Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Imagination: Crie apresentações de Slides no Ubuntu

Nenhum comentário

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

É muito simples criar apresentações de Slides em vídeo utilizando o "Imagination", ele é um programa muito bacana que vai dar um upgrade na apresentação daquele seu super projeto, saiba mais:

Imagination: Crie Slides facilmente

Faça apresentações facilmente com o Imagination no Ubuntu


Com um nome sugestivo para instigar a sua criatividade o Imagination é software muito interessante que encontrei enquanto passeava pela Central de Programas do Ubuntu, ele serve para criar apresentações de imagens usando fotos, áudio e até mesmo vídeo, com diversas animações e transições e possibilidade de inserir legenda, ele não pode ser considerado um editor de vídeo mas pode substituir até mesmo o Windows Movie Maker para as pessoas que usam o Windows para criar pequenas apresentações de fotos de férias por exemplo.

Instalação do Imagination

Bom, como eu disse antes, o Imagination está na Central de Programas do Ubuntu e você pode instalar apenas clicando no botão abaixo:


É isso aí, curtiu o programa, então compartilhe a informação, isso ajuda demais!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Novo Opera 26 disponivel para Linux

Nenhum comentário
Uma nova versão do Browser está disponível para o Pinguim, confira mais detalhes na matéria logo abaixo:

Opera 26 para Ubuntu

Baixe agora a nova versão do Opera para Linux


Acaba de sair uma nova versão do navegador de internet Opera para Linux, a versão 26 segundo os desenvolvedores foca na velocidade do navegador além de aceitar as extensões do Google Chrome por padrão, redesenho em ícones e em alguns detalhes da aparência como o "SpeedDeal" receberam upgrades.


Baixe a nova versão do Opera neste endereço, aproveite e compartilhe este post com os seus amigos, é só clicar em um dos botões logo aqui em baixo, até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

UbuTab: O tablet com Ubuntu com 1TB de armazenamento

Nenhum comentário
Um novo e audacioso projeto está acontecendo no IndieGOGO, o popular site do crowdfunding, para tentar trazer à vida uma equipamento muito parrudo que carrega o Ubuntu como sistema operacional. 

UbuTab
Imagem: Reprodução

Praticamente um Notebook em forma de tablet


Esta é a ideia que está rolando no IndieGOGO através da campanha de Nikki Wertish que pretende trazer ao mercado um Tablet que rode Ubuntu Touch e que tenha além de um bom processador e memória uma enorme capacidade de armazenamento.

Imagem conceitual do UbuTab
Imagem: Reprodução


Segundo a descrição do produto a ideia é a usar a nova tecnologia de discos rígidos ultrafinos para dar nada mais nada menos do que 1 TB de capacidade de armazenamento ao dispositivo; segundo o que eles informaram a ideia é colocar um disco normal (giratório) dentro do equipamento, obviamente com várias precauções para evitar a danificação do equipamento.

Concept Design UbuTab


Por conta disso o dispositivo teria um peso variável entre 600 gramas à 1,1 Kg, o que seria o peso de um notebook moderno.

Outras características do projeto:

- 10.1 "Tela IPS com resolução de 1920x1200 (suporta até 10 pontos de uma só vez)

- ARM Cortex-A9 Quad-Core CPU @ 1.6GHz

- Mali400MP4 Quad-Core GPU - Suporta Open GL ES 2.0

- 2GB de RAM

- 1TB de armazenamento interno (2.5 "Hard Drive. 5400)

- 802.11 b / g / n Wi-Fi + Bluetooth 4.0

- 6 horas de bateria (11,000mAh)

- 5MP Camera (traseiro somente)

- 16GB de armazenamento flash
- Micro-USB
- Micro-HDMI
- Micro-SD (32GB máximo)
 
- Headphone (3,5 mm)

Dimensões:
256 milímetros x 162 milímetros x 14 milímetros

Pelos que eles comentaram o aparelho tem preferência para sair com Ubuntu de fábrica mas será possível usar Android também caso a pessoa deseje.

O objetivo da campanha é juntar 36 mil "doletas" para fazer o projeto acontecer, até o momento em que escrevo este post mais ou menos 30% do valor já foi arrecadado, se você quiser saber mais e quem sabe ajudar no projeto acesse este link. 

E você? Compraria o UbuTab?

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Como resetar a senha do Ubuntu quando esquecemos o login

Nenhum comentário
Agora você não precisa mais se desesperar quando tiver aquela amnésia básica e esquecer a sua senha de usuário no Ubuntu, hoje vamos apresentar a solução para quando você não consegue fazer login no Ubuntu porque a senha não é aceita, confira no artigo é algo realmente muito útil.

Como resetar a senha do Ubuntu

Aprenda a mudar a sua senha de login no Ubuntu


Hoje vamos aprender um truque muito útil para quem teve o azar de esquecer a sua senha de login no sistema, eu mesmo antes de saber como proceder acabei até formatando o computador novamente o que foi um tremendo exagero, então para que você não passe pelo que eu passei hoje vou mostrar como se faz o reset da senha.

Para modificar a senha reinicie o computador e na tela do GRUB selecione as opções avançadas do Ubuntu.

Menu de seleção do GRUB

Obs: Caso o GRUB não apareça quando o computador estiver ligando fique pressionando a tecla "Shift" até ele aparecer.

Na tela seguinte você deve selecionar a opção "recovery mode" do Kernel Linux que você está utilizando, normalmente é a segunda opção que aparece.

Obs: Só por curiosidade, nesta tela você pode selecionar Kerneis diferentes para iniciar o sistema o que pode ser interessante quando você instala um novo Kernel e ele não funciona corretamente.


Na próxima tela vemos várias ferramentas para reparo e verificação de um sistema que não inicia, temos muitas opções aqui mas talvez elas sejam uma boa pauta para um outro post ou vídeo no canal, por hora vamos nos concentrar na modificação da senha.

Selecione a opção "root":

Trabalhe como root

Neste momento vai se abrir um terminal como root (super usuário) assim você  dar comandos ao sistema, no terminal que se abrir você deve dar montar a partição raiz e dar permissões de escrita para posteriormente mudar a senha:

mount -rw -o remount /
Agora muda a sua senha digitando:

passwd nome_do_usuario
Sendo que na parte vermelha do comando acima você deve colocar o seu nome de usuário, no meu caso ficaria:

passwd dionatan
Digite a sua nova senha e pressione "enter", digite ela novamente e confirme pressionando "enter" mais uma vez, pronto, você acabou de trocar a senha.

Lembrando que este procedimento só pode ser realizado localmente.

Espalhe esta dica por aí compartilhando nas redes sociais e até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Como habilitar o suporte a CMYK no GIMP

Nenhum comentário

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

CMYK é um sistema de cores amplamente utilizado pelos profissionais da área do design, hoje vamos aprender como habilitar a possibilidade de trabalhar com Cores CMYK no GIMP.

Como habilitar o suporte a CMYK no GIMP

Veja como habilitar o suporte a CMYK no GIMP


Acredito que se você está lendo este post deve ter uma ideia pelo menos básica do que é um sistema de cores, normalmente são pessoas que trabalham profissionalmente com Design que se apegam a estes detalhes, pessoas comuns que fazem edições de vez em quando, seja no GIMP ou no Photoshop na maioria das vezes não se importam com isso, por isso não vou entrar em detalhes sobre "o que é CMYK" mas se você tiver interesse em aprender e estudar um pouco mais o artigo na Wikipédia será bem esclarecedor.

Recentemente publiquei um vídeo no canal do Diolinux no YouTube onde comentei a possibilidade de trabalhar com Design profissionalmente no Linux, inclusive você pode conferir o vídeo logo abaixo:


E quem for ler os comentários, tanto no próprio vídeo com nas redes sociais vai ver que os profissionais que se manisfestaram lamentavam o fato do GIMP não ter suporte a CMYK nativamente, apenas RGB.

Pensando nisso resolvi fazer este post para amenizar um pouco as coisas e de quebra quem sabe ajudar a essa galera que quer trabalhar com o GIMP usando CMYK e não estava conseguindo.

Separate Plugin, convertendo RGB em CMYK

Infelizmente pelo que vi ainda não é possível criar uma imagem já com CMYK "de largada" mas você pode converter ela depois de RBG para CMYK através de um plugin chamado "Separate", então a primeira coisa que temos que fazer é instalar este plugin, para isso basta clicar no botão abaixo.


Se você usa outro sistema que não o Ubuntu procure pelo pacote "gimp-plugin-registry" sem aspas, ele deve estar no repositório oficial.

Uma vez instalado o plugin agora vamos baixar os padrões de cores da Adobe para poder utilizar no GIMP com CMYK.


Agora que você baixou os padrões de cores, extraia o conteúdo do arquivo que você baixou para a sua pasta home, ou qualquer outra pasta que você queira.

Vamos lá. abra o GIMP e clique no menu Editar >> Preferências e na opção "Gerenciamento de Cores" deixe com esta configuração do Print abaixo.


Agora para transformar um projeto normal (rgb) em CMYK basta abrir o arquivo (foto, imagem, etc) ir até o menu "imagem", bem no final deste menu você deve encontrar a opção "separate" e dentro dela a opção "separate" mais uma vez, se você configurou os padrões de cores corretamente deve funcionar sem maiores problemas.

CMYK no Ubuntu

Para facilitar o seu entendimento eu gravei um pequeno vídeo mostrando o procedimento, desde a seleção dos plugins até a conversão de RGB para CMYK.




Com isso você terá pelo menos o básico para trabalhar com este padrão de cores no Linux, uma outra coisa que vale ressaltar é que se você achar que o resultado final não ficou como você queria, dentro do arquivo com os padrões de cores da Adobe existem muitas outras opções, você pode ir testando até achar uma que fique melhor para você.

Ajude essa a informação a chegar as outras pessoas, compartilhe!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Lançado Linux Mint 17.1 Rebecca

Nenhum comentário
A equipe de desenvolvimento do Linux Mint anunciou o lançamento da nova versão do seu sistema operacional nas versões Cinnamon e MATE, confira os detalhes no artigo abaixo:

Linux Mint 17.1 Rebecca - Download

Finalmente está disponível para download o Linux Mint 17.1 Rebecca

Finalmente foi liberada a nova atualização do Linux Mint, sim ela é basicamente uma atualização, o sistema continua sendo baseado no Ubuntu 14.04 LTS e não do Ubuntu 14.10, a nova versão traz várias correções de bugs e aprimoramentos em relação a versão 17 "Qiana" além de trazer o novo Cinnamon.

Download e informações

Para baixar a nova versão do Linux Mint com o ambiente Cinnamon acesse este link, nele você também encontra informações sobre o lançamento, caso você deseje baixar a versão com MATE acesse este endereço.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Como instalar o FFmpeg no Ubuntu 14.04 LTS

Nenhum comentário
Muitos programas utilizam o FFmpeg como back-end para realizar suas tarefas, como conversores de mídia e player de áudio e vídeo, entretanto o FFmpeg foi removido do repositório padrão do Ubuntu nas ultimas versões, mesmo assim você pode instalar seguindo o nosso tutorial.

FFmpeg

Como instalar o FFmpeg no Ubuntu 14.04 LTS


Apesar do pacote ter sido removido no Ubuntu ainda é possível instalar usando um PPA mas vale comentar que na próxima versão do Ubuntu ele deve voltar ao repositório padrão e você poderá instalar pela Central de Programas do Ubuntu.

Abra o terminal e copie e cole todas as linhas abaixo, dê "enter" e digite a sua senha, aí é só esperar a instalação:

sudo add-apt-repository ppa:mc3man/trusty-media -y && sudo apt-get update && sudo apt-get install ffmpeg gstreamer0.10-ffmpeg -y
Essa dica foi enviada pelo leitor Daniel Júnior, até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo