

O Xubuntu Core, diferente do Xubuntu Desktop, é um meta-pacote que carrega a base de software essencial do Xubuntu, ou seja, a interface XFCE, o navegador de arquivos Thunar e a Central de configurações do sistema basicamente.

Xubuntu-Desktop
Imagem: EveryDayLinux


Desta forma você tem o mínimo necessário para rodar o XFCE sem instalar "entulho" e ainda assim desfrutar da potência que é o XFCE, é uma boa opção para quem gosta de usar o Ubuntu com Unity por exemplo mas quer dar "um gás a mais" na hora de rodar algum game.

Hoje pela manhã fiz um teste no meu Ubuntu 15.04 com Unity, este computador rodava CS:GO com o gráfico no High a cerca de 65 FPS, com o gráfico totalmente no Low chegava a 150 FPS aproximadamente, ambos bons os suficientes para se jogar.

Então, instalei o pacote do Xubuntu Core, encerrei a minha sessão e loguei-me pelo XFCE, a interface era basicamente a do Xubuntu, incluindo o Wallpaper, rodando o game nas mesma condições apenas com XFCE Core como interface o game no High rodou a 80 FPS e no Low chegou a incríveis 250 FPS!

O Hardware usado em questão é um i5 3330, 8 GB RAM de 1600 da Kingston e um GTX 650.

Ou seja, tenho um pacote que não afeta o meu querido Unity e posso usá-lo quando estiver jogando um game mais pesado que no Unity fique lagado, bom né?

Instalando o Xubuntu Core no Ubuntu ou construindo um sistema


Temos informações baseadas na própria nota de lançamento do Xubuntu Core, existem duas formas de você se utilizar do pacote, uma é instalando ele como eu fiz em um sistema já instalado que carregue outra interface diferente do XFCE, no meu caso era o Unity.

Outra que eles recomendam caso você queira um sistema altamente enxuto é baixar a ISO do Ubuntu Minimal, que tem apenas 38 MB, possuindo basicamente o Kernel do Ubuntu e alguns utilitários para fazer a instalação do mesmo e a configuração dos repositórios e instalar o Xubuntu Core ali, para ter a base XFCE e depois ir personalizando como você achar melhor.

De qualquer forma, o comando para instalar em ambos os casos é o mesmo:

sudo apt-get install xubuntu-core^
Com o acento mesmo no final "^". 

Por enquanto é isso aí pessoal, esse pacote me deu algumas ideias que vou tentar colocar em prática, fique ligado aqui no blog para saber sempre as novidades.

Mais detalhes sobre o Xubuntu Core você encontra aqui na página do projeto.

Como sugestão de leitura, já que falamos sobre desempenho em jogos, quero convidar você a conferir um artigo nosso sobre Overclock, é só clicar aqui.

Até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Novo vídeo respondendo as perguntas dos leitores está no ar!

Nenhum comentário

domingo, 3 de maio de 2015

O Diolinux Responde é um quadro criado para responder algumas das dúvidas que vocês enviam para o Ask.fm/Diolinux, vamos conferir mais um episódio?

Diolinux Responde


Xubuntu, Lubuntu, Kali Linux e muito mais neste episódio!


Um novo episódio do quadro onde respondemos as suas perguntas está no ar e cá entre nós, está MUUUITO bacana!!!

Então venha conferir :)


Links da descrição do Vídeo


Acesse a nossa loja:http://www.diostore.com.br

Faça sua pergunta: http://ask.fm/Diolinux

Categoria Android no blog: http://goo.gl/qAZQyx

Mitos e verdades sobre vírus no Linux: http://goo.gl/qPvi2R

Aprenda a usar o PlayOnLinux: http://goo.gl/MZ82ZH

Extensão para Chrome e Firefox:http://goo.gl/bZu8jJ

Anuncie no Diolinux: http://goo.gl/BWsafD

- Acesse o site: http://www.diolinux.com.br
- Facebook: http://www.facebook.com/blogdiolinux
- Twitter: http://www.twitter.com/blogdiolinux
- Google Plus: https://plus.google.com/+DiolinuxBr/
- Android App: http://goo.gl/DTVt7I
- Assine o nosso Feed:http://goo.gl/w6418F

Até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Como instalar o XFCE 4.12 no Ubuntu 14.04 LTS e no 14.10

Nenhum comentário

domingo, 8 de março de 2015

Veja como instalar a versão mais recente do XFCE no seu Ubuntu 14.04 LTS, 14.10 ou algum derivado direto, como o próprio Xubuntu.

XFCE 4.12
Imagem: WebUp8

Veja como instalar a mais recente versão do XFCE no seu Ubuntu


Com o passar do tempo as interfaces gráficas estão a cada dia mais se preocupando com o seu design e procurando trazer uma aparência cada vez mais agradável e com o XFCE não está sendo diferente, a nova versão traz um polimento visual considerável além de trazer uma ambiente que é plenamente customizável.

XFCE 4.12


Esta versão do XFCE deve vir juntamente com o Xubuntu 15.04 que deve sair em Abril deste ano, dentre as principais mudanças podemos destacar a nova tela de arranjo de desktops para quando você conectar um monitor secundário, novas telas de diálogo do Thunar (gerenciador de arquivos), agora também é possível configurar wallpapers diferentes para áreas de trabalho e monitores diferentes, houve também uma melhoria visual na aparência da função "Alt+Tab" para navegar por entre as janelas abertas.

O novo XFCE agora também suporte o uso de um compositor de janelas como o Compiz e o Mutter, permitindo que hajam novos efeitos no desktop como o hotcorner do Gnnome, isso certamente é bem visto por que usa o XFCE mesmo em máquina potente, podendo assim deixar ele mais enfeitado do que nunca, para quem usa máquinas comuns com hardware mais fraco e optou pelo XFCE justamente pela sua leveza cabe alertar que essa função do compositor de janelas que deixa o ambiente mais pesado não é o padrão, logo isso não deve afetar o seu uso.


Instalação do XFCE 4.12 no Ubuntu 14.04 LTS e no Ubuntu 14.10


Para instalar o novo XFCE no seu Ubuntu vamos usar um PPA, porém há um pequeno bug que acontece na atualização fácil de ser corrigido, as aplicações em QT não recebem o novo tema GTK e ficam com o visual "meio bugado" então para corrigir isso instale o qt4-config:

sudo apt-get install qt4-qtconfig

Agora procure pelo programa no menu, vá até a aba aparência, e configure o estilo da interface para "GTK+", então selecione o menu arquivo(file) e salve. 

Agora podemo instalar o XFCE sem problemas, copie todo o conteúdo abaixo e cole em um terminal, pressione a tecla "enter", digite a sua senha e pressione "enter" novamente, aguarde a instalação e reinicie o sistema.

sudo add-apt-repository ppa:xubuntu-dev/xfce-4.12 -y && sudo apt-get update && sudo apt-get dist-upgrade -y

Caso você não tenha curtido muito o novo XFCE ou ele tenha apresentando alguns problemas para você é possível removê-lo utilizando estes comandos:

sudo apt-get install ppa-purge
sudo ppa-purge ppa:xubuntu-dev/xfce-4.12
Até a próxima!

Fonte
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo