O Ubuntu 13.10 virá com o Mir como padrão, vamos conhecer ele melhor, tirar algumas dúvidas e aprender a instalar - Diolinux - Open Source, Ubuntu, Android e tecnologia

Responsive Ad Slot

O Ubuntu 13.10 virá com o Mir como padrão, vamos conhecer ele melhor, tirar algumas dúvidas e aprender a instalar

Conheça um pouco mais do Mir, o novo servidor gráfico do Ubuntu

sexta-feira, 28 de junho de 2013

/ por Dionatan Simioni

Saiba como vai funcionar o Mir e se ele realmente vai ser bom para o Ubuntu

Hoje tirei um tempo para pesquisar sobre o "tal do Mir", recentemente a Canonical divulgou que ele virá como default na próxima versão do Ubuntu Saucy Salamander.
Muitas coisas já foram especuladas para a nova versão do Ubuntu, dentre elas a substituição do Firefox como navegador padrão pelo Chromium mas nenhuma das modificações chegou causando mais alvoroço do que o Mir.
Até então a versão Alpha do Ubuntu 13.10 não continha o Mir se já mostrava um ótimo desempenho, porém, agora é oficial, o Ubuntu 13.10 virá com o servidor gráfico Mir como padrão no Lugar do Default.

Ubuntu Saucy Salamander com Mir


O servidor X é o mais antigo gerenciador gráfico do Linux e perdura por muito e muitos anos, atualmente ele é conhecido por X11 por conta de sua versão, e bom, que a "morte do X" estava sendo planejada a tempos não é nenhuma mentira afinal o Wayland, outro servidor gráfico estava sendo desenvolvido para ser o seu substituto, inclusive cogitado para fazer parte do Ubuntu até que a Canonical resolveu dizer: " Melhor a gente fazer o nosso mesmo..."
OK, opções são boas certo? Agora teremos 3 opções, mas a polêmica toda gerou-se em cima do Mir por conta de ele não suportar outros ambientes gráficos além do Unity, então Gnome, KDE, LXDE, XFCE que são "sabores" tradicionais do Ubuntu seriam jogados para fora do campo.
E Canonical mais rápido de que nunca disse: "Calmaa!! Estamos fazendo o XMir" e é toda essa história que você vai entender agora.

Desenvolvimento para todos os tipos de usuários

A ideia é melhorar o desempenho com o servidor gráfico específico e que atenda a todas as necessidades do Unity, fazendo ele ficar mais rápido, coisa que foi motivo de reclamação por parte de alguns usuários, depois de superada essa parte parte-se para a questão de compatibilidade, para fazer com que outros ambientes gráficos funcionem corretamente no Ubuntu a Canonical está desenvolvendo o XMir, que pode ser considerado uma extensão do Mir convencional que se propõe a rodar tudo o que for aplicação dependente do X no Mir sem maiores problemas.
E se isso vai dar certo? Veja por si só:


Este vídeo acima foi publicado pelo iLoveUbuntu e mostra o Mir Executando 7 ambientes gráficos diferentes sem "pestanejar".

Todos os principais ambientes gráficos são suportados, mas e os drivers proprietários para quem tem placas de vídeo Nvidia ou AMD?

Este foi outro problema, o Mir, pelo menos por enquanto, só suporta os drivers Open Source, ou seja se você tem alguma placa Intel, Nvidia ou AMD que funciona "muito bem obrigado" com os drivers de código aberto ótimo! Elas vão funcionar bem com o Mir, agora se você precisa de Drivers Proprietários terá problemas.

Agora que não uso mesmo!

Se você é um feliz proprietário de uma placa que requer drivers proprietários e pensou "Esse Mir não é pra mim" você não precisa se preocupar, até o Mir ficar bem ajustado a Canonical deixa o servidor X como segunda opção no Ubuntu, isso ocorrerá na próxima versão, assim quando o Ubuntu for iniciado e for detectada incompatibilidade entre o Mir e a sua placa será ativado o que está sendo chamado de Modo Fallback onde o X volta a atividade.
Se isso vai mudar logo não sabemos, mas a Canonical é uma empresa que rápida na hora de executar seus projetos, afinal a impressão que dá é que o Mir apareceu na noite para o dia, apensar de não ser bem assim, claro.

Mas se o Mir ainda não está totalmente desenvolvido porque embarcá-lo como Default?

Bom segundo a Canonical o Mir estará pronto para funcionar normalmente até o seu lançamento, tem apenas essa questão dos drivers que aparentemente é contornada com o X no modo Fallback, outro motivo apontado e para ver a reação dos usuários ao Mir e as novidades que farão parte do novo Unity para deixar tudo arredondado para a próxima LTS que sairá em Abril do ano que vem.

Já é possível testar?

Sim, já é possível testar o Mir no Ubuntu 13.10 Alpha, para isso você deve seguir este tutorial, o Ubuntu com o Mir já mostra um desempenho fantástico como podemos ver no Vídeo abaixo:


Como podemos ver o Mir está melhorando a cada dia e novas possibilidade se abrem, espero que o artigo tenha esclarecido um pouco das suas dúvidas em relação ao Mir.

Aproveite e nos ajude a decidir sob qualquer versão do Ubuntu será feito o Diolinux OS 4.

Até mais pessoal!

Fontes.

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo