Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Lançado Ubuntu 14.04 LTS MATE

Nenhum comentário

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

É isso mesmo, agora o Ubuntu MATE possui uma versão baseada no Ubuntu 14.04 LTS! Depois de muitos pedidos dos usuários os desenvolvedores resolveram atender os apelos e lançaram uma versão com amplo tempo de suporte.

Ubuntu MATE  14.04 LTS
Imagem: Reprodução

Agora o Ubuntu MATE possui uma versão oficial baseada na última LTS do Ubuntu


Apesar de parecer estranho pois a pouco tempo anunciamos que a primeira versão final do sistema Ubuntu MATE tinha sido lançada com base no Ubuntu 14.10 Utopic Unicorn mas como sabemos esta versão tem um tempo de suporte muito mais curto se comparada com a versão 14.04, que tem suporte até 2019.

Atendendo então os muitos pedidos que receberam o projeto Ubuntu MATE decidiu disponibilizar uma versão de seu sistema baseada na versão de longo suporte assim os usuários poderão usar o sistema sem precisar atualizar de uma versão para outra por muito mais tempo.

Para baixar esta versão clique aqui.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Instale o Browser Yandex Beta do seu Ubuntu ou Fedora

Nenhum comentário
Para os interessados em ter alternativas para browsers hoje vamos lhe apresentar a mais uma opção que vem direto da Rússia chamada Yandex Browser.

Yandex Browser Beta - Ubuntu

Yandex, levando o Chrome tem de melhor


O Yandex Browser é um navegador de internet baseado no projeto Chromium, por isso ele tem uma aparência semelhante ao Chrome, produzido pela maior empresa de buscas na internet Russa, a Yandex.

Aparentemente a razão por ter criado o browser tem a ver com o uso do Google Chrome no país, lá o Chrome é o browser mais utilizado pelos usuários mas ele tem um defeito grave para o Yandex, ele traz o Google como mecanismo de busca por padrão (claro) e para os negócios da empresa isto não é muito bom, portando, eles resolveram desenvolver o seu próprio navegador com base do Chromium para levar aos seus usuários uma experiência semelhante aos usuários do Google Chrome mas utilizando o seu mecanismos de busca, o Yandex Search.

Yandex Browser

Fora a semelhança com o Chrome (é possível até fazer login e sincronizar a conta Google nele) o Yandex conta com alguns itens de personalização e algumas sessões diferentes, ele foi lançado em Beta para Ubuntu e Fedora apenas em versões de 64 bits, em pacotes deb e rpm respectivamente, de modo que basta baixar o arquivo e dar dois cliques para instalar:


Mais informações no site oficial.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Fundação Gnome pode perder direito sobre a sua marca?

Nenhum comentário

terça-feira, 11 de novembro de 2014

A fundação Gnome está com alguns problemas quanto a utilização da marca "Gnome" e precisa da sua ajuda para que a marca não seja utilizada num produto lançado pelo Groupon.

Gnome Groupon


Groupon entre em conflito com o Gnome por conta de novo dispositivo


Para quem achava que o mundo open source andava "sem tretas" nos últimos tempos, na mesma semana tivemos o abandono de um dos líderes do projeto Debian, dizem por conta do Systemd, e hoje o projeto Gnome resolveu pedir ajuda para arrecadar 80 mil "doletas" para se defender do Groupon.

Sim o Groupon, você já deve ter ouvido falar deles, talvez o maior site de compras coletivas do mundo, acontece que o pessoal do Groupon resolveu lançar um dispositivo (este da imagem acima) que tem a capacidade de receber pagamentos de clientes associados ao site, oferecer descontos baseados em cupons, etc, até aí tudo bem, o grande problema ocorreu porque o pessoal lá do Groupon esqueceu (ou ignorou) a existência do Gnome (17 anos) e registrou o seu novo device com o mesmo nome, Gnome, no Escritório de Patentes dos Estados Unidos.

O Gnome (o do pézinho) possui a marca Gnome registrada para si desde o ano de 2006 mas corre (ou corria, já explico!) o risco de perder a sua marca para uma grande companhia e foi obrigado a pedir doações para os usuários do ambiente gráfico para arrecadar uma quantia de 80 mil dólares para poder se defender legalmente do Groupon, até o momento foram arrecadados 21 mil apenas.

A comunidade do Gnome já comentou que caso o valor não seja atingido o dinheiro arrecadado será utilizado para melhorar o Gnome Shell.

Fique mais tranquilo

Fazendo aquela pesquisa boa de sempre antes de publicar os fatos (sempre bom né?) segundo um artigo publicado no Engadget o Groupon se pronunciou dizendo que reconhece o valor do Gnome e adora a cultura open source beneficiando-se dela para o seu trabalho, muito provavelmente eles (como todo mundo) usem servidores Linux, e que considera a hipótese de mudar o seu produto de nome caso não haja algum acordo.

De qualquer forma ajudar um projeto tão importante é sempre bom, você pode fazer as suas doações para o Gnome através deste link.

Foi uma notícia só para dar uma agitada no seu dia mas aparentemente não será um problema grande, o que você acha disso?

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Softwares de Windows no Linux com Wine - DioCast #12

Nenhum comentário
Mais um podcast para você ouvir e aprender enquanto está extremamente ocupado na sua vida de trabalhor/estudante/vadiante ou comediante frustrado como eu. Neste episódio falamos sobre o Wine e todos os seus complementos como PlayonLinux, Crossover e Winetricks, confira:

DioCast 12 - Especial WINE

Saiba mais sobre o projeto Wine


Neste episódio do DioCast, Dionatan Simioni, Gabriel da Silveira e Luiz Felipe falaram sobre o projeto Wine, o seu nascimento e os frutos que o mesmo trouxe.

Tenho certeza que este episódio em particular vai trazer muito conhecimento histórico e técnico sobre o assunto e para mostrar que rodar aplicativos no Windows no Linux pode não ser uma tarefa impossível, aliás, ela é bem possível.

Site do Wine
Site do PlayonLinux
Site do CrossOver
Aprenda a usar o Wine e o PlayonLinux

No DioCast #12 falamos sobre a grande quantidade de games compatíveis com o Wine, talvez você não saiba mas é possível rodar vários títulos de peso do Windows no Linux através do programa, você pode ouvir o podcast clicando no player na lateral no site ou dando play no player logo abaixo:



Você também pode ouvir e seguir o nosso podcast diretamente no Grooveshark, clique aqui.

O próximo episódio será provavelmente sobre o Linux Mint, mas vocês podem sempre dar sugestões, até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Como acessar os arquivos do seu Android por Wi-Fi no Ubuntu

Nenhum comentário
Hoje vamos compartilhar uma dica muito útil para você que vive manipulando arquivos do PC pro Smartphone, do Smartphone pro PC sem precisar fazer muito esforço e usando apenas a sua rede sem fio.

Transferindo arquivos via rede sem fio

Transferindo arquivos facilmente entre o Ubuntu e o Android


Eu estou sempre enviando arquivos do meu computador para o celular e vice-e-versa mas acontece que nem sempre você tem o cabo de dados por perto ou mesmo quer usá-lo, para facilitar a sua vida é que vamos ensinar você a transformar o seu Android em um servidor FTP e acessar os dados direto do Ubuntu (funciona em qualquer sistema na verdade).

Instalando o ES File Explorer


O ES File Explorer é um App para Android que permite a navegação e manipulação de arquivos de maneira avançada no Smartphone e uma de suas funções e ter acesso a rede local, sendo que a grande funcionalidade útil que ele é criar um mini server FTP para poder ser acessado de qualquer dispositivo na mesma rede, então primeiro precisamos instalá-lo no seu Smartphone com Android.

Clique para instalar no seu Android

Uma vez que você tenha instalado o App, tenha a certeza de que o seu Smartphone está na mesma rede wi-fi que o seu computador, abra o aplicativo e toque no canto superior esquerdo.

        

No menu se abrir selecione a opção "Rede" e depois clique em "Gestor Remoto", na tela seguinte clique em "Ligar" como mostram as imagens acima.

Depois que você clicar em ligar o App irá te mostrar o endereço FTP que você deve acessar para manipular os arquivos no seu Smartphone, no exemplo o endereço mostrado foi:

ftp://192.168.0.110:3721/

Lembrando que este IP deve variar de acordo com a configuração da sua rede, depois que o servidor FTP estiver ativado no seu Android vem a parte fácil, abra qualquer pasta no seu Ubuntu e clique em "Conectar a servidor".


A janela abaixo irá se abrir, nela você deve digitar o endereço FTP que o App te forneceu.


Lembre-se de digitar o endereço completo, especialmente o protocolo, "ftp://", no início.


Na próxima tela você verá algo como a imagem abaixo, apenas clique em "Conectar".


Agora você pode acessar normalmente os seus arquivos, sendo que na maioria dos dispositivos por exemplo, as suas fotos ficam dentro da pasta "DCIM"


E aí curtiu? Então compartilhe a dica!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Como instalar o Stencyl no Ubuntu

Nenhum comentário

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Você sempre quis fazer um game sem saber programar, pois então prepare a sua criatividade pois a sua hora chegou! Conheça o Stencyl, um software multiplataforma para criação de games onde não é necessário conhecimento avançado, apenas lógica para construir o game dos seus sonhos.

Como instalar o Stencyl no Ubuntu

Games para Web, Linux e Android em apenas um código


Tenho certeza que o este programa vai animar muita gente, sei que existem vários desenvolvedores que usam Linux por conta do poder do sistema operacional, mas sei também que existem usuários comuns que apenas querem o PC para "brincar um pouco", eu por exemplo não sou programador, apenas arranho algumas linhas de código e sempre quis criar um game, pensando bem, talvez eu crie, graças ao Stencyl!

o programa funciona com blocos de lógica


O Stencyl é um software multiplataforma, funciona tanto no Linux, quando no Mac e Windows e tem o simples propósito de fornecer a você um ambiente relativamente amigável para que você possa criar os seus games em 2D usando apenas blocos de lógica, sem digitar nenhuma linha de código sequer. 

Como instalar no Ubuntu


A ferramenta tem suporte oficial apenas para Ubuntu e Debian, o primeiro passo é baixar o sistema neste link, você pode optar pela versão de 32 e a de 64 bits.

Download do Stencyl

Se você baixou a versão de 32 bits apenas instale os compiladores, na Central de Programas procure por, libgc-dev e libxext-dev




Se preferir pelo terminal:

sudo apt-get install libgc-dev libxext-dev

Se você baixou a versão de 64 bits, faça os passos acima também! E ainda instale os seguintes pacotes, vou colocar tudo em um bloco só para facilitar a sua vida, abra o terminal, copie todo o conteúdo abaixo, cole nele e dê enter:

sudo apt-get install libxtst6:i386 libXext6:i386 libxi6:i386 libncurses5:i386 libxt6:i386 libxpm4:i386 libxmu6:i386 libxp6:i386 libgtk2.0-0:i386 libxt6:i386 libxext6:i386 libatk1.0-0:i386 libc6:i386 libcairo2:i386 libexpat1:i386 libfontconfig1:i386 libfreetype6:i386 libglib2.0-0:i386 libice6:i386 libpango1.0-0:i386 libpng12-0:i386 libsm6:i386 libx11-6:i386 libxau6:i386 libxcursor1:i386 libxdmcp6:i386 libxfixes3:i386 libxi6:i386 libxinerama1:i386 libxrandr2:i386 libxrender1:i386 zlib1g:i386 libnss3-1d:i386 libnspr4-0d:i386 libcurl3:i386 libasound2:i386
Pronto, agora o seu sistema já está apto à desenvolver jogos, vá até o arquivo que você baixo, clique com o botão direito do mouse e extraia para uma pasta de sua preferência, aconselho deixar na sua home por questão de organização, mas isso é opcional.

Para colocar o programa em execução basta dar dois cliques no arquivo "Stencyl" como na imagem abaixo.


Caso você acabe abrindo o arquivo de texto ao invés de executar isso significa que temos que fazer um pequeno ajuste no Nautilus para que ele consiga executar este tipo de arquivo (shell script), essa função vem desabilitada por padrão por questão de segurança, mas ajudar é simples.

1 - Abra qualquer pasta, pode ser essa mesma da imagem acima.
2 -  Vá até o menu "Editar" no topo da janela
3 - Clique em "Preferências"



E na aba "Comportamento" marque a opção "Perguntar cada vez" como mostrado na imagem acima.

Pronto, agora volta na pasta onde você extraiu o arquivos do Stencyl e dê duplo clique no arquivo "Stencyl", você deverá ver a tela abaixo:

Aceite os termos


Nesta tela você deve aceitar os temos de licença clicando em "I agree", e então o programa deverá abrir normalmente.

Stencyl


Licenciamento e valores


O Stencyl é gratuito mas alguns perfis de exportação requerem uma conta premium, o modo gratuito que serve para conhecer o programa, todas as suas funcionalidades estão ativadas, porém o mesmo só consegue exportar projetos em Flash, ou seja, para Web, para exporta para Desktop (Linux, Windows e Mac) é necessária a licença Indie Developer que custa  99 dólares por ano.


Entretanto, se você deseja publicar os eu projeto para Android e iOS é necessária uma licença mais completa chamada Studio, ela custa cerca de 200 dólares por ano.

Mais informações sobre a instalação no Linux (Debian por exemplo) você encontra neste link, informações sobre a compra das contas premium nesta página.

É isso aí, compartilhe a dica e até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Como instalar a Central de Programas do Ubuntu no Linux Mint

Nenhum comentário
Você gostaria de usar a Central de Programas no Ubuntu no Linux Mint mas está enfrentando dificuldades na instalação, confira esta matéria, vamos ajudar a resolver os seus problemas.

Como instalar a Central de Programas do Ubuntu no Linux Mint

Aprenda a instalar a Central de Programas do Ubuntu no Linux Mint


Alguns pessoas não gostam muito da Central de Programas do Linux Mint, por era ser muito simples, até certo ponto mais "feia" que a do Ubuntu, outras pessoas compraram aplicações na Central do Ubuntu mas querem usar o Linux Mint, então a solução para estes problemas seria simples, instalar a Central de Programas do Ubuntu no Linux Mint, mas infelizmente este procedimento não é tão simples, existem vários ajustes para se fazer para que a mesma funcione adequadamente e é isso que vamos tratar neste artigo.


Passo a passo


O primeiro passo é instalar o synaptic caso ele não esteja instalado, para isso você pode usar a própria central do Linux Mint, ou usar o terminal:

sudo apt-get install synaptic

Depois disso use o Synaptic para instalar a Central de Programas do Ubuntu procurando nele o pacote "software-center" sem aspas.

Instale pelo Synaptic


- Caso você tenha dúvidas sobre a utilização do Synaptic confira o vídeo tutorial que fizemos ensinando você as funções básicas. 

Depois de instalados estes pacotes faça o teste para ver se a Central de Programas está abrindo normalmente, digite no terminal:

software-center

Se o resultado for um erro como este:

_xapian.Database_swiginit(self,_xapian.new_Database(*args))
xapian.DatabaseOpeningError: Couldn't stat '/var/cache/software-center/xapian' (No such file or directory)

Então vamos instalar este pacote:
sudo apt-get install xapian-tools

Faça o teste novamente, caso o erro persista crie o diretório manualmente, basta colar este comando abaixo:

sudo mkdir /var/cache/software-center/xapian


Normalmente o Linux Mint Cinnamon cria este diretório automaticamente, não sendo necessário o comando acima, mas no Linux Mint MATE ele é necessário.

Agora vamos precisar editar um arquivo para que o sistema aceite as instalações feitas com a Central de Programas, no terminal cole o seguinte comando:

sudo gedit /etc/lsb-release

No arquivo que se abrir procure a linha


DISTRIB_ID=LinuxMint

E substitua por:

DISTRIB_ID=Ubuntu

A configuração do arquivo deverá ficar semelhante a isso:


DISTRIB_ID=Ubuntu
DISTRIB_RELEASE=17
DISTRIB_CODENAME=qiana
DISTRIB_DESCRIPTION=”Linux Mint 17 Qiana”


Com isso a Central de Programas deverá funcionar normalmente e você pode abrir ela através do ícone no menu do sistema.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo